dcsimg

Entenda onde ver e o que fazer com sua nota do Enem 2019

Fez o Enem em 2019? Confira onde vai poder acessar sua nota e o que fazer com ela!

Quem tirar uma boa nota no Enem 2019 tem muitas chances de entrar na universidade, conseguir bolsa de estudos e financiamento.

E quem não tirar uma nota tão maravilhosa assim, também!

Na verdade, as possibilidades no ensino superior são muitas para quem faz o Enem.

Aqui você vai descobrir quando e onde vai poder acessar sua nota do Enem 2019 e todos os processos seletivos em que vai poder entrar com seu desempenho.

Confira agora mesmo e planeje um belo salto em sua carreira!

Quando sai a nota do Enem 2019

As provas do Enem 2019 acontecem nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos seguidos. O gabarito oficial está programado para sair até o dia 13 do mesmo mês.

A nota, no entanto, demora um pouco mais. Para os ansiosos, demora muito mais!

São dois meses de espera, pelo menos.

É que o resultado do Enem 2019, que mostra as notas obtidas em cada uma das quatro provas objetivas (Linguagens, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza) e da redação, só será divulgado em janeiro de 2020, em data ainda a ser definida pelo Ministério da Educação (MEC).

Como descubro a minha nota do Enem 2019

Infelizmente, não tem como calcular a nota do Enem 2019 usando o número de acertos como base.

O exame tem um sistema de correção super complexo, que envolve cálculos estatísticos e leva em consideração não apenas as questões corretas, mas também a coerência do participante ao responder questões fáceis, médias e difíceis, e o desempenho geral da galera.

O jeito é esperar mesmo.

Quando MEC liberar o resultado, basta acessar a página do participante com seu CPF e senha ou o aplicativo oficial do Enem para celulares.

O que vou poder fazer com a nota do Enem 2019

Enquanto a nota não sai, é legal começar a se preparar para os processos seletivos que podem garantir uma vaga no ensino superior, uma bela bolsa de estudos ou um financiamento estudantil a juros baixíssimos e prazo longo para pagar a dívida.

Confira aqui o que dá para fazer com a nota do Enem 2019.

Sisu 2020

Queridinho dos enemzeiros, o Sisu usa a nota do Enem mais recente para distribuir vagas em mais de 100 instituições públicas de ensino superior.

Quem fizer o Enem 2019 e não zerar na redação vai poder participar do Sisu 2020. O legal do Sisu é que é um processo bem simples de participar: basta se inscrever pela internet, ficar monitorando as notas de corte, mudar de opção se for o caso e aguardar o resultado, que sai rapidinho. Não precisa se enquadrar em critérios de renda familiar nem ter estudado só em escola pública, nem tem limite de idade. Não zerou na redação? Pode se inscrever!

O lado não tão maravilhoso: o Sisu é difícil de passar. As notas de corte dificilmente ficam abaixo de 500 pontos na média das provas. Os cursos mais difíceis são aqueles suspeitos de sempre: Medicina, que pode superar os 800 pontos, e os cursos de Engenharia e Direito em algumas universidades mais concorridas.

As inscrições para a primeira edição do Sisu 2020 vão abrir logo após a divulgação das notas do Enem 2019. Tem outra edição no meio do ano, com menos vagas, para começar as aulas no segundo semestre.

O Sisu só vale para cursos presenciais.

ProUni 2020

Graças ao ProUni, muita gente que nem sequer sonhava em cursar a faculdade agora está com o diploma na mão.

O programa usa a nota do Enem mais recente para distribuir bolsas de estudos integrais e parciais em cursos presenciais e EAD de faculdades bem avaliadas pelo MEC.

O melhor: quem recebe o benefício não precisa se preocupar em devolver nada depois de formado. Pode fazer a faculdade tranquilamente com abatimento de 100% ou 50% de todas as mensalidades – o que determina se vai receber bolsa integral ou parcial é a renda familiar.

Para se inscrever no ProUni 2020 é obrigatório ter feito o Enem 2019, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. Além disso, o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa e ter feito todo o ensino médio em escola pública (ou como bolsista integral de escola particular). Como é voltado para quem mais precisa de uma força para entrar na faculdade, o programa só aceita candidatos que ainda não tenham diploma de nível superior.

O ProUni também tem duas edições por ano, que acontecem logo após a divulgação do resultado do Sisu.

FIES

Quem se enquadrar nos requisitos de renda e desempenho em qualquer edição do Enem a partir de 2010 pode tentar a sorte no FIES. O programa seleciona candidatos para um benefício bem interessante: financiamento estudantil a juros baixos, com cobrança da dívida em várias parcelas, que só começam a valer depois da formatura.

Para participar é preciso apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.

São duas edições por ano, que acontecem sempre depois do ProUni. O FIES só vale para cursos presenciais.

Ingresso Direto

Aqui temos uma ótima notícia para quem busca uma forma descomplicada de entrar na faculdade, que não exige notas altíssimas nem grandes esforços.

Aceita por muitas e muitas faculdades pelo Brasil afora, com requisitos diferentes, porém simples de cumprir, o acesso automático via nota do Enem permite que até aquele desempenho não tão incrível encontre um lugar ao sol.

Um cuidado: só faça isso depois de se certificar de que a faculdade é reconhecida e bem avaliada pelo MEC. É o que vai garantir uma boa entrada no mercado depois.

Não sabe por onde começar? A gente ajuda!

Onde usar a nota do Enem 2019

Fizemos uma lista com algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC que oferecem cursos em todas as áreas do conhecimento.

Todas elas, todinhas mesmo, aceitam a nota do Enem 2019. E ainda têm programas próprios que facilitam o pagamento das mensalidades, como convênios, descontos e bolsas de estudos.

Clique e conheça:

Veja também:

Veja qual pontuação precisa pra entrar na faculdade com Enem

Já sabe onde vai usar sua nota do Enem 2019? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin