dcsimg

Entenda o que é isenção do Enem e veja se você precisa pagar

A gratuidade na inscrição é um direito dos estudantes que não têm como pagar para fazer a prova do Enem. Saiba se você pode pedir a isenção!

Todos os anos acontece o Enem, um exame que é a porta de entrada para muitas universidades brasileiras, sejam públicas ou particulares.

Para as públicas, é uma exigência, e a sua pontuação para concorrer às vagas precisa ser da última edição, assim, aqueles que estão tentando o ensino gratuito, têm que fazer uma nova prova a cada ano e uma nova inscrição. 

O valor acaba não sendo barato e para que os alunos de baixa renda não sejam prejudicados, o governo federal garante a isenção da taxa de inscrição para quem não tem condições de arcar com essa despesa.

Você vai ler agora sobre tudo que precisa saber a respeito do pedido de isenção de pagamento do Enem e se saberá se pode requisitá-lo. Confira!

O que é a isenção do Enem?

Estar isento da inscrição do Enem, significa que você não vai pagar nada para participar de todo o processo seletivo.

A taxa é cobrada dos candidatos porque existe um custo, que envolve desde a elaboração até a aplicação das provas, além da manutenção das escolas que recebem os alunos todos os anos.

O que é cobrado nas inscrições não é suficiente para arcar com todos os custos, já que aproximadamente 70% dos candidatos conseguem a isenção, no entanto, o MEC garante o subsídio do que falta, com um fundo destinado para isso, todos os anos.

Quem paga e quem não paga o Enem?

Candidatos não declarados como pessoas de baixa renda, pagam a taxa no ato da inscrição.  

Aqueles que são de baixa renda e que não solicitaram a isenção no prazo determinado, também pagam para fazer a prova.

Existem algumas exigências e a isenção só pode ser pedida em alguns casos como de:

  • Alunos que estão no terceiro ano do ensino médio em escolas públicas.
  • Alunos que cursam o terceiro ano do ensino médio com bolsa integral em escola particular e que tenham renda familiar comprovada de até 1,5 salários mínimos per capita.
  • Participantes que são inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), comprovando renda de até meio salário mínimo ou renda familiar total de até 3 salários mínimos.
  • Alunos do Encceja, que conquistaram a certificação do ensino médio.

Além desses casos, não há outras exceções e nem como pedir a isenção fora do prazo determinado pelo Inep. Mesmo que você se encaixe em alguma delas, mas perdeu o prazo do pedido, terá que pagar!

Como tentar a isenção do Enem?

Se você está inserido em alguns dos critérios que apresentamos acima, precisa ficar atento ao edital do Enem.

As datas de todas as etapas estão especificadas, incluindo a data do pedido de isenção, que compreende um período de apenas de 10 dias, como em 2019, que ocorreu entre 1 e 10 de abril.

Você precisa entrar na página do Enem, na Página do Participante e fazer um cadastro. O primeiro passo é informar seu CPF e data de nascimento. 

Logo após, você irá preencher várias informações, incluindo a sua situação socioeconômica. Apenas lembre-se que, depois de escolher uma das categorias em que se enquadra, a mesma não pode ser mudada e tudo que você informou deve ser comprovado.

Onde e quando sai o resultado da isenção do Enem?

Os resultados podem ser conferidos no site do Enem, pois, como todas as etapas, tudo é notificado por lá.

Poucas coisas são notificadas por e-mail ou SMS. No caso de pedido de isenção, você receberá um aviso apenas se ela for negada e terá dois dias para entrar com um recurso, caso queira recorrer dessa decisão.

Em 2019, os resultados finais, depois dos recursos, foram divulgados em 2 de maio.

Quais as datas do Enem?

As provas do Enem acontecem em dois domingos, nos quais se dividem as quatro áreas do conhecimento exigidas e uma redação.

No primeiro domingo, a prova contém 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Educação Física, Artes e Língua Estrangeira) e 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias (Filosofia, Geografia, História e Sociologia), além da redação.

No segundo domingo, são 45 questões de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) e 45 sobre Matemática e suas Tecnologias.

O Inep ainda não divulgou as datas do Enem 2020. Para que você tenha uma ideia dos dias que ocorrerão todas as etapas, confira o cronograma de 2019:

  • Publicação do edital: 25 de março
  • Pedidos de isenção: entre 1 e 10 de abril. 
  • Resultados do pedido de isenção: 17 de abril
  • Pedido de recursos para isenção: entre 22 e 26 de abril
  • Resultado final para pedidos de isenção: 2 de maio
  • Período de inscrição do Enem: entre 7 e 18 de maio
  • Data das provas: 3 e 10 de novembro

Onde posso estudar com a nota do Enem?

O Enem é uma excelente ferramenta para medir o seu nível de conhecimento adquirido durante os anos escolares, mas muitos acreditam que só precisam fazer a prova se forem concorrer a vagas em universidades públicas e isso é um engano!

Com a nota do Enem, você pode passar direto em excelentes faculdades privadas, com cursos reconhecidos pelo MEC. Sem prestar vestibular, fazer nenhuma outra prova e ainda concorrer a bolsas de estudo, que podem chegar a 100%! 

Isso mesmo, uma pontuação excelente no Enem pode fazer com que você estude de graça em uma faculdade particular.

Quer conhecer algumas delas onde você pode concorrer a bolsas e descontos nas mensalidades? Dá uma olhada aí:

Você pode usar sua nota do Enem e começar a sua graduação em 2020, com diversas facilidades. É só buscar o curso que quer fazer e entrar em contato!

Veja também:

Saiba qual é a nota de corte do Enem 2020 e onde ver a sua

Por que fazer o Enem?

Comente conosco como foi seu resultado do Enem em 2019! Vai dar para passar no curso que você quer?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin