Saiba onde ver o resultado do pedido de isenção do Enem 2020

Veja aqui como consultar se seu pedido de isenção do Enem 2020 foi aceito pelo Inep!

Alguns candidatos têm direito à isenção da taxa de inscrição do Enem 2020, ou seja, podem participar do exame sem pagar nada.

Porém, para aproveitar essa facilidade, é preciso enviar o pedido de isenção corretamente, dentro do prazo estipulado no edital, e depois conferir se o pedido foi aceito pelo Inep (órgão responsável pelo Enem).

Veja a seguir como consultar o resultado da isenção do Enem 2020 e o que fazer caso seu pedido não seja aceito!

Como ver o resultado do pedido de isenção do Enem 2020

Para saber se o seu pedido de isenção do Enem 2020 foi aceito, você deve fazer a consulta na Página do Participante (site do Enem-Inep), utilizando a senha cadastrada na solicitação de isenção.

Quando sai o resultado da isenção do Enem 2020?

O resultado dos pedidos de isenção do Enem 2020 saem no dia 24 de abril de 2020.

Justificativa de ausência no Enem 2019

Quem conseguiu a isenção no Enem 2019 e não compareceu aos dois dias de provas precisará justificar a ausência para conseguir a isenção novamente em 2020.

A justificativa de ausência deve ser feita pela página do participante, durante o período de solicitação de isenção, entre 6 e 17 de abril. 

Para fazer a justificativa, será necessário enviar os documentos que comprovem o motivo da ausência em 2019. Declarações redigidas pelo próprio candidato ou responsável não são aceitas.

Recursos dos pedidos de isenção do Enem 2020

Quem tiver o pedido de isenção ou a justificativa de ausência recusados ainda poderá entrar com um recurso. O prazo para a apresentação de recursos vai de 27 de abril a 1° de maio.

Os recursos também devem ser enviados pela página do participante, anexando os documentos que comprovem o motivo da ausência no Enem 2019 ou a situação que dê direito à isenção.

Quem tiver o recurso negado só poderá fazer as provas do Enem 2020 se pagar a taxa de inscrição (que custa R$ 85), dentro do prazo estipulado no edital.

Quem tem direito à isenção no Enem 2020?

Para ter direito à isenção da taxa de inscrição no Enem 2020, é preciso se enquadrar em uma das três situações a seguir:

  • Alunos da rede pública que estejam cursando o último ano do ensino médio em 2020;
  • Candidatos que tenham cursado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral em escola privada e com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio;
  • Candidatos que se declarem em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de famílias de baixa renda, e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Quem consegue a isenção do Enem precisa fazer inscrição?

Precisa, sim! Mesmo quem tiver o pedido de isenção aprovado precisa fazer a inscrição no Enem 2020 para poder fazer a prova. O período de inscrições vai de 11 a 22 e maio de 2020.

Datas do Enem 2020

Veja a seguir o cronograma do Enem 2020:

  • Publicação do edital: 31 de março de 2020
  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: 6 a 17 de abril de 2020
  • Justificativa de ausência no Enem 2019: 6 a 17 de abril de 2020
  • Período de inscrições: 11 a 22 de maio de 2020
  • Solicitação de atendimento especial ou específico: 11 a 22 de maio de 2020
  • Divulgação dos locais de prova: outubro de 2020
  • Aplicação das provas digitais: 11 e 18 de outubro de 202
  • Aplicação das provas impressas: 1º e 8 de novembro de 2020
  • Divulgação dos resultados individuais: janeiro de 2021
  • Resultado dos treineiros: março de 2021
  • Divulgação dos espelhos da redação: março de 2021

Como usar a nota do Enem

Conheça as opções de como usar o resultado do Enem para entrar na faculdade:

Sisu

O Sisu é um sistema eletrônico coordenado pelo MEC que distribui vagas em universidades públicas de todo o país, selecionando os candidatos pela nota do Enem.

Quem tirar nota acima de zero na redação do Enem 2020 poderá se inscrever no Sisu 2021. Porém, a disputa costuma ser acirrada, e as notas de corte costumam variar de 600 a 850 pontos, dependendo do curso.

ProUni

O ProUni é um programa do MEC que oferece bolsas integrais e parciais em faculdades privadas a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Quem conseguir nota média igual ou maior que 450 pontos no Enem 2020, sem zerar na redação, poderá participar do ProUni 2021, desde que cumpra os requisitos socioeconômicos do programa.

Os candidatos do ProUni são selecionados pela nota do Enem, e as notas de corte variam de 450 a 700 pontos, aproximadamente, dependendo do curso.

FIES 

O FIES é um programa do governo que oferece financiamentos a juros baixos em cursos presenciais de instituições privadas.

Para participar, é preciso ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, com nota média igual ou superior a 450 pontos e nota acima de zero na redação. Também é preciso ter renda familiar de até cinco salários mínimos.

Do mesmo modo que no Sisu e ProUni, os candidatos do FIES são selecionados pela nota do Enem, e as notas de corte costumam variar de 450 a 700 pontos.

Ingresso direto em faculdades particulares

Várias faculdades particulares em todo o Brasil permitem que os candidatos utilizem a nota do Enem para entrar direto em seus cursos, sem fazer a prova do vestibular interno.

Muitas instituições ainda concedem bolsas de estudos de até 100% aos novos alunos que entram por essa forma de seleção.

A nota mínima do Enem para conseguir passar pelo ingresso direto varia conforme o curso e a faculdade, mas costuma ficar em torno de 300 pontos, desde que o candidato não tenha zerado na redação.

Onde estudar com o resultado do Enem

Conheça agora uma lista de faculdades autorizadas e bem avaliadas pelo MEC nas quais você pode usar a nota do Enem para entrar direto e pode ganhar uma bolsa de estudos integral ou parcial:

Veja também:

Fique por dentro das notas de corte do Enem 2020

Conheça as faculdades a distância que aceitam o Enem

Depois de saber como ver o resultado do pedido de isenção e da justificativa de ausência do Enem 2020, responda nos comentários: como você vai usar seu resultado do Enem?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin