dcsimg

Descubra tudo sobre a redação do Enem 2018

Confira aqui todas as informações sobre a Redação do Enem 2018, incluindo possíveis temas e regras para não zerar a prova!

Não existe uma fórmula mágica para fazer uma boa redação no Enem. Mas ficar bem informado sobre a prova para não ser pego de surpresa na hora e acabar zerando, já é um bom começo, certo?

Pensando nisso, preparamos um artigo completo com todas as dicas que você precisa saber sobre a Redação do Enem 2018. Continue lendo para tirar de vez suas dúvidas!

Redação do Enem 2018: data e horário da prova

A Redação do Enem 2018 será realizada no dia 04 de novembro de 2018, no primeiro domingo de aplicação do Exame e mesmo dia das provas de Linguagens, Códigos e suas tecnologias e Ciências Humanas e suas tecnologias.

Os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h. As provas serão realizadas das 13h30 às 19h – e isso já inclui o tempo pra fazer a redação!

Vale lembrar que no dia 04 de novembro também terá início o horário de verão no Brasil.

Portanto, quem vai fazer o Enem deve dobrar a atenção: adiante seu relógio em uma hora se seu Estado estiver contemplado na mudança de horário em função do horário de verão! Muito cuidado para não perder a hora no primeiro dia de provas!

Tempo disponível para escrever a redação

No total, os candidatos terão cinco horas e 30 minutos para fazer duas provas objetivas (de múltipla escolha), cada uma contendo 45 questões, mais a Redação.

Levando isso em consideração, se o candidato levar em média três minutos para resolver cada questão, terá até uma hora para fazer o rascunho do texto, revisar e passar para a folha de Redação.

Lembrando que ainda é necessário reservar alguns minutos para marcar o cartão-resposta.

Entenda a estrutura de texto exigida na Redação do Enem

Na Redação do Enem, o participante deve escrever um texto do tipo dissertativo-argumentativo de até 30 linhas, sobre alguma questão social, cultural, política ou científica.

Isso quer dizer que será preciso defender um ponto de vista (tese) sobre o tema em questão, com base em argumentos bem estruturados e conectados entre si.

Além disso, a Redação do Enem exige a apresentação de uma proposta de intervenção (solução) para o assunto abordado que respeite os direitos humanos.

Na prática, a Redação deve apresentar a seguinte estrutura:

  • Introdução: Apresentação do tema a ser abordado e exposição da tese que será defendida no desenvolvimento.
  • Desenvolvimento: Apresentação dos argumentos que servirão para defender a tese de forma clara e lógica. É aconselhável desenvolver um argumento por parágrafo.
  • Conclusão: Retomar a tese apresentada na introdução e resumir os argumentos apresentados para encerrar o texto. É aqui que entra a proposta de intervenção social.

O que pode zerar uma Redação

O edital do Enem 2018 aponta alguns itens que podem levar os examinadores a atribuírem nota zero a uma Redação. São eles:

  • Texto que não atenda à proposta de Redação ou estrutura textual dissertativo-argumentativa.
  • Entrega do rascunho do texto, fora da folha de Redação.
  • Redação de até sete linhas (texto insuficiente).
  • Texto com desenhos e outras formas propositais de anulação.
  • Redação com alguma parte, propositalmente, desconectada do tema.

Importante: trechos copiados dos textos motivadores não serão considerados na contagem do número mínimo de linhas.

Critérios de correção

Na hora de corrigir a Redação do Enem, os avaliadores levam em consideração:

  1. O domínio que o autor demonstra ter da escrita formal em língua portuguesa.
  2. A compreensão da proposta de Redação (tema) e aplicação de conceito de diferentes áreas do conhecimento no desenvolvimento da argumentação.
  3. A capacidade do candidato de escolher, interpretar, relacionar e organizar informações na defesa de seu ponto de vista (tese).
  4. O uso de mecanismos linguísticos necessários para construir uma argumentação.
  5. A elaboração da proposta de intervenção.

Cada um desses cinco critérios, que são chamados de competências, valem de zero a 200 pontos.

Logo, a nota máxima que um participante pode tirar na Redação do Enem é 1.000 (mil).

Cada Redação é corrigida, por pelo menos dois avaliadores, de forma independente. A nota final é o resultado da média aritmética das notas totais de cada avaliador. Se houver divergência entre a nota dos dois avaliadores, um terceiro avaliador é convocado.

Cartilha do Participante Enem 2018

A Cartilha do Participante – Redação do Enem 2018, é um material gratuito elaborado pelo Inep que explica o que se espera do candidato na prova.

A Cartilha traz dicas de como estruturar o texto, explica detalhadamente os critérios de correção e contém amostras de redações que obtiveram nota máxima na edição 2017 do Exame.

O material pode ser baixado no site do Enem-Inep.

Qual o peso da redação na nota final do Enem?

Para calcular sua média simples no Enem, o estudante precisa somar as notas obtidas em cada uma das cinco provas, incluindo a redação, e dividir o total por cinco.

A média simples é adotada no Prouni e Fies (que exigem uma nota acima de zero na redação). Nesse caso, a redação tem o mesmo peso das demais provas para o cálculo da nota final.

Porém, algumas instituições de ensino atribuem pesos diferentes às notas, de acordo com o curso no qual o candidato está tentanto entrar. O que isso significa?

Que para um estudante que tenta uma vaga no curso de Letras, por exemplo, a nota da prova de Linguagens, Códigos e suas tecnologias e a da redação terão um peso maior na hora de calcular sua média.

Os pesos atribuídos a cada prova ficam a critério da instituição de ensino superior, podendo ser consultados nos sites das instituições, no edital de adesão ao Sisu e nos editais dos vestibulares internos.

Veja quando sai a nota da redação do Enem 2018

A nota da redação do Enem 2018 será divulgada no dia 18 de janeiro de 2019, através da Página do Participante, exceto para os treineiros, que terão que esperar até março de 2019.

Espelhos de Redação

Os Espelhos de Redação do Enem 2018 serão divulgados em março de 2019 ( a data exata ainda não foi informada pelo Inep).

O Espelho da Redação traz o texto que o aluno criou no dia da prova corrigido, especificando quantos pontos foram atingidos em cada competência.

Enem 2018: conheça 15 possíveis temas da redação

Confira 15 possíveis temas que podem cair na Redação do Enem 2018:

  • A divulgação de fake news e seus impactos
  • A prática de bullying e cyberbullying no ambiente escolar
  • Desafios no combate à obesidade no Brasil
  • Demarcação de terras e sobrevivência da cultura indígena
  • O esporte como ferramenta de inclusão social
  • Inclusão de pessoas com transtornos mentais
  • Mobilidade urbana e seus desafios
  • Ressurgimento de doenças erradicadas
  • Automedicação na cultura brasileira
  • Aumento das DSTs entre os jovens
  • Déficit habitacional no Brasil
  • Crise no sistema penitenciário
  • Desafios do envelhecimento da população
  • Maus tratos e abandono de animais
  • Reestruturação familiar e seus impactos

Como usar sua nota do Enem para entrar na faculdade

De acordo com o Inep, os resultado individuais do Enem 2018, para os candidatos que já concluíram ou concluirão o ensino médio este ano, serão divulgados no dia 18 de janeiro de 2019. Para aqueles que farão a prova como treineiros, o resultado sairá em março de 2019.

Existem diferentes formas de usar seu resultado para entrar na faculdade:

  • Participar do Sisu e concorrer à vagas em universidades públicas de todo o país.
  • Se inscrever no Prouni e tentar uma bolsa integral ou parcial em universidades privadas.
  • Fazer a inscrição no Fies e tentar um financiamento das mensalidades da faculdade, para começar a pagar o montante a juros baixos ou zero só depois da formatura.
  • Se matricular em uma faculdade particular sem passar pelo processo seletivo (vestibular).

Sobre essa última opção, ela é a melhor escolha para quem pretende estudar a distância, já que a oferta de vagas para EAD se concentra na rede privada.

As faculdades particulares também oferecem muito mais opções de cursos tecnológicos, que permitem uma rápida inserção do aluno no mercado de trabalho e têm duração mais curta, de dois a três anos, em média.

Onde estudar com o resultado do Enem 2018

Conheça agora algumas boas faculdades reconhecidas pelo MEC onde você pode usar sua nota do Enem 2018 para garantir uma vaga sem ter que fazer a prova do vestibular.

São instituições de ensino que oferecem diferentes cursos presenciais e a distância, participam do ProUni e Fies, além de terem seus próprios sistemas de concessão de bolsas de estudo, financiamento estudantil sem burocracia e descontos diversos:

Veja também:

O que se estuda em Administração?
Descubra quanto sai uma faculdade de Pedagogia

Depois de tirar suas dúvidas sobre a Redação do Enem 2018, conte para a gente nos comentários: qual faculdade você pretende fazer depois do Enem? Prefere um curso presencial ou a distância?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin