dcsimg

Veja algumas dicas para fazer uma ótima redação no Enem

Está com medo de zerar na redação do Enem? Confira nossas dicas para se sair bem e garantir uma ótima nota!

Seguir as dicas certas para a redação do Enem ajuda a ganhar mais confiança e reduzir a ansiedade em relação a essa prova, que é considerada por muitos como a mais difícil do exame.

Pensar que será preciso escrever sobre um tema que você só conhecerá na hora pode parecer realmente assustador, mas, com a preparação correta, tudo fica mais fácil e você elimina a possibilidade de zerar na redação.

Continue lendo para conhecer algumas dicas simples e eficazes para fazer uma redação de acordo com as regras do Enem e garantir uma ótima nota!

Redação no Enem: dicas para escrever um ótimo texto

A primeira dica para fazer uma ótima redação no Enem é entender bem o que os avaliadores consideram na hora de corrigir seu texto.

O Enem exige que o candidato escreva um texto dissertativo-argumentativo em prosa sobre alguma questão-problema política, cultural ou social, de no máximo 30 linhas. Mas o que isso significa na prática?

Significa que você terá que defender uma opinião (tese) sobre o tema e apresentar argumentos consistentes (como dados estatísticos ou fatos históricos, por exemplo).

Os argumentos precisam ter relação entre si e formar uma linha de raciocínio que leva a uma conclusão (chamamos isso de coerência e concisão do texto).

O texto precisa ser escrito na modalidade formal da Língua Portuguesa, ou seja, nada de gírias, contrações (como “pra”, em vez de para) e muito cuidado com a parte de ortografia e gramática.

Além disso, no final da redação você precisará apresentar uma proposta de intervenção social, ou seja, um caminho para solucionar o problema. A proposta de intervenção não pode desrespeitar os direitos humanos.

Possíveis temas da redação do Enem

A tal questão-problema de natureza política, cultural ou social nada mais é do que o próprio tema da redação.

Geralmente são cobrados assuntos atuais, que já foram muito falados nos meios de comunicação, como telejornais e portais de notícias na internet. Por isso é possível até mesmo deduzir quais serão os possíveis temas da redação em cada edição do exame.

Veja alguns exemplos de temas da redação de edições anteriores do Enem:

2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil.

2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil.

2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira.

2014: Publicidade infantil em questão no Brasil.

Possíveis temas da redação do Enem 2018

  • Fake news
  • Obesidade no Brasil
  • Ressurgimento de doenças já erradicadas
  • Doenças mentais
  • Mobilidade urbana

Conheça a estrutura da prova

Com base em edições anteriores do Enem, podemos dizer que a prova de redação apresenta a seguinte estrutura:

Instruções para a redação: essa parte traz informações sobre o rascunho, como preencher a folha de redação, sobre a proibição de copiar trechos dos textos motivadores e do caderno de questões, assim como as situações que fazem a redação levar nota zero.

Textos motivadores: a prova inclui três ou quatro textos relacionados ao tema proposto que servem como base para a escrita da redação. O candidato pode inclusive utilizar dados apresentados nos textos motivadores em sua argumentação.

Vale ressaltar que não se deve copiar trechos de tais textos, uma vez que as partes copiadas são desconsideradas na hora da correção (não servirão para atingir o número mínimo de linhas).

Proposta de redação: nessa parte é apresentado o tema da redação.

Leia a prova e compreenda a proposta de redação

É importante ler com atenção toda a prova e entender bem a proposta da redação.

Utilizando como exemplo o tema da edição de 2014 (“Publicidade infantil em questão no Brasil”), muita gente se confundiu, achando que era para falar sobre crianças que atuam em propagandas.

Na verdade, o tema em questão eram os comerciais e peças publicitárias em geral que se dirigem ao público infantil, como anúncios de brinquedos e alimentos.

Conheça os itens que podem zerar uma redação

De acordo com o edital do Enem 2018, pode levar nota zero à redação que:

  • Fuja totalmente ao tema proposto.
  • Tenha até 7 linhas.
  • Não siga a estrutura dissertativo-argumentativa.
  • Copie integralmente os textos motivadores, do caderno de questões ou a proposta de redação.
  • Contenha desenhos, números ou outras formas propositais de anulação fora do texto.
  • Apresente alguma parte propositalmente desconectada do tema proposto (como mensagens de protesto, trechos de poemas e músicas, por exemplo).
  • Tenha a assinatura, nome, apelido ou rubrica fora do local indicado para isso na prova.
  • Seja escrita em outro idioma.
  • Não seja transcrita para a folha de redação (fazer apenas o rascunho).

Como se preparar para a redação do Enem

Confira agora algumas dicas de como se preparar para o dia da prova:

  • Pratique com provas anteriores, que podem ser baixadas no site do Inep. Embora não existam gabaritos para a redação, você pode comparar seu texto com os que obtiveram nota máxima no exame (1.000 pontos).
  • Grave a estrutura básica de texto cobrada no exame e pratique cada uma de suas partes (introdução, desenvolvimento da argumentação, conclusão e proposta de intervenção social).
  • Revise os conteúdos de Língua Portuguesa nos quais você tem maior dificuldade e que podem ajudar na hora da redação (concordância verbal, pontuação, ortografia etc.).

Para que serve a nota do Enem

Você pode usar a nota do Enem para:

  • Participar do Sisu e tentar uma vaga em universidades públicas de todo o Brasil.
  • Se inscrever no ProUni e concorrer a uma bolsa de estudos em instituições privadas.
  • Tentar financiar as mensalidades da faculdade pelo Fies, para começar a pagar somente depois da formatura.
  • Ingressar em uma faculdade privada, para fazer um curso presencial ou a distância, sem ter que prestar vestibular.

Onde estudar

Conheça algumas instituições de ensino reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso, para que você possa se matricular sem ter que passar pelo processo seletivo (vestibular).

São faculdades que oferecem cursos de várias áreas, presenciais e a distância, participam de programas governamentais como ProUni e Fies, além de terem seus próprios sistemas de concessão de bolsas, descontos e crédito educativo sem burocracia.

Veja também:

Descubra quais conteúdos você deve estudar pro ENEM

Descubra quais são as matérias que mais caem no ENEM e como se preparar

Como vimos, conhecer bem a estrutura de texto que é cobrada no exame, praticar com provas anteriores e revisar os conteúdos nos quais se tem mais dificuldade são dicas úteis para fazer uma ótima redação no Enem.

E você, já sabe qual faculdade vai fazer depois de prestar o Enem? Deixe um comentário!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin