dcsimg

Enem 2020 digital: Conheça o novo jeito de fazer o Enem

Saiba tudo sobre essa supernovidade para quem vai fazer as provas do Enem em 2020!

Demorou, mas finalmente está aqui: a em 2020 o Enem vai poder ser feito digitalmente, por computador!

A primeira versão do exame nesse formato será realizada de forma ainda compacta, para alguns poucos candidatos mais aventureiros.

Ainda assim, é uma revolução e tanto para os próximos tempos, afinal o MEC quer que o Enem seja 100% online em poucos anos.

Está interessado em saber como funciona?

Então conheça a seguir esse novo jeito de fazer o Enem em 2020!

O Enem digital 2020

Na estrutura, o Enem digital vai ser igual ao Enem tradicional: o mesmo número de questões, as mesmas áreas do conhecimento, os mesmos modelos de caderno de prova com ordem diferentes de questões, o mesmo formato de redação, o mesmo tempo de prova.

O que muda é basicamente a forma de fazer.

Em 2020, alguns alunos vão poder encarar a prova diante de um computador, instalado em laboratórios de escolas escolhidas.

Tudo será digital: o preenchimento dos gabaritos, a marcação das questões, e até o texto da redação.

A organização deve ceder papel para rascunho, mas que não serão levados em conta depois.

O Enem digital promete ser mais prático, uma vez que, além de poupar papel, envia os dados diretamente para os computadores do MEC, onde podem ser rapidamente processados.

As questões, claro, vão ser diferentes das provas tradicionais, mas seguindo o estilo de diversos graus de conhecimento e com o mesmo nível de dificuldade geral.

Será que você vai estar entre os privilegiados que vão experimentar esse formato pela primeira vez? Descubra a seguir como garantir sua participação!

Como se inscrever no Enem digital 2020

Em 2020, por ser a primeira vez que o MEC aplica o Enem digital, o formato será um tanto restrito. Somente um pequeno grupo de candidatos poderá fazê-lo.

Para se inscrever no digital é preciso aguardar até o mês de maio, quando as inscrições gerais devem começar.

Se você residir ou for fazer a prova numa das cidades atendidas pelo formato, pode garantir sua participação se garantir a inscrição logo cedo.

No site oficial do Enem, quando abrirem as inscrições, você vai entrar no sistema com seu CPF e data de nascimento, preencher todos os dados solicitados e, no campo determinado, clicar na opção correspondente ao Enem digital.

Como são poucas vagas – estima-se que 50 mil – é provável que a opção fique indisponível rapidinho.

O Enem digital custa o mesmo que o Enem tradicional e também aceita a participação de isentos.

Qualquer um pode tentar.

Quando acontece o Enem digital 2020

Curiosamente, o Enem digital vai acontecer semanas antes do tradicional.

Para 2020 o calendário previsto é o seguinte:

  • Dia 11 de outubro: provas de Linguagens e Códigos, Redação e Ciências Humanas.
  • Dia 18 de outubro: provas de Matemática e Ciências da Natureza.

O tempo de prova será de cinco horas e meia no primeiro dia e de cinco horas no segundo. As provas objetivas terão 45 questões cada, totalizando 180.

O Enem tradicional está previsto para acontecer nos dias 1º e 8 de novembro.

Onde vai acontecer o Enem digital 2020

Em 2020 o Enem digital vai ser aplicado em apenas 15 capitais brasileiras:

  • Belém (PA)
  • Belo Horizonte (MG)
  • Brasília (DF)
  • Campo Grande (MS)
  • Cuiabá (MT)
  • Curitiba (PR)
  • Florianópolis (SC)
  • Goiânia (GO)
  • João Pessoa (PB)
  • Manaus (AM)
  • Porto Alegre (RS)
  • Recife (PE)
  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Salvador (BA)
  • São Paulo (SP)

A expectativa é que em 2021 tenhamos mais cidades nessa lista, até que, em 2026 (previsão do MEC), o exame se torne 100% digital!

Resultado do Enem digital 2020

Embora seja feito algumas semanas antes do tradicional, o resultado do Enem digital 2020 só vai sair junto com os de todo mundo, em janeiro de 2021.

Por que tanta demora em divulgar uma prova que é feita digitalmente?

Bom, lembre-se de que os avaliadores terão de ler e analisar criteriosamente milhões de redações de todo o Brasil. Isso não é tarefa rápida.

Fora isso, os computadores precisam processar os gabaritos – digitais e impressos – várias e várias vezes, para diminuir a margem de erro.

Quando os resultados saírem, você pode acessar o site oficial do Enem com seus dados de cadastro e saber quanto tirou em cada uma das provas e na redação.

Como usar o Enem digital 2020

O Enem digital tem a mesma validade do tradicional na hora de buscar uma vaga em uma universidade.

Os candidatos poderão participar de todos os processos seletivos que usam a nota do exame – desde que se encaixem nos critérios estabelecidos por cada um.

Veja quais são suas chances:

Sisu 2021: Você pode tentar vaga em universidade pública e instituto federal de educação usando a nota obtida no Enem 2020 – desde que não tenha zero na redação.

ProUni 2021: Também pode tentar bolsa de estudos em faculdade privada, caso atenda às exigências para participação: nota de pelo menos 450 nas provas, acima de zero na redação, renda familiar de até três salários mínimos por pessoa e formação de ensino médio em escola pública.

FIES: Programa que concede crédito estudantil para quem quer financiar um curso superior em condições acessíveis. Aqui dá para usar na disputa a pontuação de qualquer Enem a partir de 2010. A renda familiar para participar não pode ultrapassar cinco salários mínimos por pessoa.

Ingresso direto: Use sua nota no Enem (a de 2020 ou qualquer outra edição) para entrar em diversos cursos de faculdades particulares sem prestar vestibular.

Fora isso, os processos seletivos do Enem trabalham apenas com faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

Conheça algumas:

Veja também:

Conheça o edital do Enem 2020 e todas informações importantes

Bateu vontade de fazer o Enem digital em 2020? Vai tentar? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin