dcsimg

Veja qual é o valor da inscrição do Enem e se inscreva agora

Saiba quanto é preciso investir para participar do Enem, a prova mais importante do Brasil!

Para milhões de estudantes brasileiros, o Enem é, sem dúvida, um dos momentos mais esperados do ano.

Só que até chegar o dia das provas é preciso encarar várias e várias etapas.

Uma delas é a inscrição, que fica aberta durante alguns dias e é o passo fundamental para quem quer fazer o Exame Nacional do Ensino Médio.

O processo exige um certo investimento e a taxa deve ser paga na data estabelecida – caso contrário, adeus provas!

Veja qual é o valor da inscrição do Enem e se inscreva agora mesmo!

Como se inscrever no Enem

Inscrever-se no Enem é fácil, mas requer uma boa dose de atenção.

O processo normalmente acontece na primeira quinzena de maio, e deve ser feito somente na página oficial do Enem.

Para participar, é preciso acessar o site durante o período de abertura das inscrições e informar todos os dados necessários.

Entre eles, você vai precisar de: CPF, data de nascimento, e-mail, número de telefone, endereço e dados da sua situação socioeconômica.

O Enem é aberto a qualquer pessoa interessada.

Ah, é durante as inscrições que você informa qual prova de língua estrangeira prefere fazer – espanhol ou inglês – e diz se irá precisar de algum atendimento especializado (para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida, gestantes, mães que estejam amamentando, etc.).

No fim, o participante cria uma senha de acesso com a qual, mais tarde, vai poder acompanhar a situação da inscrição, acessar o cartão de confirmação e verificar os resultados finais das provas.

Para concluir o processo (caso você não seja isento), é obrigatório pagar o valor da inscrição do Enem.

Veja mais detalhes no tópico a seguir.

Valor da inscrição do Enem

Ao longo dos anos o valor da inscrição do Enem foi mudando. A edição de 2019, por exemplo, cobrou R$ 85 pela participação.

O boleto de pagamento é acessado quando o participante termina de fazer o processo de inscrição.

Ele deve baixar e imprimir o documento, em seguida ir a qualquer banco, casa lotérica ou agência dos correios para efetuar o pagamento.

O valor deve ser pago à vista. Não há opção de parcelamento nem de pagar com cartão de crédito.

Normalmente, o candidato tem um prazo razoável para pagar a taxa de inscrição: em até cerca de 6 dias depois do encerramento de todo o processo.

Para você ter uma ideia mais clara, vamos usar o exemplo de 2019. As inscrições começaram no dia 6 de maio, terminaram no dia 17 e o prazo para pagamento da taxa de inscrição se esticou até o dia 23!

O MEC não prorroga o prazo e nem dá colher de chá aos atrasados, nem mesmo àqueles que têm a desculpa mais convincente na ponta da língua. Se perder, perdeu.

A inscrição só é confirmada depois do processamento do pagamento. Para não correr qualquer risco, o candidato deve acessar a página do participante para garantir que correu tudo bem com o pagamento.

A organização do Enem não devolve o valor da inscrição, mesmo que você desista de fazer as provas. Também é proibido transferir o valor para outro participante.

Como fazer o Enem sem pagar nada

Existe uma maneira de fazer o Enem sem pagar nada – e para alguns estudantes, a isenção é quase automática.

Mas, como estamos falando de Enem, é preciso se ligar nas datas e procedimentos.

Quem quiser isenção deve ficar atento: no começo de abril, normalmente, o MEC libera acesso aos que querem fazer essa solicitação.

Esse período dura uns dez dias, mais ou menos, e o processo também é feito pelo site oficial do Enem.

A isenção é concedida nos seguintes casos:

  • Aos alunos da rede pública de ensino que estão regularmente matriculados no último ano do ensino médio.
  • A quem fez todo o ensino médio em escolas da rede pública ou estudou com bolsa na rede privada. Nesse caso é preciso comprovar renda familiar compatível com o limite definido para aquela edição.
  • A quem declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica e esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

O MEC faz a análise das solicitações e divulga a lista dos isentos cerca de uma semana depois do encerramento do processo – em meados de abril, mais ou menos.

O participante tem a responsabilidade de acompanhar esse resultado. Se o seu pedido for aceito, poderá se inscrever sem pagar nada. Caso contrário, precisará pagar a taxa ou pedir revisão da decisão.

Quem ganhou isenção nos anos anteriores e não foi fazer a prova terá que justificar a falta para o MEC caso queira ser isento da taxa novamente.

De qualquer forma, todos os participantes – isentos ou não – devem obrigatoriamente fazer a inscrição em maio.

Quando acontece o Enem – e o que fazer antes das provas

Se você se inscreveu no Enem, tem duas missões a cumprir antes das provas:

  1. Verificar se a sua inscrição foi aceita (faça isso ainda durante o período de inscrições).
  2. Acessar o cartão de confirmação da inscrição, que deve ser liberado em outubro. Nele você encontra o lugar exato onde vai fazer a prova e os detalhes de atendimento especial, se for o caso.

As provas do Enem acontecem em dois domingos seguidos do mês de novembro.

No primeiro, são aplicadas as provas de Ciências Humanas e Linguagens, além da Redação.

No segundo, Ciências da Natureza e Matemática.

Os gabaritos oficiais são divulgados poucos dias depois do segundo domingo de provas.

O resultado final do Enem sai em meados de janeiro do ano seguinte, e logo depois começam os processos seletivos para preencher vagas nas universidades.

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Além das mais de 100 instituições públicas, existem milhares de faculdades particulares de qualidade que selecionam alunos pela nota no Enem.

Elas estão espalhadas por todo o país e contam com diversas opções de cursos presenciais e a distância para quem busca uma boa formação de nível superior.

A gente separou algumas para você conhecer:

Veja também:

Descubra por quanto tempo vale o Enem

O que achou do valor da inscrição do Enem? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin