dcsimg

Saiba quanto custa a taxa de inscrição do Enem 2019

A mobilização para o Enem 2019 já começou. O primeiro passo é a matrícula deste ano. Saiba quanto custa a taxa de inscrição do Enem 2019 e como pedir isenção!

Todos os anos, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) promove uma maratona em duas modalidades para os candidatos: a de acompanhar as etapas de inscrição, pagamento e verificação de datas e locais de provas, e a de estudos.

É tanta coisa para pensar que uma ajuda é sempre bem-vinda. Por isso, vamos auxiliar você com essa tarefa. Nosso primeiro passo será dar informações relevantes sobre o Exame, como o valor da taxa de inscrição do Enem 2019 e o que fazer para solicitar a isenção.

Você saberá também que há instituições de ensino superior que possibilitam o ingresso na graduação por meio da nota do Enem, como a Universidade Cruzeiro do Sul e a Anhanguera. Vamos lá?

Qual o valor da taxa de inscrição do Enem 2019?

A taxa de inscrição do Enem 2019 é de R$ 85. O prazo para pagamento é de 6 a 23 de maio, em agências lotéricas, bancos e nos Correios.

Mas atenção: esse prazo é para pagamento da taxa. As inscrições são de 6 a 17 de maio — não confunda as datas para não ficar de fora do processo seletivo.

Antes disso, há duas etapas: a isenção da taxa de inscrição e a justificativa de ausência no Enem 2018. Veja a seguir.

Como solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem 2019?

O cronograma prevê que as solicitações de isenção da inscrição do Enem 2019 aconteçam de 1 a 10 de abril de 2019.

Tem direito à isenção:

  • Quem está cursando o último ano do ensino médio em escola pública declarada no Censo Escolar.
  • Quem estudou todo o ensino médio em escola pública ou foi bolsista em instituição privada. Nesse caso, há o critério de renda, que deve ser igual ou menor que um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Quem está em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, vem de família de baixa renda (critério de renda de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal familiar de até 3 salários). É preciso que o candidato tenha o NIS (Número de Identificação Social).

O resultado da isenção será divulgado no dia 17 de abril. Caso o candidato não consiga a gratuidade, poderá recorrer da decisão. O prazo é de 22 a 26 de abril.

Fique ligado:

  • Ninguém avisará se você conseguiu ou não a isenção. É sua responsabilidade ir atrás do resultado.
  • Conseguir a isenção não significa estar matriculado. Você tem que seguir o cronograma e realizar a inscrição no prazo determinado.

O que é a justificativa de ausência?

Caso você tenha conseguido isenção em 2018 mas faltado aos dias de prova, precisa justificar a sua ausência para tentar novamente em 2019. O prazo para justificar também é de 1 a 10 de abril, e o recurso de 22 a 26 — exatamente como a solicitação de isenção.

Como fazer a inscrição para o Enem 2019

Você deve ficar atento às datas e horários de início e término das inscrições: das 10h de 7 de maio às 23h59 do dia 17 de maio de 2019 (horário de Brasília). Candidatos que moram nos estados com fuso horário diferente, como Acre e Amazonas, têm que ficar ligados para não perder a inscrição, caso deixem para última hora.

Fique ligado: é possível fazer alterações na inscrição até o último dia do prazo. Depois do dia 17 de maio, você não poderá mexer em nada.

As alterações possíveis são:

  • Atualização de dados de contato
  • Troca do município onde você vai fazer as provas
  • Mudança na opção de língua estrangeira
  • Alteração do atendimento especializado e/ou específico

No momento da inscrição, é preciso ter em mãos CPF, RG, um número de celular e endereço de e-mail válidos.

Depois de tudo feito, não se esqueça de efetuar o pagamento da taxa do Enem 2019.

Solicitação de atendimento especializado, específico ou por nome social

O Inep garante o atendimento especializado, específico e/ou pelo nome social. Para isso, o candidato precisa comprovar sua condição no sistema de inscrição.

Atendimento especializado compreende baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo e/ou discalculia.

Atendimento específico compreende auxílio a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e/ou pessoas com outra condição específica.

Onde estudar com a nota do Enem

Além de ficar apto a concorrer às vagas em universidades federais e conseguir bolsas de estudo ou financiamento pelos programas do governo — Sisu, ProUni e FIES —, o candidato também se habilita a ingressar diretamente com sua pontuação em algumas instituições privadas.

Conheça algumas delas:

Algumas dessas instituições oferecem desconto gradual, conforme a pontuação, podendo chegar inclusive a uma bolsa integral caso tenha a nota exigida.

Você também pode se interessar por:

Faculdades que utilizam o Enem como vestibular

Entenda todas as regras do Enem 2019

E você, anotou tudo direitinho? Se já está se preparando para o Enem 2019, não se esqueça de nossos lembretes e não perca as dicas!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin