dcsimg

Veja onde fazer a inscrição para ter a isenção do Enem 2020

A gente ensina como fazer o Enem 2020 sem pagar um centavo sequer. Descubra agora mesmo!

A isenção é um baita benefício que a organização do Enem oferece a quem mais precisa.

Para poder aproveitar essa facilidade, os candidatos precisam estar ligados em todas as datas e procedimentos exigidos pelo MEC.

A gente já adianta: é tudo muito simples!

A seguir, veja onde fazer a inscrição para ter a isenção do Enem 2020!

Onde fazer a inscrição para ter isenção do Enem 2020

Logo no início do texto a gente falou que os candidatos interessados na isenção precisam estar atentos. Isso é necessário porque o processo para solicitação do benefício começa bem antes da inscrição do Enem, e dura pouco.

As datas exatas só serão conhecidas após a divulgação do edital do Enem 2020, mas é certo que o MEC começará a receber os pedidos de isenção entre o final de março e início de abril.

Quando o processo estiver aberto, o interessado precisa acessar o site oficial do Enem, digitar seu CPF e data de nascimento e, na sequência, preencher todos os campos solicitados.

Depois é só aguardar a divulgação dos resultados.

Mas a isenção tem um detalhe que precisa ser observado: o benefício está disponível apenas para certos grupos de candidatos.

Veja a seguir se você se encaixa em algum deles.

Quem pode fazer a inscrição para ter a isenção do Enem 2020

Infelizmente a isenção do Enem 2020 não é para todo mundo.

Para fazer o pedido, o candidato precisa se encaixar em pelo menos um dos perfis listados abaixo:

  • Estudou todo o ensino médio em escola da rede pública, ou em escola particular como bolsista integral, e tem renda familiar mensal bruta de até 1,5 salário mínimo por pessoa.
  • Está na ultima série do ensino médio e regularmente matriculado em escola da rede pública.
  • Está em reconhecida situação de vulnerabilidade social, possui Número de Inscrição Social (NIS) válido e único e tem renda familiar mensal bruta total de até três salários mínimos, ou meio salário mínimo por pessoa.

Para quem conseguiu isenção em 2019 e não foi fazer as provas, o bicho vai pegar. O MEC só vai dar o benefício novamente se o candidato justificar que faltou aos exames por motivos de força maior, como doença, problemas judiciais, compromissos de trabalho, acidentes, etc. Tudo deve ser comprovado com atestados, laudos, declarações, boletins de ocorrência, etc.

Como ver o resultado da isenção do Enem 2020

Para saber se conseguiu a isenção do Enem 2020 o candidato deve apenas acessar o site oficial do Enem, com seus dados pessoais, assim que o MEC anunciar os resultados.

Isso deve acontecer poucos dias depois do encerramento do processo de solicitação de isenção. A consulta é individualizada, não tem listão.

IMPORTANTE: A isenção não significa que o candidato está automaticamente dentro do Enem 2020. Em maio, quando abrir o processo geral de inscrição, o isento deve fazer o cadastro como todos os demais participantes. A única diferença é não ter de pagar a taxa.

Quem ficar de fora da isenção ainda terá a oportunidade de contestar a decisão do MEC. Isso acontece logo após a divulgação dos resultados e dura apenas alguns dias. Pode haver a necessidade de enviar documentos adicionais.

Os que não conseguirem isenção terão mesmo de pagar a taxa caso queiram participar do Enem 2020.

Prepare-se para o Enem 2020 e entre na faculdade

Em 2020, o Enem acontece em dois domingos do mês de novembro, nos dias 1 e 8.

São cinco provas no total: Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Redação, Matemática e Ciências da Natureza.

Os resultados gerais devem sair em janeiro de 2021, e logo depois começa a corrida por uma vaga no ensino superior.

Veja as oportunidades que se abrirão para você:

Sisu – É a sua chance de entrar numa universidade pública. O processo seletivo utiliza a nota do Enem 2020 para distribuir vagas em cursos por todo o país. Acontece duas vezes por ano e é sempre muito concorrido. Por isso, quanto maior a nota obtida nas provas, melhor.

ProUni – Faça uma faculdade privada com bolsa de estudos fornecida pelo governo federal. Para isso é preciso ter feito do Enem 2020, obtido uma boa nota e se encaixar em alguns perfis socioeconômicos determinados pelo MEC.

FIES – Essa é uma bela alternativa para financiar os estudos a juros baixos. O programa ainda oferece um prazo bem generoso para pagamento da dívida e o pagamento só começa depois da formatura. Para tentar o benefício o candidato pode ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, desde que cumpra os requisitos de desempenho no exame e renda familiar.

Ingresso sem vestibular – E para quem prefere comodidade, o ingresso direto está aí para facilitar bastante a vida de quem fez o Enem. Diversas faculdades privadas permitem a entrada automática em cursos de diversas áreas, só com as notas das provas.

Como você já deve imaginar, são inúmeras as opções de locais onde você pode entrar usando apenas a nota do Enem.

Por isso a gente recomenda a escolha de instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. Sempre!

Conheça algumas delas:

Veja também:

Conheça o edital do Enem 2020 e todas informações importantes 

Entendeu como fazer a inscrição para ter isenção do Enem 2020? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin