dcsimg

Veja qual é o valor da inscrição do Enem 2020

Tudo que você precisa saber sobre o Enem é divulgado pelo edital que, anualmente, é publicado no Diário Oficial da União pela organização do exame. 

Você verá que, ao se inscrever para a prova, deverá pagar uma taxa. Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura!

Descubra o valor da inscrição do Enem 2020

O edital do Enem 2020 ainda não foi publicado. Porém, tanto datas quanto valores que vieram nos últimos editais têm sido parecidos. 

Em 2019, a taxa foi de R$ 85, então espere para este ano um valor pouco maior. Mas talvez você não tenha de pagar!

Quem pode solicitar a isenção da taxa de inscrição

O edital traz os casos de isenção, que é a dispensa do pagamento da taxa de inscrição. É preciso que você a solicite, antes do prazo de inscrição para as provas, demonstrando que se encaixa numa destas condições:

  • Estar no 3º ano do ensino médio, em escola pública. 
  • Ter feito o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral em escola privada, e sua renda familiar deve ser de até um salário mínimo por pessoa.
  • Estar em difícil situação socioeconômica, e sua família precisa ser inscrita no CadÚnico, ter o número do NIS, além de renda familiar individual de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Como solicitar a isenção

Você deve pedir a isenção no site do Inep, na página de participante do Enem. Para isso, olhe o prazo no edital. Lembre-se de que a solicitação de isenção acontece antes do prazo de inscrição. Saiba como fazer essa solicitação:

  • Na página do Enem, preencha data de nascimento, CPF e outras informações
  • Aponte sua situação econômica, renda familiar e onde fez o ensino médio
  • Inclua os dados da sua mãe, da sua família e o que mais for perguntado

Como fazer a inscrição no Enem 

Como dissemos, o período oficial de inscrições para o Enem 2020 ainda será divulgado. Contudo, o processo de inscrição é geralmente o mesmo:

  • Acesse o site do Inep e, em seguida, a página do participante do Enem 2020.
  • Preencha os campos com o seu CPF, data de nascimento e outras informações; crie e guarde sua senha para acesso ao sistema.
  • Informe o local da prova, idioma escolhido, atendimento especial etc.
  • Confirme todas as informações, salve o boleto referente à taxa de inscrição e pague-o até o vencimento (caso você não tenha solicitado a isenção) e confirme sua inscrição.

Quando as provas serão aplicadas

O MEC já divulgou as datas para 2020:

  • No formato digital (que é novidade): 11 e 18 de outubro
  • No formato tradicional (papel): 1º e 8 de novembro

Cronograma do Enem 2020

Outras datas, desde a da publicação do edital até a liberação das notas individuais, estão no cronograma abaixo. Lembre-se de que são datas meramente prováveis, para você começar a se organizar:

  • Março, segunda quinzena: publicação do edital no Diário Oficial da União.
  • Abril, primeira semana: 10 dias para solicitar isenção da taxa de inscrição. Prazo também para justificar sua ausência na prova anterior caso você tenha sido isento em 2019 e não tenha comparecido à prova; se não justificar, não poderá requerer isenção outra vez.
  • Abril, 15: você saberá se a isenção ou se a justificativa de ausência foram aceitas.
  • Abril, segunda quinzena: 4 dias para recorrer caso um dos pedidos acima for recusado.
  • Maio, primeira semana: publicadas as respostas aos recursos, 10 dias para que você se inscreva para a prova. Nesse prazo, informe se precisará de atendimento especializado caso se encaixe numa das condições de deficiência física, ou outras, previstas no edital.
  • Maio: fim do prazo para alterar dados de cadastro, cidade onde quer fazer as provas e opção da língua estrangeira.
  • Maio, 25: último dia para pagar a taxa de inscrição (caso não tenha isenção).
  • Maio, 31: prazo para transgêneros e transexuais solicitarem atendimento pelo nome social.
  • Junho: resultados dos pedidos de atendimento especializado.
  • Junho: resultados das solicitações de atendimento por nome social e recursos.  
  • Outubro, primeira semana: divulgação do cartão confirmando sua inscrição e informando local das provas.
  • Outubro, 11 e 18: provas digitais (datas definidas oficialmente pelo Inep).
  • Outubro, 20: gabarito das provas digitais.
  • Novembro, 1º e 8: provas em papel (datas definidas oficialmente pelo Inep).
  • Novembro, 10: gabaritos das provas em papel.
  • Janeiro 2021, 15: publicação das notas individuais.
  • Março 2021: treineiros verão que notas tiveram.

Lembramos a você que esse cronograma traz datas prováveis, pois evidentemente o edital 2020 poderá conter mudanças em relação aos últimos anos. Consulte sempre o campo “Cronograma” no site do Enem.

Como usar a nota do Enem

Com seu resultado no Enem, você poderá entrar nas melhores faculdades do país. Existem programas oficiais para aumentar o número de estudantes no curso superior. Veja:

  • Sisu: você poderá obter vaga em faculdades públicas, para qualquer área de conhecimento. Para 2021, basta ter feito o Enem 2020, com nota na redação diferente de zero.
  • ProUni: aceito em faculdades privadas, dá bolsas de estudos. Você precisa ter mais que zero na redação e, nas provas, ao menos 450 de média. Deve ter cursado o ensino médio em escola pública e a renda familiar mensal bruta, por pessoa, deve ser de até 3 salários mínimos.   
  • FIES: financia seus estudos com juros baixos e a longo prazo. Precisa ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, ter obtido mais que zero na redação e média de ao menos 450 pontos; renda familiar bruta mensal de até 5 salários mínimos. 
  • Ingresso direto: usando somente a nota do Enem, você poderá ingressar em faculdade privada, exceto para o curso de Medicina. É só apresentar a nota de cada prova e, de acordo com a pontuação, você conseguirá até 100% de desconto nas mensalidades. Aí, bastará fazer a matrícula. 

Listamos para você faculdades privadas que aceitam o resultado do Enem e oferecem descontos, bolsas e financiamentos próprios, além dos programas do governo: 

Veja também:

Escolas particulares: Conheça vantagens do ensino privado

É possível pagar a faculdade com trabalho voluntário? 

Já sabe que curso fazer? Diga para a gente nos comentários.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin