dcsimg

Saiba como ver o resultado do Sisu 2020.2

Descubra se você conseguiu vaga na universidade pública no Sisu 2020 do segundo semestre!

O Sisu você provavelmente já conhece: é o processo seletivo que distribui vagas em universidades públicas!

E quem não gostaria de estudar numa dessas instituições, conhecidas pela qualidade (e gratuidade) de ensino?

Pois bem, em 2020 teremos duas edições desse programa. A primeira já foi, mas a segunda começa daqui a pouco.

Saiba como ver o resultado do Sisu 2020.2 a seguir!

Quando começa o Sisu 2020.2

A segunda edição do Sisu 2020 deve acontecer em junho. Normalmente o processo seletivo abre inscrições numa terça-feira e se encerra na sexta-feira da mesma semana.

Quando o edital for divulgado, provavelmente entre o final de maio e início de junho, teremos as datas exatas.

O Sisu permite entrar na disputa por cotas ou por ampla concorrência. Dá para escolher até dois cursos entre os que estão disponíveis na plataforma.

O sistema de seleção vai acontecer com base nas notas apresentadas no Enem, assim como na primeira edição.

Os candidatos inscritos devem ficar de olho, já que as notas de corte podem mudar diariamente, conforme mais pessoas vão entrando na disputa.

O Sisu do segundo semestre é bem menor que o primeiro. Enquanto em janeiro são mais de 240 mil vagas, em média, em junho o número raramente ultrapassa 50 mil – o que faz subir bastante a concorrência geral.

Para se dar bem, portanto, é fundamental saber escolher e ficar de olho na oscilação das notas. Se subirem muito, o jeito é procurar outra opção.

Como ver o resultado do Sisu 2020.2

A seleção do Sisu do segundo semestre vai durar quatro dias e os resultados saem pouco depois disso.

Na segunda-feira seguinte, os candidatos inscritos já podem saber se conseguiram ou não a vaga desejada.

Para isso, basta acessar o site oficial do Sisu, informando o número de inscrição e a senha.

Se tiver conseguido a vaga em uma das duas opções de curso, o candidato tem alguns dias para levar a documentação necessária à faculdade para efetivar a matrícula. O prazo é bem rigoroso; quem perder cede a vaga ao próximo.

Quem não for selecionado na primeira chamada pode se inscrever na lista de espera, uma segunda chance que o Sisu oferece.

Os inscritos na lista devem acompanhar o site do Sisu pelas próximas semanas, para saber se vão ser chamados ou não.

Se conseguirem vaga, terão alguns dias para levar os documentos à universidade e efetuar a matrícula.

Quem pode se inscrever no Sisu 2020.2

Pode se inscrever na segunda edição do Sisu todo candidato que fez o Enem 2019 e obteve nota acima de zero na redação.

O critério de participação é simples, mas para ter mais chances de passar no Sisu é preciso chegar com média de 670 pontos, mais ou menos.

Cursos que estarão no Sisu 2020.2

Embora não tenha uma oferta tão grande quanto a primeira edição, o Sisu 2020.2 deve trazer cursos bem interessantes, como:

  • Administração
  • Agronomia
  • Ciência da Computação
  • Ciências Biológicas
  • Ciências Contábeis
  • Direito
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Mecânica
  • Farmácia
  • Física
  • Geografia
  • História
  • Matemática
  • Medicina
  • Pedagogia
  • Química

Lembrando que a lista de cursos e instituições participantes muda todos os semestres e só é conhecida no período de inscrições.

Outras chances de entrar na faculdade em 2020.2

Se não acontecer de passar no Sisu 2020.2, não desista!

É sempre bom reforçar que há outras boas opções para quem quer começar a estudar ainda no segundo semestre.

Logo após o encerramento do Sisu, por exemplo, começa o ProUni – programa que concede bolsas de estudo em faculdades privadas. Quem tirou boa nota no Enem 2019, fez o ensino médio em escola da rede pública e atende aos requisitos de renda pode participar. A segunda edição acontece em junho ou início de julho e tem bastante vaga em cursos presenciais e EAD.

Terminando o ProUni começa o FIES, que oferece financiamento estudantil a juros baixos a quem quer fazer um curso presencial. Na segunda edição do programa pode participar quem fez qualquer Enem a partir de 2010 e atende ao perfil de renda determinado pelo MEC. O programa abre inscrições em julho.

Além desses, há ainda a modalidade de ingresso direto, uma facilidade oferecida por faculdades particulares de todo o país. Com esse sistema é possível conseguir vaga em cursos presenciais e EAD sem fazer qualquer tipo de processo seletivo, basta apresentar as notas do Enem. Os requisitos mudam de acordo com a faculdade.

O ingresso direto fica à disposição dos interessados por várias semanas a cada semestre.

Faculdades onde estudar em 2020.2

Pode se preparar: tem muita faculdade onde estudar no segundo semestre!

Optar por uma boa instituição de ensino é fundamental para quem quer se dar bem no mercado de trabalho.

Portanto, redobre a atenção na hora da escolha. Observe sempre se a faculdade é reconhecida e bem avaliada.

A gente separou algumas para você incluir na sua lista. Elas certamente estarão nas segundas edições do ProUni, FIES ou ingresso direto:

Veja também:

Conheça o cronograma do Enem 2020 e não perca as datas

E aí, quais são suas expectativas para o segundo semestre de 2020? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin