dcsimg

Conheça a profissão confeitaria e veja onde estudar

A confeitaria existe a muitos anos e, para se tornar um bom profissional nesta área, é necessário muita engenhosidade e o dom de criar e recriar. 

O trabalho do confeiteiro é bastante importante, pois afeta diretamente o paladar, atraindo ou afastando consumidores dos produtos produzidos. 

Quer saber mais sobre essa profissão? Vem com a gente que te mostraremos agora! 

O que faz um confeiteiro?

O Confeiteiro é responsável por cria e recria receitas de bolos e doces, levando em consideração as normas de higiene e segurança no desenvolvimento do seu trabalho.

O Confeiteiro deve elaborar ou repetir receitas de bolos e doces por encomenda, para eventos, para venda e consumos em geral. 

Os principais locais que este profissional irá atuar são:

  • Padarias
  • Confeitarias
  • Docerias
  • Supermercados

Para se tornar um profissional de excelência, é essencial que o confeiteiro seja goste de criar novas receitas, seja criativo e paciente.

Como funciona a profissão de confeitaria 

Essa profissão exige muita habilidade e técnica na cozinha, além de bastante criatividade e inovação para poder criar novas receitas e decorações para os pratos. 

Em geral, o confeiteiro trabalha uma jornada bem extensa, chega a ficar até às 23h produzindo bolos, tortas, docinhos de festa, pães especiais e afins, além de lidar com frequência com eventos de todos os tipos e idades. 

É imprescindível que o confeiteiro esteja atento às normas de segurança, qualidade e higiene:

  • Checar a validade dos ingredientes utilizados.
  • Certificar-se de que os doces oferecidos ao cliente estão sempre frescos e próprios para o consumo.
  • Fazer a manutenção constante da limpeza de seu local de trabalho. 

Mercado de trabalho 

O mercado de trabalho para o profissional de confeitaria é bastante amplo, com vagas em grandes, médias e pequenas empresas, além de diversas oportunidades para abrir o próprio negócio e até mesmo dar aulas particulares. 

Hoje, um chefe de confeitaria recebe em média R$ 2.000 no início de carreira e pode chegar a receber até R$ 3500, de acordo com a organização e região que atua. 

Uma outra possibilidade é abrir o seu próprio negócio e vender os seus próprios produtos para festas de casamento, aniversários, reuniões de empresas e até mesmo para as pessoas consumirem no dia a dia. 

Como funciona o curso de Confeitaria 

O curso de Confeitaria é disponibilizado no formato de técnico, com duração média de 2 a 3 anos. 

Durante o curso, você vai conhecer detalhes da produção de pães, bolos, biscoitos, bolachas e ainda aprenderá como fazer:

  • Pasta americana
  • Trufas
  • Bolo confeitado
  • Massa para salgados 
  • Pão de ló

O valor da mensalidade de um curso técnico de Confeitaria fica em torno de R$ 250 e R$ 400, segundo a instituição e a região onde ele será feito. 

Outra ótima opção para quem deseja se tornar um confeiteiro 

Uma opção mais vantajosa para quem deseja trabalhar com confeitaria é realizar um curso superior tecnológico em Gastronomia. 

Esse curso possui tempo médio de formação de apenas 2 anos e o estudante sai com um diploma de ensino superior, que tem muito mais abertura e oportunidades no mercado de trabalho. Além disso, neste curso existem diversas disciplinas que trazem maior vivência na cozinha. 

Veja algumas das principais matérias que estão no curso de Gastronomia da Cruzeiro do Sul Virtual:

  • Planejamento de cardápio 
  • Técnicas e habilidades básicas de cozinha 
  • Cozinha brasileira 
  • Cozinha de carne
  • Aves e pescados 
  • Ciência e higiene de alimentos 
  • Cozinha clássica e contemporânea 
  • Panificação 
  • Confeitaria 

A mensalidade do curso superior tecnológico de Gastronomia é bem em conta, muitas vezes sendo menor do que a do curso técnico em Confeitaria. Em algumas instituições, essa graduação pode ser inferior a R$ 250. 

Onde estudar Gastronomia 

Existem diversas faculdades que oferecem este curso, mas, antes de se matricular em qualquer instituição de ensino superior ou técnico, sempre verifique se ela é autorizada pelo Ministério da Educação (MEC), pois só assim o diploma será válido. 

Por isso, para te ajudar, fizemos uma lista com algumas instituições que têm esta graduação, com mensalidades baixíssimas, bolsas, descontos e financiamentos próprios para os seus novos alunos. Confira:

Veja mais:

Qual salário de Gastronomia?

Quanto ganha um chefe de cozinha? 

Já escolheu o seu curso? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin