dcsimg

Descubra o que fazer com a nota do Enem 2019

A gente mostra os diversos caminhos para entrar no ensino superior usando seu desempenho no Enem 2019. Conheça!

Quem faz o Enem praticamente garante passagem para o ensino superior.

Na edição de 2019 não vai ser diferente.

Depois das provas, os candidatos poderão tentar vagas de diversas maneiras – inclusive com bolsa de estudos!

Para se dar bem é preciso obter uma boa nota e conhecer a fundo cada processo seletivo.

A gente dá todos os detalhes para quem quer descobrir o que fazer com a nota do Enem 2019.

Veja a seguir!

Tudo sobre o Enem 2019

Em 2019, o Enem acontece em novembro, em dois domingos seguidos.

As provas de Redação, Ciências Humanas e Linguagens serão aplicadas no dia 3. Já as de Matemática e a de Ciências da Natureza acontecem no dia 10.

No total, são 180 questões objetivas e uma redação dissertativa-argumentativa.

Os gabaritos oficiais estão previstos para sair até o dia 13 de novembro. Os resultados finais devem ser divulgados apenas em janeiro de 2020, dois meses depois.

A edição de 2019 do Enem conta com 5,1 milhões de inscritos. Assim que o resultado sair, boa parte dessa galera vai participar dos grandes processos seletivos que concedem vagas em universidades públicas e privadas por todo o país.

E você, já sabe o que fazer com a nota do Enem 2019? Veja algumas alternativas a seguir!

O que fazer com a nota do Enem 2019

Fazer o Enem significa dar um grande passo em direção ao ensino superior.

Com a nota do exame você tem à disposição nada menos que quatro maneiras diferentes de entrar na faculdade – ou oito, se considerarmos que cada seleção listada abaixo acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre.

Tem para todos os perfis e todas as faixas de pontuação.

Veja o que fazer com a nota do Enem 2019:

Estudar numa universidade pública com a nota do Enem 2019

Sim, dá para entrar numa universidade pública com a nota do Enem, sem precisar fazer vestibular.

Para isso, no entanto, será preciso encarar o Sisu – o Sistema de Seleção Unificada.

A primeira edição acontece em janeiro de 2020, logo após a divulgação dos resultados do Enem. Dá para tentar vaga em universidades públicas e institutos federais de educação por todo o país.

Para isso, é obrigatório ter feito o Enem em 2019 e não ter zerado a redação.

São mais de 120 universidades participantes.

A concorrência é bastante puxada no Sisu. Cursos como Medicina e algumas engenharias por vezes exigem notas acima de 800 no Enem. Por isso, quanto mais alta for sua pontuação, maiores são suas chances de se dar bem.

Ganhar bolsa de estudos com a nota do Enem 2019

Se você obtiver nota de pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem 2019, sem ter zerado a redação, poderá entrar na disputa por uma bolsa de estudos e fazer uma faculdade particular pagando apenas 50% do boleto mensal ou até mesmo com bolsa integral.

O ProUni é o programa que torna esse sonho realidade. Para participar, além da pontuação mínima no Enem, o candidato precisa obrigatoriamente se encaixar em alguns perfis de renda e escolaridade determinados pelo governo.

Fora isso, é tudo muito similar ao Sisu: classificação é por desempenho no Enem e tem vagas em todo tipo de curso que você possa imaginar. Uma diferença importante: o ProUni também trabalha com cursos EAD!

Entrar na faculdade privada sem fazer vestibular com a nota do Enem 2019

Essa é, de longe, a maneira mais prática de conquistar uma vaga na faculdade.

O modelo de ingresso pela nota do Enem permite que qualquer pessoa que fez o exame consiga entrar direto no curso desejado, sem passar por qualquer tipo de vestibular – desde que tenha pontuação compatível com aquela estabelecida pela faculdade.

Geralmente vale qualquer edição a partir de 2010.

Grande parte das faculdades particulares já utiliza esse formato, que vale para ingresso em cursos presenciais e a distância.

Financiar os estudos com a nota do Enem 2019

Outra alternativa para usar a nota do Enem 2019 é o financiamento estudantil.

Com o FIES dá para fazer uma graduação com tranquilidade, sabendo que as parcelas referentes ao financiamento só começam a ser cobradas depois da formatura, com prazo longo e juros lá embaixo.

O programa aceita a participação de qualquer candidato que fez o Enem a partir de 2010, obteve pelo menos 450 pontos na média das provas, não zerou a redação e tem renda familiar mensal compatível com o perfil definido para aquela edição.

A seleção é pela nota do Enem. Quanto maior, mais chances.

Onde estudar com a nota do Enem 2019

Todos os anos, as instituições públicas participantes do Sisu oferecem por volta de 300 mil vagas em todo o Brasil.

Parece muito, mas não se engane: a procura é altíssima!

Muitas vezes a melhor saída é optar por uma faculdade particular. Aqui, os números impressionam: são milhões de vagas em cursos de tudo quanto é área do conhecimento, presenciais e EAD, via ProUni, ingresso direto ou FIES.

As faculdades particulares estão espalhadas por todo o Brasil, muitas vezes até nas menores cidades (em polos de apoio), têm boa avaliação junto ao MEC e oferecem diplomas bem aceitos no mercado de trabalho. E o melhor: oferecem benefícios como bolsas de estudos, financiamento sem burocracia, convênios e descontos variados.

Que tal conhecer algumas e já incluir na sua lista?

Basta clicar abaixo:

Veja também:

Descubra quais são as notas de corte do Enem 2019

E aí, já sabe como vai usar a nota do Enem 2019? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin