Saiba tudo sobre as vagas remanescentes do Sisu 2021

Não passou na chamada regular do Sisu 2021? Descubra como conseguir uma das vagas remanescentes!

Se inscreveu para o Sistema de Seleção Unificada e não foi selecionado de primeira? O Guia da Carreira está aqui para te mostrar que é possível ingressar nas universidades públicas brasileiras por meio do programa concorrendo às vagas remanescentes do Sisu 2021.

Quer saber como conquistar uma destas vagas? Continue lendo este artigo e não perca a chance de começar a estudar na faculdade dos seus sonhos!

Entenda o que são as vagas remanescentes do Sisu 2021

Para o primeiro semestre de 2021, o Sistema de Seleção Unificada irá oferecer cerca de 230 mil vagas em cursos presenciais e a distância em universidades de todo o país.

Apesar do alto índice de candidatos por vaga, é comum que algumas não sejam preenchidas no período regular por desistências de curso, documentação incompleta e, até mesmo, por falta de comparecimento. Essas vagas são chamadas de vagas remanescentes e em 2021 uma delas pode ser sua.

Como é do interesse do Ministério da Educação que todas as vagas sejam preenchidas – afinal, são fruto de recursos públicos -, o Sisu oferece a possibilidade de se inscrever na lista de espera. Saiba mais a seguir:

Como concorrer às vagas remanescentes do Sisu 2021 por meio da lista de espera?

A oportunidade de conquistar uma das vagas remanescentes do Sisu 2021, ocorre logo após o encerramento da chamada regular. Quem se inscreveu no programa e não foi convocado na chamada regular para nenhuma das duas opções de curso, pode manifestar interesse na lista de espera.

Vale lembrar que a inscrição é voluntária. É de inteira responsabilidade do candidato solicitar a inserção de seu nome na lista de espera, portanto é importante ficar de olho no portal do Sisu (https://sisu.mec.gov.br/) e acompanhar o cronograma.

Qual o período de inscrições para a lista de espera do Sisu 2021?

Por conta das alterações no calendário acadêmico em decorrência da pandemia do coronavírus, a edição 2021 do Sisu estará aberta para inscrições apenas após a divulgação do resultado do Enem 2020, em 29 de março.

É bem provável que a lista de espera fique disponível apenas em meados do mês de abril, para a ocupação das vagas que não foram imediatamente preenchidas após a divulgação da classificação.

Quais os critérios para conseguir uma das vagas remanescentes do Sisu 2021?

Os critérios básicos para disputar uma das vagas remanescentes do Sisu 2021 são os mesmos da chamada regular.

Pode participar do Sisu todo candidato:

  • Inscrito no Enem 2020;
  • E que não tenha zerado a redação.

E para participar da lista de espera, basta não ter se classificado na chamada regular e manifestar interesse em permanecer no processo seletivo para tentar uma vaga.

No mais, não tem mistério! É só cruzar os dedos e torcer bastante para ser selecionado na instituição desejada.

O que fazer caso não consiga uma das vagas remanescentes do Sisu 2021?

Apesar de toda a confusão do calendário acadêmico de 2021, o atraso no resultado do Enem tem um lado bom: caso não seja selecionado par a lista de espera do Sistema de Seleção Unificada, você pode se inscrever para participar do Prouni, do Fies ou tentar o ingresso direto em uma universidade particular sem esperar pelo próximo semestre. Saiba um pouco mais sobre estas alternativas a seguir:

Programa Universidade Para Todos (Prouni)

Por conta do resultado tardio do Enem 2020, o Prouni abrirá inscrições para sua segunda seleção logo após o resultado do exame. A primeira seleção, realizada em janeiro, contemplou apenas os alunos que haviam realizado o Enem 2019.

Para que os candidatos do Enem 2020 tivessem a chance de concorrer, o programa – que normalmente abre apenas duas chamadas no ano -, realizará três seleções em 2021, sendo a terceira no segundo semestre.

O Prouni oferece bolsas de estudo integrais (100%) e parciais (50%) em universidades públicas espalhadas por todo o país. Para participar, no entanto, é necessário se enquadrar nos critérios de renda exigidos pelo programa, apresentar desempenho de, pelo menos, 450 pontos na média geral do Enem e nota superior a zero na redação.

Sem dúvida alguma é uma ótima alternativa para quem deseja estudar em universidades particulares renomadas de forma gratuita, ou pagando apenas metade do valor das mensalidades.

Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)

Assim como o Prouni, o Fundo de Financiamento Estudantil também abriu inscrições para sua primeira seleção no mês de janeiro, para os alunos que apresentaram a nota do Enem 2019.

Para que os candidatos do Enem 2020 também possam concorrer a linhas de crédito em universidades particulares, após o resultado do exame, o Fies abrirá uma segunda seleção ainda no primeiro semestre. Esta mudança dá aos candidatos mais uma chance de começar a faculdade dos sonhos sem demora.

Para começar a estudar e pagar pelo curso só após a formatura com o Fies, o candidato precisa ter pontuação superior ou igual a 450 pontos e não ter zerado a redação. Além disso, é preciso comprovar renda familiar de até cinco salários mínimos por pessoa para adquirir juros reduzidos, ou até três salários mínimos por pessoa para fechar contrato com juros zero.

Ingresso direto

Uma terceira opção para quem não for selecionado nas vagas remanescentes do Sisu 2021 é o ingresso direto. Esta opção, além de prática e sem burocracias, não depende de mediação do governo e pode ser resolvida diretamente com a faculdade desejada. Basta saber se a instituição aceita a nota do Enem. Caso sua pontuação seja equivalente à nota exigida é só fazer a matrícula imediatamente.

Para te ajudar na busca por uma universidade que aceite o ingresso direto, selecionamos algumas instituições privadas, reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. Confira:

Veja também: Descubra quando sai a nota do Enem 2021

E então, preparado para entrar na lista de espera? Conte nos comentários abaixo para quais cursos você deseja tentar uma vaga!

 

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!