dcsimg

O que acontece depois do Enem? Veja nossas dicas!

Já sabe o que fazer depois das provas do Enem? A gente aponta os melhores caminhos!

O Enem é, de longe, um dos momentos mais esperados do ano para milhares de pessoas em todo o Brasil.

É o teste final para quem se dedicou tanto tempo aos estudos.

Mas depois que as provas passam, o que fazer?

Para a maioria é apenas o início de uma jornada que só termina quando se conquista a tão desejada vaga no ensino superior.

E chegar lá pode ser mais fácil do que você imagina.

O que acontece depois do Enem? Veja nossas dicas a seguir!

O que acontece depois do Enem?

Quando vai chegando o dia de encarar o Enem é aquela loucura: revisões, aulões, gabaritos, “tô esquecendo de alguma coisa?” e por aí vai. Quem já fez qualquer edição do exame sabe muito bem do que estamos falando.

Esse turbilhão se repete em dois domingos do mês de novembro. No primeiro, com as provas de Linguagens e Códigos, Redação e Ciências Humanas; no segundo, com Matemática e Ciências da Natureza.

Aí, de repente, como num passe de mágica, acaba Enem, correria, estudos… e não demora para vir aquele misto de alívio e ansiedade: o que fazer a seguir?

Pois bem, tem muito o que fazer depois que passa o Enem.

Veja abaixo!

1. Tire umas merecidas férias

Ninguém é de ferro. Para você que estudou o ano todo, vale tirar umas semanas para arejar a cabeça, esquecer um pouco da química, da matemática, da geografia, da sociologia…

Mas não abuse. Muito em breve você vai ter de se preparar para as etapas decisivas que estão por vir.

A gente mostra quais são a seguir.

2. Prepare-se para os resultados do Enem

Depois que acontece o Enem todo mundo fica na expectativa pelos resultados.

Isso deve acontecer na primeira quinzena de janeiro, para já começar o ano com tudo.

Assim que o MEC divulgar a data dos resultados, você poderá acessar o site oficial do Enem, informar seu CPF e senha e finalmente conferir o tão esperado boletim de desempenho.

Lá dá para conhecer as notas obtidas nas quatro provas objetivas e na Redação.

Na sequência, é hora de respirar fundo e se preparar para os processos seletivos!

3. Prepare-se para o Sisu

O Sisu é o primeiro processo seletivo do governo federal que abre após a divulgação dos resultados do Enem. Quem participar concorre a uma vaga em uma universidade pública ou instituto federal de educação.

Tem curso em todas as áreas, mas somente na modalidade presencial.

É, sem dúvidas, uma das seleções mais esperadas – e isso ajuda a entender por que é tão concorrida.

Para passar é preciso estar atento, já que as notas de corte são altas, mudam diariamente e os candidatos precisam ser rápidos na escolha de cursos e universidades. Ganha a vaga quem apresentar as melhores pontuações.

Pode participar todo mundo que fez o Enem mais recente e não tirou zero na redação. Quem não conseguir vaga na primeira terá uma segunda chance na próxima edição, prevista para acontecer no meio do ano.

O processo seletivo dura quatro dias e os resultados saem logo depois do encerramento.

4. Prepare-se para o ProUni

O ProUni permite que estudantes entrem numa faculdade privada de qualidade com bolsa de estudos.

São milhares de bolsas todos os anos, em instituições de todo o Brasil. O ProUni pode ser usado para cursos presenciais e a distância.

A disputa também acontece por meio das notas do Enem. Para participar é preciso ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem mais recente, sem ter zerado a redação.

São quatro dias de seleção e, nesse período, as notas para entrar em cada curso podem mudar rapidamente. É preciso ficar ligado o tempo todo e mudar de opção se for necessário.

O ProUni também tem duas edições por ano, no primeiro e segundo semestre. Os interessados precisam atender aos requisitos de renda familiar e ter feito o ensino médio em escola da rede pública.

5. Prepare-se para o FIES

O programa de crédito estudantil facilitado do governo federal pode fazer a diferença na vida de quem quer investir num curso superior.

Com condições facilitadas de pagamento, permite que alunos de todo o Brasil possam fazer cursos presenciais em faculdades privadas de qualidade reconhecida pelo MEC.

Quem pensa em tentar a sorte aqui precisa encarar um processo seletivo que, a exemplo dos demais, também leva em conta a nota obtida no Enem.

A diferença é que os candidatos podem usar qualquer edição a partir de 2010, desde que a média nas provas seja igual ou maior que 450, sem ter zerado a redação. É preciso também se enquadrar em determinado perfil de renda familiar.

São duas edições todos os anos, sempre no início dos semestres letivos.

6. Escolha sua faculdade particular e garanta vaga sem fazer vestibular

Esse é um modelo muito utilizado por faculdades privadas de todo o país que permite garantir vaga no curso desejado sem precisar fazer vestibular.

Basta, para isso, apresentar a nota obtida em qualquer Enem a partir de 2010.

São milhares de instituições participantes que oferecem uma quantidade imensa de cursos presenciais e EAD.

O desafio aqui é saber escolher, dentre tantas opções, aquela que tem os melhores cursos, a melhor localização e, claro, a melhor avaliação junto ao MEC – o que rende um diploma bem aceito no mercado de trabalho.

Onde estudar depois do Enem

Nossas dicas mais importantes estão logo abaixo: faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde você pode tentar sua vaga via ProUni, FIES ou ingresso direto.

Conheça:

Veja também:

Conheça nossa tabela de pontos do Enem para cada curso

E aí, como estão os preparativos para depois do Enem? Já sabe qual processo seletivo é o ideal para você? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin