dcsimg

Descubra como fazer a inscrição do Sisu 2020

Saiba agora quem pode se inscrever no Sisu 2020 e como fazer sua inscrição para tentar uma vaga na universidade pública!

Quem fez o Enem 2019 e obteve nota acima de zero na redação poderá se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020.

O Sisu é um sistema eletrônico, mantido pelo Ministério da Educação, por meio do qual instituições públicas de todo o Brasil oferecem vagas para seus cursos de graduação, selecionando os candidatos pela nota do Enem.

Confira uma explicação completa sobre como fazer sua inscrição no Sisu 2020 e tire suas dúvidas em nosso artigo!

Como fazer a inscrição no Sisu 2020

As inscrições no Sisu 2020 devem ser feitas pela internet, no site oficial do Sisu. Para se inscrever é necessário informar o número do CPF e a senha utilizada no Enem 2019. Caso não lembre a senha, basta entrar no sistema Enem e fazer a recuperação.

Ao acessar o Sisu com seu CPF e senha do Enem 2019, será preciso atualizar suas informações de contato para prosseguir com a inscrição.

Após atualizar seus dados, na tela “Minha inscrição”, você poderá fazer a pesquisa de vagas por município, instituição ou nome do curso. Clicando sobre cada curso, você verá o número de vagas e modalidades (ampla concorrência ou cotas) disponíveis.

Você pode escolher até duas opções de curso para concorrer no Sisu 2020 e deverá especificar a modalidade na qual quer concorrer em cada uma. Não esqueça de conferir a documentação necessária para a matrícula antes de confirmar sua inscrição.

Você poderá alterar suas opções de curso a qualquer momento durante o período de inscrições do Sisu 2020. Lembrando que sempre ficará valendo a última inscrição registrada para fins de classificação.

Datas do Sisu 2020

O cronograma oficial do Sisu 2020 ainda não foi divulgado pelo Ministério da Educação. O calendário deve sair logo após o resultado do Enem 2019, cuja divulgação está prevista para o dia 20 de janeiro de 2020. 

É provável que as inscrições para o Sisu 2020 fiquem abertas entre os dias 21 e 24 de janeiro de 2020.

Já o resultado do Sisu 2020 deve ser divulgado no dia 27 de janeiro de 2020. O resultado poderá ser consultado no site do Sisu e nas instituições participantes. 

O Sisu 2020 provavelmente terá duas edições: uma no primeiro semestre (com inscrições em janeiro) e outra no segundo semestre (com inscrições em junho). Porém, a primeira edição é a que costuma oferecer o maior número de vagas.

Notas de corte do Sisu 2020

Nota de corte do Sisu é a nota mínima aproximada do Enem que um candidato precisa para conseguir uma vaga em determinado curso.As notas de corte do Sisu são calculadas uma vez por dia durante o período de inscrições, por modalidade de concorrência.

O objetivo da divulgação das notas de corte do Sisu é servir como referência aos participantes.

Dessa forma, ao verificar que sua pontuação do Enem 2019 está muito abaixo da nota de corte da vaga escolhida, o candidato pode mudar para uma opção de curso na qual seja mais viável passar.

Lista de espera do Sisu 2020

Somente quem não for aprovado em nenhuma das opções de curso poderá participar da lista de espera do Sisu 2020. Os interessados deverão confirmar o interesse em participar da lista de espera no prazo especificado no cronograma.

Outras formas de usar a nota do Enem 2019

De todos os processos seletivos que utilizam a nota do Enem, o Sisu costuma ser o mais concorrido. Então, é normal que muitos candidatos fiquem sem a sonhada vaga na universidade pública.

Ainda bem que existem outras formas de aproveitar a nota do Enem 2019 para entrar na faculdade, sem ter que esperar mais um ano! Conheça as opções a seguir:

ProUni 2020

Quem participou do Enem 2019 e obteve pontuação média a partir de 450 e nota acima de zero na redação poderá se inscrever no ProUni 2020 para concorrer a bolsas de estudo em faculdades particulares.

Porém, também há notas de corte para cada curso e os candidatos precisam atender aos critérios socioeconômicos do programa, que incluem limites de renda familar.

FIES

O FIES concede financiamento de cursos presenciais em faculdades privadas a juros baixos ou zero, e o estudante só começa a quitar a dívida depois de se formar.

Para se inscrever no FIES é preciso ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, com pontuação média de 450 ou acima e nota maior que zero na redação. Os candidatos são selecionados pela nota do Enem e também há limites de renda familiar para participar.

Entrar direto em uma faculdade particular

Muitas faculdades particulares aceitam a nota do Enem em substituição ao vestibular interno, tanto para cursos presenciais quanto a distância (EAD).

Várias delas também oferecem bolsas de estudos de até 100% e descontos especiais para quem opta por essa modalidade de seleção, conhecida como ingresso direto.

O ingresso direto é um jeito simples e rápido de usar a nota do Enem para entrar na faculdade, já que todo o processo é feito diretamente com a instituição e não há requisitos socioeconômicos.

Além disso, as notas de corte para conseguir uma vaga costumam ser muito mais baixas do que no Sisu, no ProUni e no FIES, independentemente do curso.

Onde estudar

Conheça agora algumas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação onde você pode usar a nota do Enem 2019 para entrar direto e ainda conseguir uma bolsa ou desconto na mensalidade:

Saiba mais:

Cotas do Sisu

Descubra como conseguir uma vaga remanescente do Sisu 2020

Depois de saber como fazer sua inscrição no Sisu 2020, conte para a gente nos comentários: você vai tentar uma vaga em qual curso pelo Sisu?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin