dcsimg

Descubra qual é a nota de corte do seu curso na Fuvest 2018

Participou da primeira fase da Fuvest 2018? Então confira agora mesmo qual foi a nota mínima para seguir na disputa!

Em 2018, a Fuvest manteve a tradição, com provas difíceis e uma nota de corte super alta para a maioria dos cursos.

Algumas das graduações mais concorridas, como Medicina, exigiram que o candidato acertasse mais de 80% das questões objetivas para seguir para a próxima fase do concurso – um desafio que somente os experts conseguiram superar.

Até naqueles cursos que a gente acha que são fáceis, as notas não foram das mais baixas.

Se você fez ou pretende fazer Fuvest nos próximos anos, entender as notas de corte é fundamental. Elas são um importante indicativo do quanto você tem que estudar para se dar bem neste que é um dos vestibulares mais importantes do país.

Por isso, não perca mais nem um minuto: confira agora mesmo qual é a nota de corte do seu curso na Fuvest 2018 e aproveite para conhecer algumas alternativas interessantes ao vestibular tradicional!

Nota de corte do seu curso na Fuvest 2018

Preparamos a lista a seguir com as notas de corte dos principais cursos oferecidos pela Universidade de São Paulo (USP).

Essas notas são as mínimas necessárias para passar para a segunda fase do concurso.

Confira algumas registradas na primeira fase da Fuvest em 2018:

  • Administração – Piracicaba: 40 pontos
  • Agronomia: 42 pontos
  • Arquitetura e Urbanismo – FAU: 57 pontos
  • Ciências Biológicas: 53 pontos
  • Ciências Biomédicas – 59 pontos
  • Computação: 49 pontos
  • Curso Superior do Audiovisual: 62 pontos
  • Design : 53 pontos
  • Direito: 58 pontos
  • Economia, Administração, Ciências Contábeis e Atuária: 52 pontos
  • Educação Física e Esporte: 40 pontos
  • Enfermagem: 43 pontos
  • Engenharia Ambiental – São Carlos: 44 pontos
  • Engenharia Civil – São Carlos: 53 pontos
  • Engenharia na Escola Politécnica: 57 pontos
  • Engenharia Química: 47 pontos
  • Fisioterapia: 50 pontos
  • Fisioterapia: 50 pontos
  • Fonoaudiologia: 41 pontos
  • Geografia: 37 pontos
  • Gestão de Políticas Públicas: 36 pontos
  • Jornalismo: 54 pontos
  • Letras: 37 pontos
  • Marketing: 40 pontos
  • Matemática/Física: 33 pontos
  • Medicina Veterinária: 54 pontos
  • Medicina: 76 pontos
  • Música – ECA: 27 pontos
  • Nutrição: 47 pontos
  • Odontologia: 46 pontos
  • Pedagogia: 38 pontos
  • Psicologia: 61 pontos
  • Publicidade e Propaganda: 52 pontos
  • Química: 33 pontos
  • Relações Internacionais: 60 pontos
  • Terapia Ocupacional: 40 pontos
  • Turismo: 38 pontos
  • Zootecnia: 37 pontos

A lista completa você pode acessar no site da Fuvest.

A prova da primeira fase foi composta de 90 questões objetivas de todas as principais disciplinas do ensino médio: Matemática, Química, Física, Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Geografia, História e Biologia.

Nessa etapa, que à primeira vista parece simples, cerca de 80% dos candidatos são eliminados. Por determinação da Fuvest, só os participantes com melhor pontuação conseguem seguir para a segunda fase.

Nota de corte do seu curso na segunda fase da Fuvest 2018

A segunda fase da Fuvest é composta inteiramente de provas dissertativas. São três dias de uma maratona em que o candidato terá, no total, que resolver 38 questões de diversas disciplinas e mais uma redação.

Aqui, no entanto, não existe nota de corte. Os candidatos que tiverem o melhor desempenho ficam com a vaga.

A Fuvest 2018 tem uma concorrência bem mais baixa na segunda fase. O número médio de pessoas disputando uma vaga cai para 2,34, com variações que podem ir de 2 a 3,3 candidatos/vaga – inclusive nos disputadíssimos cursos de Medicina.

A concorrência mais baixa aqui não significa, necessariamente, que essa fase seja mais fácil do que a primeira. O nível das questões e altíssimo e só os melhores vão conseguir entrar.

As provas foram aplicadas nos dias 7, 8 e 9 de janeiro. A lista de aprovados em primeira chamada deve sair em meados de fevereiro.

Nota de corte do seu curso na Fuvest 2018 por meio do Sisu

A USP também participa do Sisu, o Sistema de Seleção Unificada do governo federal que distribui vagas em instituições públicas. O critério de classificação é a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mais recente.

Nesta edição, a universidade paulista reservou cerca de 3 mil vagas para essa modalidade de ingreso.

A previsão é que a disputa seja altíssima.

O Sisu 2018 abre no dia 23 de janeiro e fica no ar até o dia 26 de janeiro. As notas de corte do Sisu 2018 só serão conhecidas depois que o processo se encerrar, a partir de 29 de janeiro.

Por isso, só podemos, por enquanto, usar como referência as notas da edição de 2017.

Repare que a pontuação é bem alta.

  • Administração: 775 pontos
  • Arquitetura e Urbanismo: 747 pontos
  • Ciência os Alimentos: 714 pontos
  • Ciências Biológicas: 687 pontos
  • Ciências da Natureza: 720 pontos
  • Design: 748 pontos
  • Direito: 750 pontos
  • Editoração: 805 pontos
  • Educação Física e Saúde: 728 pontos
  • Enfermagem: 749 pontos
  • Engenharia Ambiental: 800 pontos
  • Engenharia Bioquímica: 809 pontos
  • Engenharia Civil: 808 pontos
  • Engenharia de Produção: 783 pontos
  • Engenharia Mecânica: 821 pontos
  • Engenharia Mecatrônica: 819 pontos
  • Engenharia Química: 789 pontos
  • Estatística: 749 pontos
  • Filosofia: 682 pontos
  • Gestão Ambiental: 730 pontos
  • História: 686 pontos
  • Jornalismo: 811 pontos
  • Lazer e Turismo: 708 pontos
  • Letras: 761 pontos
  • Marketing: 780 pontos
  • Matemática: 690 pontos
  • Medicina – Ribeirão Preto: 831 pontos
  • Oceanografia: 797 pontos
  • Odontologia: 783 pontos
  • Pedagogia: 673 pontos
  • Psicologia: 737 pontos
  • Publicidade e Propaganda: 808 pontos
  • Relações Públicas: 798 pontos
  • Sistemas de Informação: 752 pontos
  • Turismo: 756 pontos

Para conseguir entrar na USP pelo Sisu em 2017 o candidato precisou de uma nota média de 725 pontos. A universidade ofereceu vagas nas modalidades de ampla concorrência, cotas raciais e estudantes de escola pública.

Não consegui passar na Fuvest, o que faço?

A Fuvest é um dos vestibulares mais difíceis e concorridos do país. Conseguir vaga aqui muitas vezes exige anos e anos de estudos e tentativas.

Se você tem pressa para entrar de vez na faculdade e começar a construir sua carreira, pode optar por uma das tantas instituições de ensino disponíveis em todo o país.

Muitas delas são bem avaliadas pelo MEC, têm o curso que você procura – às vezes em diferentes modalidades – e possuem sede em diversos estados brasileiros.

Que tal conhecer algumas?

As faculdades da lista acima ainda têm outras vantagens. Todas participam de programas como ProUni e FIES, além de oferecerem facilidades como bolsas de estudos, convênios, descontos e financiamento sem burocracia.

Veja também:

9 assuntos que mais caem na Fuvest

Fez ou vai fazer a Fuvest? O que achou das notas de corte? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin