Descubra como funciona a isenção da taxa do Enem

Saiba quem pode pedir isenção da taxa de inscrição do Enem e veja o passo a passo para fazer a solicitação. 

Todos os anos, milhões de estudantes fazem o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). De acordo com o governo, cerca de 70% dos participantes obtêm isenção da taxa de inscrição do Exame — que, atualmente, está em torno de R$ 90 — e realizam as provas gratuitamente.

Quer entender como funciona o pedido de isenção da taxa do Enem? Explicamos todos os detalhes a seguir. Confira!

Quem pode pedir isenção da taxa do Enem?

Os editais das edições mais recentes do Enem permitem solicitar isenção de taxa nas seguintes situações:

1. Caso o estudante esteja cursando o último ano do ensino médio no ano de realização do Enem, em escola da rede pública de ensino declarada ao Censo da Educação Básica. Esse é o caso mais simples: basta registrar as informações pessoais no sistema do Enem, informando o nome e o código da escola. Se todas as informações estiverem de acordo com os registros do MEC (Ministério da Educação), a isenção é liberada automaticamente.

2. No caso do participante que já concluiu o ensino médio, é permitido pedir isenção se ele tiver cursado toda essa etapa escolar na rede pública ou como bolsista integral em instituição particular e, além disso, tiver renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo por pessoa.

3. Caso o estudante esteja em situação de vulnerabilidade socioeconômica e esteja inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal). Esse cadastro tem algumas exigências: renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa ou de até 3 salários mínimos no total. Nesse caso, será preciso informar o NIS (Número de Identificação Social) ao realizar o cadastro no site do Enem. 

Como fazer o pedido de isenção da taxa do Enem?

A solicitação de isenção da taxa do Enem é feita de forma digital. Confira o passo a passo para realizar o pedido:

  • No período definido pelo edital do Exame (normalmente publicado em março), entre no site oficial do Enem e acesse o sistema digital de isenção.
  • Informe seu CPF e sua data de nascimento.
  • Confirme que você se enquadra em pelo menos um dos casos que dão direito à isenção da taxa.
  • Confira se os dados pessoais apresentados estão certos e confirme.
  • Forneça as informações solicitadas sobre seu período no ensino médio.
  • Informe o número do NIS caso você tenha e preencha o questionário socioeconômico.
  • Informe seus dados de contato e, em seguida, crie uma senha (ela será usada para você acompanhar sua solicitação de isenção).
  • Caso você tenha conseguido a isenção na edição anterior do Enem e não tenha comparecido aos dois dias de prova, justifique sua ausência.
  • Para terminar, verifique o resumo das suas informações e clique no botão “Enviar”.

Qual é o prazo para solicitar isenção da taxa do Enem?

Os editais do Enem estabelecem, normalmente, um período de 10 dias corridos para realizar essa solicitação, no começo do mês de abril. Esse período é anterior à etapa de inscrições, prevista para a primeira quinzena de maio.

E atenção: a solicitação de isenção da taxa não funciona como inscrição no Enem. Ou seja: todos que quiserem fazer o Exame, independentemente de terem pedido isenção ou não, precisam efetuar a inscrição no período estabelecido pelo edital.

Quando e onde sai o resultado do pedido de isenção?

O resultado dos pedidos de isenção é informado no site oficial do Enem, após o fim do período para envio das solicitações (em meados de abril).

Quem não tiver o pedido aprovado poderá entrar com recurso por meio do próprio sistema do Enem. Nesse caso, será necessário anexar documentos que comprovem a situação declarada pelo estudante. O resultado do recurso é divulgado pelo sistema antes da abertura das inscrições.

Quais são as datas importantes do Enem?

Para se organizar, fique de olho nas datas e etapas mais importantes do calendário do Enem:

  • Publicação do edital: março
  • Pedidos de isenção da taxa de inscrição: abril
  • Inscrições: maio
  • Provas digitais: outubro
  • Provas tradicionais (impressas): novembro
  • Resultados individuais: janeiro do ano seguinte

Onde estudar usando a nota do Enem?

Seu resultado no Enem pode abrir muitas portas em universidades públicas e privadas. A nota é usada, por exemplo, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para instituições públicas de todo o país.

Nas faculdades particulares, o resultado pode ser usado para ingresso direto (sem fazer vestibular) e como critério para distribuição de bolsas de estudos por meio de programas do governo, como o Programa Universidade para Todos (ProUni), ou de iniciativas mantidas pelas próprias instituições.

Listamos abaixo algumas universidades particulares reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que aceitam o Enem como forma de ingresso, trabalham com programas do governo e têm sistemas próprios de descontos e bolsas de estudos. Clique e navegue pelos sites para saber mais:

Gostou das opções? Entre em contato com a universidade de seu interesse e pergunte sobre cursos, processos seletivos e programas de bolsas.

Leia também:

Veja como descobrir o local de prova do Enem

Confira dicas para conseguir uma boa nota no Enem

Você vai pedir isenção da taxa do Enem? E como pretende usar sua nota para ingressar no ensino superior? Deixe um comentário contando para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin