Descubra quais são as datas do Enem 2020

Vai fazer o Enem 2020? Então, fique atento a todas as datas e não perca nenhum prazo!

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a maior prova aplicada no país e na edição de 2020 traz uma grande novidade que será a realização em dois formatos: digital e presencial. 

Para ambas as formas, o estudante precisa estar atento a todas as datas, pois o MEC (Ministério da Educação) é muito exigente em seus prazos, e, caso perca algum deles, você só poderá realizar a próxima edição do exame. 

Datas do Enem 2020 

Apesar de o Enem normalmente ser aplicado no fim do ano, o processo de inscrição começa já no primeiro semestre, então fique atento a todos os prazos para não perder a oportunidade de realizar esta edição do exame. 

Confira as datas do Enem 2020:

  • Pedidos de isenção da taxa de inscrição: abril 
  • Inscrições: maio 
  • Provas tradicionais: 17 e 24 de janeiro de 2021
  • Provas digitais: 31 de janeiro e 07 de fevereiro de 2021
  • Resultado: 29 de março de 2021

As inscrições para o Enem digital e presencial são no mesmo período, porém apenas 100 mil estudantes poderão participar da edição virtual. 

Os resultados para ambos os formatos também estão programados para o mesmo período, em março de 2021. 

Como fazer a inscrição no Enem 2020?

Para se inscrever no Enem 2020, o estudante precisa:

  • Acessar o site oficial do Enem (enem.inep.gov.br), ir em “realizar inscrição” e preencher os seus dados. Caso tenha sido aprovado no pedido de isenção da taxa, o sistema vai reconhecer o seu CPF e pular algumas etapas.
  • Ao prosseguir, diversas informações pessoais serão solicitadas, como sexo, cor/raça, estado civil, nacionalidade, RG e CEP da sua residência.
  • Escolha uma língua estrangeira (inglês ou espanhol) para realizar a prova. 
  • Preencha as informações sobre escolaridade e o questionário socioeconômico.
  • Informe um contato e uma senha para acessar o sistema. 
  • Gere o boleto bancário para pagamento (para não isentos).
  • Pronto! Agora é só aguardar a confirmação de pagamento do seu boleto caso você não tenha conseguido a isenção.

Para utilizar a nota do Enem para ingressar em uma faculdade, o estudante precisa ter concluído ou estar concluindo o ensino médio neste ano. 

Aqueles estudantes que ainda estão no primeiro ou segundo ano do ensino médio podem se inscrever na opção de treineiro, onde poderão treinar, ver como funcionam as provas, e assim o Enem 2020 servirá como um “teste” para as edições posteriores. 

Como solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem 2020? 

Muitos estudantes, infelizmente, não podem arcar com o valor da inscrição do Enem. Em 2020 essa taxa é de R$ 85, mas alguns candidatos podem conseguir a sua isenção. 

Para solicitar isenção, o candidato precisa se encaixar em um dos requisitos abaixo:

  • Estar cursando a última série do ensino médio no ano do exame, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica.
  • Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e ter renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio.
  • Estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda (renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos).

O período de solicitação de isenção acontece antes das inscrições no site oficial do Enem (enem.inep.gov.br), e o estudante precisa comprovar mediante documentação a sua condição. 

O que fazer com a nota do Enem 2020? 

Existem diversas formas de utilizar a sua nota do Enem 2020, confira:

Sisu: você pode tentar ingressar em uma universidade pública por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições iniciam logo após o resultado do Enem e não é preciso ter obtido nota mínima para participar, porém a concorrência é bastante alta. 

ProUni: outra forma de ingressar em uma faculdade com a nota do Enem é pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), que dispõem bolsas de estudo, parciais e integrais, em instituições particulares. Para participar, é necessário ter obtido nota igual ou superior a 450 pontos, não ter zerado a redação e comprovar renda de acordo com o tipo de bolsa selecionada.

Fies: se não conseguiu bolsa de estudo ou vaga em uma universidade pública, existe a opção de financiar todo o seu curso com o Financiamento Estudantil (Fies). Para participar, também é necessário ter obtido nota igual ou superior a 450 pontos, não ter zerado a redação e comprovar renda. 

Ingresso direto pelo Enem: essa é uma forma rápida e facilitada de entrar em uma faculdade. Com o ingresso direto, o estudante não precisa participar de um processo seletivo, apenas se inscrever no site da instituição e aguardar o resultado Também não é preciso comprovar renda nem ter obtido nota mínima no Enem.  

Viu quantas opções você tem para utilizar a sua nota do Enem 2020 para ingressar em um curso superior? 

Agora confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que participam dos programas ProUni, Fies e ingresso direto pelo Enem, além de oferecerem bolsas de estudo e financiamentos próprios, sem burocracia e comprovação de renda: 

Veja mais: 

Descubra as notas de corte do Enem 2019

Notas de corte do Sisu 2020 por curso e algumas universidades  

Já sabe como vai utilizar a nota do Enem 2020? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin