dcsimg

Fui aprovado no ProUni, e agora? Descubra os próximos passos

Saiba o passo a passo para formalizar sua bolsa ProUni. 

Desde que foi instituído, o ProUni, Programa Universidade para Todos, do governo federal, já atendeu a mais de 3 milhões de estudantes, concedendo bolsas de estudo integrais ou parciais para que alunos do ensino médio possam realizar o sonho de cursar uma faculdade.

As bolsas integrais cobrem 100% dos valores de mensalidade do curso e são concedidas a estudantes que cumprem critérios sociais e econômicos para serem contemplados nessa modalidade.

Já as bolsas parciais, de 50%, cobrem, como o nome diz, parte dos custos de mensalidade. A outra parte é custeada pelo próprio estudante. 

No primeiro semestre de 2019, foram distribuídas cerca de 245 mil bolsas, sendo aproximadamente 117 mil integrais e 127 mil parciais.

Se você foi contemplado com uma bolsa do ProUni e ainda não sabe o que fazer, preparamos para você um passo a passo para deixar tudo pronto rumo ao seu futuro. 

Recebi uma bolsa do ProUni, e agora? 

Você se inscreveu na seleção, abriu o site do ProUni e viu seu nome na lista de contemplados. Parabéns! Isso é ótimo! E agora? O próximo passo é procurar a universidade que você escolheu para realizar sua matrícula. 

Para isso, você precisará dos seguintes comprovantes e documentos: 

Documentos de identificação (apresentar algum desses documentos)

  • Carteira de identidade (RG);
  • Carteira nacional de habilitação (CNH);
  • Carteira de trabalho;
  • Passaporte;
  • Registro nacional de estrangeiros;
  • Identidade militar.

Comprovante de renda (apresentar algum desses comprovantes)

  • Três últimos contracheques (no caso de ser assalariado);
  • Três últimos extratos bancários;
  • Imposto de renda;
  • Recibo da declaração do imposto de renda.

Comprovante de residência (apresentar ao menos algum desses comprovantes)

  • Conta de luz, água, gás, energia ou de telefone;
  • Boletos bancários, como condomínio ou plano de saúde;
  • Fatura do cartão de crédito;
  • IPTU;
  • Correspondências bancárias.

Comprovantes do ensino médio

  • Certificado de conclusão do ensino médio;
  • Certificado do Encceja;
  • Comprovante de ter cursado o ensino médio em escola pública; ou
  • Comprovante, emitido pela escola, de ter recebido bolsa integral durante o curso do ensino médio em escola particular.

Existem ainda os casos especiais: 

Professores da rede pública devem apresentar um comprovante de enquadramento de pessoal e exercício da profissão de magistério na rede pública e estão dispensados de apresentar um comprovante de renda. 

Estudantes portadores de deficiência também devem apresentar o laudo médico especificando o grau da deficiência e sua classificação internacional de doença ー CID. 

Documentação ok! Qual o passo seguinte? 

Após reunir toda a documentação necessária, você deve se dirigir até a instituição de ensino escolhida portando o original e uma cópia simples de cada um desses comprovantes e documentos para realizar a matrícula (não precisa ser cópia autenticada em cartório).

As instituições possuem uma coordenadoria especial para receber os casos de bolsistas do ProUni, o que facilita e acelera o processo de concessão de bolsa. 

Documentação entregue. Já está tudo certo para o início das aulas? 

Ainda não. Feita a entrega de toda a documentação, você receberá um protocolo que confirma essa entrega à instituição.

Mas atenção, pode ser que ainda lhe peçam alguns documentos complementares, que devem ser juntados aos demais documentos já entregues. 

Além disso, a instituição pode solicitar que o aluno ainda passe por uma avaliação para, então, ter sua matrícula realizada.

Entretanto, é importante lembrar que para que você possa, de fato, iniciar suas aulas, é preciso que a turma seja fechada. Por isso, é importante aguardar o retorno definitivo da instituição de ensino em relação à sua matrícula. 

Prazos para o ProUni

Você entregou toda a documentação solicitada, a universidade validou tudo e está tudo certo. Entretanto, o curso que você tanto queria não fechou uma turma e, assim, não será possível que você se comece a estudar. 

Isso ocorre porque, para ter sua bolsa validada, é preciso que você esteja matriculado em um curso. 

Se você faz parte da primeira lista, não se preocupe, você continua concorrendo na segunda chamada. 

Se você faz parte de bolsas remanescentes e seu curso não terá uma nova turma ingressante, você pode concorrer a outra bolsa no edital seguinte do ProUni. 

Por ano, o governo abre dois editais, um normalmente em janeiro e o outro normalmente em agosto. O importante é você não desistir e continuar tentando sua tão desejada vaga no ensino superior.

Instituições credenciadas no ProUni

Separamos para você algumas instituições que são credenciadas no MEC para oferecer bolsas do ProUni. A melhor parte é que o MEC só credencia universidades e faculdades que tenham sua qualidade de ensino comprovada. 

Assim, você tem a certeza de que fez uma boa escolha na hora de se matricular em seu curso superior. 

Deixe nos comentários se você conseguiu reunir com facilidade toda a documentação solicitada para receber a bolsa do ProUni. 

Veja também: 

Entenda quando e como fazer a inscrição do Sisu

Como funcionam as cotas do ProUni

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin