dcsimg

Saiba tudo sobre a prova do Enem e se prepare

Descubra como vai ser a prova mais esperada do ano!

Como está sua preparação para o próximo Enem? Está com todas as matérias em dia?

Em novembro acontecem as provas mais esperadas do ano, em que milhões de alunos de todo o país vão colocar seus conhecimentos à prova.

Uma das grandes estratégias para se dar bem é conhecer toda a estrutura do exame – desde a inscrição até a metodologia de correção!

A seguir, saiba tudo sobre a prova do Enem e prepare-se para o que vem por aí!

A estrutura das provas do Enem

O Enem conta com quatro provas objetivas e uma redação.

As objetivas são:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias

Às vezes fica difícil de entender o que cada uma dessas provas traz, mas depois que você aprende, fica bem mais claro.

Vamos lá:

A prova de Linguagens traz conteúdos de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e da Comunicação.

A de Ciências Humanas conta com História, Geografia, Filosofia e Sociologia.

A de Ciências da Natureza aborda Química, Física e Biologia.

Quanto à de Matemática, fique tranquilo: é só matemática mesmo (o que já é bastante)!

Cada uma dessas provas tem 45 questões objetivas, com cinco alternativas cada uma.

O Enem mistura questões mais simples e outras bem mais complexas, por isso é tão importante estar preparado.

A prova de redação é aquela que parece simples, mas pega muita gente pelo pé. Trata-se de um texto dissertativo-argumentativo em que o participante terá de apresentar seus conhecimentos sobre o tema abordado.

Por isso é importantíssimo treinar escrita, estrutura do texto e o encadeamento de ideias antes das provas.

Os dias de prova do Enem

As provas do Enem acontecem quase sempre nas primeiras semanas de novembro, em dois domingos seguidos.

No primeiro domingo os candidatos farão as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação.

Para isso, terão um tempo total de cinco horas e meia: começam às 13h30 (horário de Brasília) e terminam às 19h.

No segundo domingo é a vez de Matemática e Ciências da Natureza.

O tempo total para fazer a segunda etapa de provas é de cinco horas: das 13h30 às 18h30 (horário de Brasília).

Como são corrigidas as provas do Enem

As provas do Enem são corrigidas de acordo com um método totalmente diferente da maioria dos vestibulares tradicionais.

O Ministério da Educação (MEC) utiliza uma sistemática que procura, via inteligência artificial, obter uma avaliação mais precisa do grau de conhecimento dos participantes em relação às matérias do ensino médio.

As provas objetivas são corrigidas por meio da leitura automatizada dos gabaritos. As questões vão recebendo pesos diferentes de acordo com os acertos e erros do participante em cada uma das quatro provas.

Por isso é quase impossível calcular a nota só contabilizando erros e acertos.

Já a redação é corrigida manualmente por dois avaliadores diferentes. Eles não têm contato um com o outro e não sabem quem são os autores dos textos.

No processo, levam em conta fatores como estrutura do texto, clareza de ideias, uso de recursos linguísticos e a proposta de solução para a problemática apresentada. Cada item recebe uma nota que posteriormente é somada à nota do outro avaliador e dividida por dois.

A gente nem precisa dizer que também é quase impossível calcular a nota de redação sem ver o resultado!

Quando saem os resultados das provas do Enem

Os resultados do Enem são divulgados em janeiro do ano seguinte às provas.

Normalmente saem na primeira quinzena do mês.

O participante acessa o site oficial, entra no sistema e abre o boletim de desempenho individual. Lá pode ver quanto tirou nas provas objetivas e na redação.

Os gabaritos oficiais das objetivas saem antes: até três dias depois do segundo domingo de prova – mas quase todo mundo prefere acompanhar as correções pelos cursinhos depois do encerramento de cada dia de prova.

O que fazer com as notas das provas do Enem

Depois que saem os resultados do Enem, é hora de encarar os processos seletivos que usam a nota do exame.

Você pode, por exemplo:

Tentar vaga em instituição pública pelo Sisu – desde que tenha feito o Enem mais recente e não tenha tirado zero na redação.

Tentar bolsa de estudos pelo ProUni – para quem fez o Enem mais recente, obteve pelo menos 450 pontos na média das provas, não zerou a redação e ainda atende a alguns requisitos socioeconômicos feitos pelo governo federal.

Tentar financiar os estudos a juros baixos com o FIES – esse é para quem fez qualquer edição do Enem 2010, com pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter tirado zero na redação. O programa também tem exigências de renda familiar.

Entrar direto em faculdades particulares – para quem quer vaga na faculdade privada sem passar pelo vestibular, basta apresentar a nota obtida em qualquer Enem a partir de 2010. É o modelo mais simples, mais rápido e sem burocracia.

Como se inscrever para as provas do Enem

As provas do Enem normalmente acontecem em novembro, mas os candidatos precisam estar atentos desde o início do ano.

Em maio acontecem as inscrições. Se você deixar escapar o prazo, vai ter de esperar até o próximo ano para fazer as provas.

Por isso, atenção redobrada.

As inscrições são feitas pela internet, no site oficial do Enem e exigem algumas etapas por parte dos candidatos. Ao final do processo, é preciso pagar a taxa de inscrição (exceto para quem tiver direito à isenção da taxa).

Onde estudar com a nota das provas do Enem

No Brasil há milhares de faculdade onde você pode estudar com a nota das provas do Enem, seja pelo Sisu, ProUni, FIES ou ingresso direto.

O segredo para se dar bem é estudar em instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, como estas que selecionamos para você:

Veja também:

Quantos pontos preciso tirar no Enem para conseguir o ProUni?

Vai fazer o Enem? Conte para a gente o que espera das provas!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin