dcsimg

Conheça a profissão Educomunicação

A Educomunicação tem entrado rapidamente no mercado de trabalho e você precisa conhecer essa profissão!

Ao ler o nome, já imaginamos a junção de duas áreas: Educação e Comunicação. Por muito tempo, elas andaram separadas, mas, com as novas tecnologias e a invasão de cursos online, precisam estar cada vez mais alinhadas.

Você pode não conhecer ou ter escutado nada sobre essa profissão, ela é bastante nova e abre um campo para quem gosta ou tem familiaridade com as instituições de ensino e com a Comunicação, seja escrita, oral ou gráfica. 

Serei então educador ou comunicador? O que faz um profissional de Educomunicação?

Leia com atenção este artigo, que desvendaremos esse mistério e, quem sabe, você possa descobrir um trabalho diferente e muito instigante!

O que é a Educomunicação?

Essa é uma profissão que se utiliza de diferentes tipos de mídia para gerar conteúdos educacionais onde eles sejam necessários: escolas, órgãos públicos, fundações, instituições privadas etc.

Os conteúdos produzidos podem ser utilizados para cursos presenciais ou a distância e as equipes responsáveis desenvolvem projetos educacionais com o amparo da linguagem e das tecnologias disponíveis.

Na era digital que estamos vivendo, técnicas obsoletas de ensino não prendem mais a atenção dos alunos e nem alcançam os objetivos de aprendizagem propostos. 

Os professores, além de se atualizarem, precisam de um suporte e de materiais didáticos compatíveis com a realidade do mundo moderno. Esse é o principal papel da Educomunicação.

Qual o enfoque do curso de Educomunicação?

São apenas dois cursos específicos disponíveis e com duas vertentes distintas, o bacharelado e a licenciatura.

O bacharelado é oferecido pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na cidade de João pessoa (PB) e a licenciatura é oferecida pela Universidade de São Paulo (USP), na cidade de São Paulo.

O bacharelado forma o profissional que pretende trabalhar a Educomunicação como prática, no desenvolvimento de materiais e projetos educacionais que vão desde o conteúdo escrito até o visual. 

Por exemplo, uma unidade de ensino em um ambiente virtual de aprendizagem contém uma apostila, apresentações em slides, exercícios interativos e videoaulas. 

São mídias diversas, dentro de um mesmo ambiente, e que podem ser pensadas por um educomunicador e complementadas, se preciso, por um designer instrucional ou outro profissional de design gráfico, um publicitário, entre outros. 

Na licenciatura, o formado pode dar aulas e viver na prática a sua pesquisa em Educomunicação. Aplicar em sala novas metodologias e propor diferentes abordagens para os seus alunos. 

No Enem, você já deve ter observado que uma das áreas de concentração da prova é a Linguagem e suas tecnologias. O educomunicador licenciado está apto a exercer a profissão de professor em qualquer escola do país nessa área.

Grade curricular da Licenciatura em Educomunicação

Essa é a grade curricular da USP, que oferece o curso nessa modalidade:

  • Teorias da Comunicação
  • Mídia e Sociedade
  • Linguagem verbal nos meios de comunicação 
  • Práticas laboratoriais em multimídia
  • Fundamentos epistemológicos da Educomunicação
  • Mídia, Arte e Educação
  • Tecnologias da Comunicação na sociedade contemporânea
  • Produção de suportes midiáticos para a Educação
  • Educomunicação nas organizações da Sociedade Civil
  • Comunicação, Subjetividade e Representações
  • Metodologias para a pesquisa científica em Educomunicação
  • Legislação e Ética no âmbito da Educomunicação
  • Educação Especial, educação de surdos, Língua Brasileira de Sinais
  • Comunicação, culturas e diversidades étnico-sociais
  • Procedimentos educomunicativos em Educação a Distância 
  • Metodologia de Ensino da Comunicação com estágio supervisionado
  • Educomunicação e políticas públicas de Comunicação e de Direitos Humanos
  • Estratégias de produção audiovisual em projetos educomunicativos
  • Política e organização da Educação Básica no Brasil
  • Didática
  • Gestão da Comunicação no âmbito dos espaços educativos com estágio supervisionado
  • Procedimentos de Pesquisa em Educomunicação
  • Trabalho de Conclusão de Curso (aulas de orientação, realização e defesa)

Em todos os semestres, está presente uma disciplina de atividades teórico-práticas de aprofundamento. Além das matérias obrigatórias, os alunos podem fazer até 240 horas em disciplinas optativas.

É preciso também cumprir um estágio obrigatório de 400 horas.

Podemos notar a presença de muitas disciplinas que combinam a Comunicação e a Educação, tanto na teoria quanto na prática. Por envolver a Educação, muitos estudantes optam pela licenciatura, porque essa modalidade é exigida na maioria das instituições de ensino.

Como está o mercado de trabalho para a Educomunicação?

O espaço para os educomunicadores cresce a cada dia, pois as pessoas estão em busca de educação e querem se qualificar para o mercado de trabalho. 

Desde os bancos escolares, até cursos técnicos, graduações e pós-graduações, todos precisam de conteúdos e de materiais que estejam de acordo com o público de cada instituição.

As empresas também investem em treinamentos de seus funcionários e, assim, o mercado corporativo busca também educomunicadores. Aquelas reuniões chatas e cansativas ficam mais dinâmicas e atraentes para todos os colaboradores. 

Onde cursar Educomunicação?

Como há poucas opções, existem algumas formas de dar um primeiro passo nessa carreira. Uma delas é começar uma licenciatura como:

Ou um bacharelado na área de Comunicação como:

Quem se forma bacharel, pode fazer posteriormente uma licenciatura em 2 anos. Já os licenciados podem fazer outros cursos de especialização e ambos uma pós-graduação em Educomunicação.

Nem sempre a licenciatura é exigida, mas, para se trabalhar como professor em escolas e instituições de ensino, ela é fundamental. 

Onde encontrar cursos para seguir na Educomunicação?

Seja uma licenciatura ou um bacharelado de todos aqueles cursos que citamos acima, você pode encontrar nessas faculdades:

O melhor de tudo é que ainda pode escolher entre as muitas opções nas modalidades presenciais e a distância.

Todas elas são reconhecidas pelo MEC e seus diplomas são válidos em todo o território nacional. 

Se a grana está curta, você vai se surpreender com os valores das mensalidades e as condições de pagamento! Pode também concorrer a bolsas de estudos que chegam até 100%, é só entrar e conferir o regulamento no site de cada uma!

Veja também:

Saiba como fazer uma licenciatura já sendo um bacharel

Conheça as tecnologias usadas no ensino a distância

Será que agora a Educomunicação é uma opção para você? Conte-nos aqui nos comentários se gostou dessa profissão e se pretende seguir essa carreira!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin