dcsimg

Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Conheça este curso!

Você pensa sobre a quantidade de informações que circulam diariamente nos vários canais que acessamos? Não somente no ambiente virtual, mas também em nosso local de trabalho, quando fazemos compras ou uma transação bancária?

Sequer dá para imaginar o volume disso tudo, não? Esses dados devem ser processados em hardwares e softwares específicos para tal. Esse é o trabalho do profissional em Análise de Sistemas: projetar e desenvolver esses recursos.

Se esse é um segmento que está em sua mira como possibilidade de graduação, saiba que é uma área muito valorizada e com bom número de empregos.

Para que fique mais bem-informado sobre o curso de Análise de Sistemas, fizemos um apanhado dos aspectos mais importantes relacionados a ele. Confira!

Sobre o curso de Análise de Sistemas

Análise e Desenvolvimento de Sistemas: esse é o nome oficial do curso, que é do tipo graduação tecnológica. É oferecido nas modalidades presencial e a distância, dá o título de tecnólogo e seu tempo de duração varia em cada instituição.

Na Universidade Cruzeiro do Sul sua duração é de 4 semestres (2 anos) tanto o presencial quanto o EAD. Já na Anhanguera, o presencial dura 5 semestres (2 anos e meio), e o EAD, 6 semestres (3 anos).

O curso de Análise de Sistemas é para quem tem um perfil curioso, adora solucionar problemas e tem bom raciocínio lógico. As disciplinas do curso são totalmente voltadas a tudo que envolve sistemas computacionais.

Por ser uma gradação tecnológica, o foco será na parte prática da profissão. Isso significa que, ao final do curso, o estudante estará bem preparado para assumir imediatamente qualquer função relacionada ao campo de atuação da Análise de Sistemas.

Quer ter uma ideia do que vai estudar no curso?

Matriz curricular do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Pegamos como exemplo a grade curricular do curso a distância, da Cruzeiro do Sul Virtual. Dê uma olhada:

  • Matemática aplicada
  • Modelagem de dados
  • Programação orientada a objetos
  • Programação web
  • Técnicas de desenvolvimento de algoritmos
  • Projeto integrado de programação e modelagem de dados
  • Banco de dados
  • Engenharia de software
  • Projeto de sistema de informação
  • Redes de computadores
  • Sistemas hipermídia/multimídia
  • Projeto integrado em gestão de sistemas de informação
  • Projeto integrado de gestão de projetos e de dados
  • Estrutura de dados
  • Programação para dispositivos móveis
  • Qualidade de software
  • Sistemas cliente/servidor
  • Técnicas de programação
  • Tópicos especiais em análise e desenvolvimento de sistemas
  • Gestão da tecnologia da informação
  • Aplicações para internet
  • Organização e arquitetura de computadores
  • Probabilidade e estatística
  • Programação de computadores
  • Sistemas operacionais
  • Tópicos de computação e informática

Essas são disciplinas específicas do curso. Há ainda as multidisciplinares, como Empreendedorismo, Língua Portuguesa e Libras.

O mercado de trabalho para quem faz Análise de Sistemas

Já comentamos rapidamente sobre a boa empregabilidade nesse segmento. As perspectivas continuam boas, considerando que dados e informações são extremamente valiosos em todos os tipos de organizações.

Bancos, escolas, agências de comunicação, transportadoras, fábricas, prestadoras de serviços e demais tipos de negócios — de pequenas empresas a grandes corporações — dependem de sistemas de informações e bancos de dados bem estruturados e desenvolvidos para as suas necessidades.

Além disso, sabemos que a área de tecnologia da informação está sempre em expansão e que a tendência é continuar crescendo. Sendo assim, se você pensa em estudar Análise de Sistemas, deve saber que essa é uma boa escolha.

Onde estudar Análise de Sistemas

Autorizadas, conceituadas e reconhecidas pelo MEC, as seguintes instituições de ensino superior oferecem a graduação em Análise de Sistemas presencial e EAD:

O acesso nessas universidades pode ser por meio do ProUni e FIES (programas de bolsas e financiamento estudantil do governo federal), vestibular ou diretamente com a nota do Enem.

É importante que você saiba que essas instituições têm um compromisso social, que é de garantir que todos tenham acesso ao ensino superior. Apesar de serem universidades privadas, cada uma delas tem alternativas que facilitam o ingresso em seus cursos. Resumindo, você encontrará mensalidades na medida do seu orçamento.

Para mais informações sobre bolsas, descontos, convênios e outros tipos de financiamento estudantil, acesse o site dessas instituições e descubra as inúmeras possibilidades que elas oferecem.

Você também pode se interessar:

Conheça o curso de Tecnologia da Informação a distância

As melhores faculdades de Sistemas de Informação

As informações deste artigo foram úteis para você? Já está decidido pelo curso de Análise de Sistemas? Qual universidade escolheu? Conte tudo nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin