Regras Enem 2020: Saiba todas e se prepare para a prova!

A gente revela o que é preciso saber para fazer uma prova sem contratempos no Enem 2020. Conheça agora mesmo todas as regras!

O Enem é muito mais que um conjunto de provas objetivas e uma redação. O exame se tornou a grande porta de entrada no ensino superior no país.

Não por acaso, é repleto de detalhes e procedimentos que precisam ser cumpridos com toda atenção do mundo.

Por isso, quem quer se dar bem precisa se preparar antes, durante e depois das provas.

Abaixo, a gente fala das principais regras do Enem 2020 e de como você pode se organizar para se dar bem no exame. Acompanhe!

As regras do Enem 2020

O Enem tem regra para tudo: inscrição, pagamento, horários, o que pode levar, o que não pode, o que é preciso estudar e muitas outras.

Mas uma dessas regras é essencial: estar atento às datas. O Inep, órgão que organiza o exame, não dá segunda chance a ninguém, nem que o atraso seja de poucos segundos depois do encerramento.

A gente separou as regras mais importantes que você precisa conhecer.

Regra 1: prazos

Quem for fazer o Enem precisa reforçar a atenção aos prazos mais importantes, que são:

  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: normalmente acontece em abril. Em 2021, por causa da pandemia, o período deve mudar. Geralmente os participantes têm dez dias para fazer a solicitação e conferir os resultados.
  • Inscrição: é uma das datas mais importantes do Enem. As inscrições ficam abertas por quinze dias, período no qual os interessados em fazer o Enem vão preencher todos os dados e formulários e, se for o caso, fazer solicitação de atendimento especial (para pessoas com deficiência, dificuldades de locomoção, gestantes, idosos, etc.).
  • Pagamento da taxa: assim que finaliza a inscrição, os participantes precisam pagar a taxa de inscrição do Enem. O prazo para isso se estende por vários dias após o encerramento da inscrição. Não dá para perder a data, sob pena de ficar de fora do Enem. O pagamento pode ser efetuado em bancos, lotéricas e agências dos correios.

Regra 2: data das provas

Em 2020, pela primeira vez, teremos dois formatos de Enem: o impresso e o digital.

As datas são diferentes para cada um deles.

O Enem impresso acontece nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, enquanto o digital será aplicado nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Regra 3: horários e local de prova

Essa é uma das regras que mais pegam candidatos desprevenidos. O Enem é rigoroso com horários e não admite atrasos.

Portanto, anote aí as regras para chegada e saída no dia da prova do Enem:

  • Abertura dos portões acontece ao meio-dia em ponto, em todo o Brasil, seguindo o horário de Brasília.
  • O fechamento será às 13h.
  • As provas devem começar às 13h30. Essa meia hora depois do fechamento dos portões serve para identificação do participantes, revistas de segurança e acomodação dos pertences em envelopes especiais fornecidos pela organização do Enem.
  • Os participantes só podem deixar a sala de aula duas horas após o início das provas, ou seja, a partir das 15h30.
  • A prova do primeiro dia encerra, obrigatoriamente, às 19h. No segundo, às 18h30. Não será dado tempo adicional.

Quanto ao local, é de responsabilidade do participante acessar o cartão de confirmação da inscrição e descobrir o endereço de onde irá fazer as provas.

No caso do Enem 2020, o documento está disponível a partir de 17 de dezembro no site ou no aplicativo oficial.

Regra 4: documentação

No dia das provas, os candidatos precisam apresentar um documento oficial, com foto e validade em dia.

Pode ser:

  • Identidade expedida por Secretaria de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que tenha validade legal como documento de identidade
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social emitida após 27 de janeiro de 1997
  • Passaporte
  • Para estrangeiros, identidade expedida pelo Ministério da Justiça ou Carteira de Registro Nacional Migratório

Em caso de roubo, o candidato precisa apresentar o boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias. A organização deve fazer coleta de dados biométricos e solicitar assinatura em um formulário especial.

Regra 5: o que é obrigatório levar no dia da prova

Os dois únicos itens obrigatórios no dia da prova são: documento (conforme você viu acima) e uma caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

Embora não seja obrigatório, a gente recomenda levar também o cartão de confirmação da inscrição, para evitar contratempos.

Regra 6: o que pode levar no dia da prova

As regras do Enem permitem que o candidato leve lanches e água no dia da prova, afinal são seis horas de maratona. Não é possível comprar comida em cantinas e restaurantes durante as provas.

Também é possível usar artigos religiosos, como a burca e o quipá, desde que passem por inspeção de segurança.

Pode levar celular, mas seu uso não será permitido de maneira alguma. É preciso guardá-lo desligado no envelope especial. Se deixar o aparelho em modo avião e por acaso ele emitir qualquer som ou vibração durante a prova, mesmo que seja o alarme do despertador, o candidato é desclassificado na hora.

Melhor deixar em casa: lápis, lapiseira, borracha, corretivo ou canetas que não tenham corpo transparente. Nada disso é permitido usar durante a prova.

Regra 7: o que pode desclassificar os candidatos do Enem

  • Tentar entrar na sala de prova portando qualquer tipo de arma.
  • Usar qualquer tipo de aparelho eletrônico, incluindo celulares.
  • Abrir o caderno de provas antes da autorização do fiscal de sala.
  • Recusar-se a passar pela revista de segurança.
  • Comunicar-se com qualquer pessoa da sala que não seja o fiscal.
  • Prestar informações falsas durante a inscrição.
  • Perturbar a ordem na sala de prova.
  • Consumir bebida alcoólica em sala.
  • Usar óculos escuros, boinas, bonés, chapéu e similares.

Regra 8: resultados

Os resultados do Enem 2020 saem no final de março de 2021.

A regra para acessar as notas obtidas nas provas e na redação é bem simples: pelo site oficial ou pelo aplicativo, basta informar o número de CPF e a senha.

Regra 9: processos seletivos

O Enem permite participação em processos seletivos e programas de acesso ao ensino superior.

  • As regras de participação do Sisu, que distribui vagas em universidades públicas são: ter feito o Enem 2020 e ter obtido nota acima de zero na redação.
  • As regras do ProUni, para quem quer uma bolsa de estudos em faculdade privada, são: ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem 2020, nota acima de zero na redação, renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa e ter feito o ensino médio em escola pública (ou na particular como bolsista integral).
  • As regras do FIES, para quem busca crédito estudantil: pelo menos 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação de qualquer Enem a partir de 2010 e renda familiar mensal bruta de até cinco salários mínimos por pessoa.

Regra para a vida: estudar em boas faculdades

O Enem permite tentar vaga em milhares de faculdades pelo Brasil.

E por que não tentar entrar naquelas que vão lhe abrir as portas do mercado de trabalho?

A gente tem algumas sugestões de faculdades conceituadas que estarão presentes nos principais processos seletivos do Enem.

Se liga:

Veja também:

Veja como funciona e quem pode fazer a prova digital do Enem

Tem mais alguma regra para compartilhar? Manda pra gente aqui pelos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!