dcsimg

Notas do Enem 2018: Descubra onde usar!

Descubra como a sua nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode te ajudar a entrar em faculdades privadas e particulares.

Criado em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cumpre como principal objetivo o de avaliar os estudantes de escolas públicas e particulares do Ensino Médio de modo a contribuir na formulação de políticas públicas no campo da educação.

O foco principal deste exame é verificar as competências e habilidades que o aluno domina, como capacidade de interpretação de gráficos e textos. O exame também verifica a capacidade de construir argumentos e apresentar ideias bem estruturadas.

Por ser uma prova tão abrangente, que avalia competências amplas dos alunos, atualmente, mais do que um instrumento de avaliação do governo, o exame também se tornou um mecanismo que ajuda muitos estudantes a ingressarem na universidade. Isso porque, cada vez mais, universidades públicas e privadas estão usando a nota no Exame como critério para selecionar seus alunos.

A prova de avaliação não é obrigatória, mas apesar disso, por abrir portas para os alunos entrarem em cursos de graduação, vem se tornando uma prova bastante esperada, para a qual os estudantes se preparam e se dedicam.

Há quatro formas de aproveitar esse recurso, o enem para entrar na universidade. A seguir, descubra como funciona e o que você deve fazer.

Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

O Sistema de Seleção Unificada, conhecido como Sisu, é um programa do Governo Federal que se utiliza da nota obtida por um aluno no Enem para classificá-lo a vagas em diversas faculdades nas universidades públicas de todo o país.

Para participar do programa é preciso fazer uma inscrição gratuita pelo site do Sisu.As inscrições para o programa se abrem duas vezes ao ano, no primeiro e no segundo semestre e

não há limites de renda para participar.
O programa Sisu não exige nota mínima nas provas do Enem, basta ter feito o Exame no ano imediatamente anterior e ter tirado uma nota superior a zero na Redação.

Programa Universidade para Todos (ProUni)

O Programa Universidade para Todos, conhecido como ProUni, também é um programa do governo federal para incentivar o acesso a universidade voltado a estudantes com renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.

No programa, o Governo Federal concede aos alunos interessados, que ainda não tenham diploma de nível superior, bolsas de estudo parciais e integrais em faculdades privadas.

O processo seletivo para participar é gratuito e totalmente informatizado. Para participar, o estudante precisa ter feito o Enem no ano imediatamente anterior,  com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.

O prouni  utiliza a nota do aluno no Enem para classificar os candidatos. De acordo com o resultado do exame, a bolsa concedida será de parcial, equivalente a 50% do valor da mensalidade da instituição, ou integral, equivalente a 100%.

As inscrições para o Prouni acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e devem ser feitas no site do ProUni.

Enem para complementar a pontuação do Vestibular

Outra forma de utilizar o Enem para entrar em uma boa faculdade é complementando a nota do vestibular com a pontuação obtida no exame. Fazer isso é possível em algumas universidades públicas bastante concorridas, como por exemplo a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). No caso da UFSC, é possível utilizar a nota do Enem para levantar a pontuação alcançada na prova do vestibular de todos os cursos, inclusive nos mais disputados, como é o caso do curso de Medicina.

O quanto a nota do Enem pode aumentar a nota total do vestibular varia de acordo com cada universidade, e é necessário consultar o edital do Vestibular de cada curso para entender de que maneira é possível usar a nota do Enem no processo seletivo da faculdade em que pretende ingressar.

Acesso direto pelo Enem

Por fim, a última possibilidade é usar diretamente a nota alcançada no Enem para ingressar na faculdade. Isso é possível pois algumas faculdades privadas de todo o país já reconhecem o exame como uma prova oficial.

As regras de funcionamento dessa modalidade variam de instituição para instituição. Em alguns casos, há faculdades que exigem uma nota mínima nas provas objetivas e na Redação, mas essa não é a regra geral. Para alguns cursos, basta não ter zerado nas provas do Enem.

Veja alguns exemplos de faculdades que aceitam o Enem como forma de ingresso:

Leia mais:

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Pretende usar a sua nota do enem para entrar na faculdade? Então conta pra gente nos comentários qual será a sua escolha!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin