dcsimg

Descubra quais temas de redação podem cair no Enem 2018

Saia na frente e comece agora mesmo a se preparar para a redação do Enem 2018 com estes temas quentes!

Quem já fez o Enem sabe muito bem, mas quem vai prestar o exame pela primeira vez precisa ter em mente que é preciso chegar muito bem preparado para a redação.

Essa prova é considerada uma das mais difíceis do Enem.

Embora a ideia de escrever um texto pareça simples, o candidato terá que dissertar sobre um assunto bastante complexo e mostrar que domina o tema. Não tem como enrolar nem chutar na redação.

Ninguém sabe antecipadamente qual tema será abordado na prova de 2018. Para não ser pego desprevenido, o jeito é investir nos estudos. O Enem, por tradição, gosta de questões atuais, que têm relevância no cenário social brasileiro – o que, por si só, já abre milhares de possibilidades.

Para ajudar você nessa jornada, a gente foi atrás de alguns temas que podem cair na redação do Enem 2018. São assuntos bem quentes, que rendem uma bela polêmica e dão bastante pano para a manga.

Conheça logo a seguir.

Temas que podem cair no Enem 2018

Como ainda não temos bola de cristal, não há como prever qual será o tema pedido na redação do Enem 2018.

Por isso o jeito é fazer algumas apostas e investir um tempo estudando todos os detalhes de cada uma das questões.

A seguir, gente escolheu alguns temas que estão pegando fogo no cenário nacional e internacional para você incluir na sua agenda de estudos. Dê uma olhada:

O corpo como ferramenta política – Quebrar padrões rígidos de beleza, pautados pelo formato de indivíduo alto, magro e branco, é um ato político que começa a ganhar forma na sociedade. A ideia é mostrar que existe beleza, sim, no corpo diferente, na cor diferente, no cabelo natural. Como isso pode fazer a diferença na vida de milhões de pessoas que se sentem oprimidas pelos modelos de beleza encontrados na mídia?

O problema da obesidade – Pegando carona na questão do corpo, um tema bastante sensível para redação do Enem 2018 pode ser o da obesidade. O Brasil é um dos países com crescimento mais acentuado de pessoas acima do peso na última década. Se continuarmos no ritmo que estamos, em poucos anos teremos a mesma proporção de obesos que os Estados Unidos. O pior é que um grupo particularmente afetado por esse problema são as crianças. Estude bem os fatores que estão por trás da obesidade no Brasil, as origens, as mudanças de hábitos, as consequências e as soluções.

Armas: ter ou não ter? – Há alguns anos o Brasil voltou pelo fim do porte de armas, mas essa ideia, ao que parece, não está se sustentando. É cada vez maior o número de pessoas que pregam o porte de armas como forma de se defender de uma violência que só cresce. Mas será que ter uma arma é garantia de que a gente não vai ser assaltado ou violentado? Será que colocar um revólver na mão do cidadão comum torna o país mais seguro? Analise o contexto mundial, procure países onde o porte é liberado (Estados Unidos, por exemplo), e lembre-se: sua argumentação, seja pró ou contra, deve respeitar os direitos humanos.

Propagação das fake news — Como as notícias falsas, que se espalham feito praga pelas redes sociais, estão moldando os acontecimentos políticos no Brasil e no mundo? Quais são os grandes malefícios que elas podem trazer, especialmente dentro de um contexto social e político tão tenso como o do Brasil atual? Como nessas notícias foram usadas, por exemplo, para ajudar a eleger Donald Trump? Quem as produz? Há formas de combater esse fenômeno?

Big data – Gigantes da tecnologia estão faturando alto com informações que a gente entrega, gratuitamente, sem muitas vezes nem perceber. Os algoritmos de inteligência artificial estão em toda parte, capturando cada palavra que escrevemos – ou falamos – nas redes sociais, nos sites de busca, nos aplicativos, etc. Isso está servindo como insumo para aumentar uma base de dados que tem tudo sobre nossas preferências: o que comemos, o que gostamos de fazer, onde vivemos, quem são nossos amigos, o tipo de informação consumimos, etc. Como essa super base de dados pode mudar para sempre o mercado do futuro? Ou como pode ser usada com fins nocivos?

Avanço do pensamento ultraconservador – O pensamento ultraconservador voltou a ser preocupação no mundo inteiro, principalmente nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. No Brasil, a ideia também cresce a passos largos. Na base do discurso escondem-se pensamentos perigosos como xenofobia, homofobia, política regida por religiões e o fim da discussão de pautas progressistas (aborto, casamento igualitário, direitos da mulher). Por que isso tem acontecido e tem ganhado adesão, inclusive, do público mais jovem? O que um futuro ultraconservador nos reserva? Como mudar essa realidade?

Desenvolvimento sustentável das cidades – Daqui a algumas décadas, teremos uma população de quase 12 bilhões de pessoas na Terra. Imagine como serão as cidades até lá, em que situação estará o planeta, como iremos produzir alimento para toda essa gente! O que as cidades têm que fazer para crescer de forma sustentável e conseguir acolher uma população tão grande? Como países em desenvolvimento, como o nosso, estão lidando com a questão? Estamos preparados para crescer?

Investimento em ciência e tecnologia – Ainda no tema de desenvolvimento, dê atenção especial à ciência e tecnologia. No momento atual, tivemos um corte drástico de investimento nessa área, o que gerou protestos de muitas entidades no Brasil e no mundo. O que acontece com um país que não investe em desenvolvimento científico? Como poderemos nos preparar para o futuro sem esses dois componentes?

Entenda a redação do Enem 2018

A redação do Enem pede que o candidato desenvolva um texto no formato dissertativo-argumentativo em prosa com base no tema apresentado.

O desafio aqui é apresentar a ideia de forma clara, objetiva e que respeite o modelo pedido. Não tem muito segredo, mas é imprescindível ter sempre em mente os itens que serão avaliados:

  1. Mostrar que domina a língua portuguesa escrita formal.
  2. Dominar a proposta da redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento relativas ao tema.
  3. Saber organizar, selecionar e apresentar informações, fatos, opiniões e argumentos na defesa do seu ponto de vista.
  4. Provar que tem repertório de mecanismos linguísticos e que sabe usá-los adequadamente na construção da argumentação.
  5. Ser capaz de elaborar uma solução para o problema apresentado que respeite os direitos humanos.

A redação é analisada minuciosamente por dois avaliadores diferentes. Para gerar sua nota, eles vão levar em conta os cinco itens acima.

Onde estudar com a nota do Enem 2018

Com sua nota do Enem 2018, o que não vão faltar são faculdades onde conseguir uma vaga.

Só no Sisu, o processo seletivo que escolhe alunos para as universidades públicas de todo país, são mais de 130 instituições participantes.

Se o seu lance é estudar em uma faculdade particular, as opções são ainda mais numerosas. Aqui, você pode ingressar de diferentes formas. Com a nota do Enem 2018, por exemplo, será possível tentar uma bolsa de estudos pelo ProUni, financiar os estudos a juros baixos pelo FIES ou mesmo entrar direto sem ter que fazer vestibular, só apresentando sua pontuação.

Conheça a seguir algumas faculdades particulares reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde você vai poder entrar com a sua nota do Enem:

Veja também:

Enem 2018 – saiba quais as notas de corte para cada curso

Quais temas você já começou a estudar para a redação do Enem 2018? Conte para gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin