Descubra como será o Enem digital e quem poderá fazer

Saiba agora como será o Enem digital e quem poderá participar do novo modelo do exame!

O Exame Nacional do Ensino Médio é aplicado há mais de uma década no país e se tornou a principal porta de entrada dos estudantes brasileiros ao ensino superior.

Além de avaliar o desempenho dos estudantes do ensino médio, o exame é utilizado como principal critério de seleção para ingressar em uma universidade pública pelo Sisu, conseguir uma bolsa de estudo por meio do ProUni ou financiar o curso pelo FIES.

Tradicionalmente aplicado de forma presencial, a partir de 2020 o Enem resolveu inovar no modelo de aplicação: agora alguns alunos poderão realizar a prova no formato digital, ainda em fase de testes.

Veja agora como será o Enem digital e descubra se você poderá participar!

Como será o Enem digital? 

O Enem digital é um novo modelo de aplicação de prova, considerado mais barato e seguro. No Enem digital, o aluno poderá realizar o exame de forma online, diretamente pelo computador.

No entanto, o acesso à prova não será feito de casa: assim como o modelo tradicional, o candidato fará a prova digital nas instituições selecionadas pelo Inep.

Por enquanto, o Enem digital será aplicado apenas em algumas regiões do país. O MEC estima que a partir de 2026 todo o exame será feito nesse modelo.

Em relação à prova, a estrutura permanecerá a mesma:

  • Realização em 2 domingos.
  • 4 provas objetivas, com 45 questões cada uma.
  • 1 prova de redação, que deverá ser digitada em computador.

Durante a fase de testes, é provável que o valor da taxa de inscrição permaneça o mesmo. No entanto, espera-se que esse custo venha a diminuir no Enem Digital nos próximos anos.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Como fazer o Enem digital? 

Assim como o Enem tradicional, as inscrições para o Enem digital acontecem durante o mês de maio e estarão disponíveis apenas para 50 mil alunos.

Para se inscrever no Enem digital, basta acessar o site oficial do exame na data indicada e preencher todas as informações solicitadas, optando pela versão informatizada da prova.

Quem pode participar do Enem digital?

Como adiantamos, 50 mil candidatos poderão optar por realizar o Enem digital na primeira aplicação do exame. Essa opção estará disponível para participantes das seguintes capitais:

  • Belém (PA)
  • Belo Horizonte (MG)
  • Brasília (DF)
  • Campo Grande (MS)
  • Cuiabá (MT)
  • Curitiba (PR)
  • Florianópolis (SC)
  • Goiânia (GO)
  • João Pessoa (PB)
  • Manaus (AM)
  • Porto Alegre (RS)
  • Recife (PE)
  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Salvador (BA)
  • São Paulo (SP)

Novas cidades receberão o Enem Digital gradualmente, a partir de 2021.

Diferença entre o Enem digital e o tradicional

Embora a estrutura das provas seja a mesma, o Enem digital será em outubro, antes do Enem tradicional, que acontece em novembro.

As questões serão feitas de forma online, nos laboratórios de informática das instituições participantes, e deverão trazer maior interatividade, com apoio de infográficos e vídeos.

O tempo de prova também permanece o mesmo: no primeiro domingo, o candidato terá cinco horas e trinta minutos para a realização do exame. Já no segundo domingo serão cinco horas de prova.

Onde estudar com a nota do Enem digital?

Assim como o Enem tradicional, a nota do Enem digital poderá ser utilizada para ingresso em curso superior, através de programas governamentais como o Sisu, ProUni e FIES.

A pontuação também será aceita por faculdades particulares que trabalham com o sistema de ingresso direto, em que o aluno pode se matricular em uma graduação sem precisar prestar um novo vestibular.

Para se inscrever nos programas governamentais, é necessário aguardar o período de inscrições de cada um e conferir se sua nota é suficiente para ingressar no curso escolhido. Como a concorrência é grande, as notas de corte costumam ser bem altas.

Já se você deseja começar uma faculdade imediatamente, de forma prática e sem burocracia, pode utilizar a sua nota do Enem e se inscrever em curso superior presencial ou a distância por meio do ingresso direto. 

Selecionamos algumas boas faculdades, reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, que participam de programas como o ProUni e ainda trabalham com o ingresso direto. Conheça:

As instituições listadas acima ainda oferecem diversos benefícios financeiros como descontos, bolsas de estudos e financiamentos próprios sem burocracia.

Veja também:

Descubra o que você pode fazer com a nota do Enem

Descubra como funciona a isenção da taxa do Enem

Pretende participar do Enem digital? Conta para a gente nos comentários qual curso você gostaria de fazer!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin