Conheça tudo sobre o curso Engenharia de Produção Mecânica

Interessado(a) na área de Engenharia de Produção Mecânica? Neste artigo, você conhece mais sobre esse curso e vê quais são suas áreas de atuação. Acompanhe!

O que faz o engenheiro de produção mecânica?

O profissional de Engenharia de Produção Mecânica é encontrado, principalmente no setor industrial. O engenheiro de produção mecânica é o responsável por atuar na programação e no controle dos sistemas de produção, com foco na otimização dos processos e maior produtividade e rentabilidade para a empresa.

Esse profissional mescla conhecimentos da Engenharia de Produção e da Engenharia Mecânica. Por seu amplo conhecimento na área tecnológica e de gestão, ele pode trabalhar desde da administração dos recursos materiais, financeiros e até humanos de uma companhia.

Dê uma olhada em algumas outras atribuições do engenheiro de produção mecânica:

  • Desenvolver, acompanhar e supervisionar materiais e equipamentos;
  • Gerenciar métodos de fabricação;
  • Planejar a instalação de fábricas e elaboração de novos produtos;
  • Realizar análises de mercado;
  • Calcular e reduzir custos de produção;
  • Planejar e reduzir a ociosidade das máquinas na empresa.

Como é o curso de Engenharia de Produção Mecânica?

O curso de Engenharia de Produção Mecânica é uma ramificação do curso de Engenharia de Produção. Ele é um bacharelado com duração média de 5 anos e pode ser oferecido nas modalidades presencial ou a distância.

O curso habilita profissionais a programar, controlar e organizar a produção industrial, projetar novos produtos, aprimorar métodos de fabricação e calcular os custos de produção, com o objetivo de otimizar a produção, racionalizar os processo e melhorar a produtividade.

Essa graduação une conhecimentos técnicos da Engenharia Mecânica com conteúdos das áreas administrativas e econômicas. A grade curricular de Engenharia de Produção Mecânica inclui matérias de Exatas, Tecnologia e Gestão. Confira algumas das disciplinas do curso:

  • Administração;
  • Cálculo;
  • Complementos de Física;
  • Complementos de Química Aplicada;
  • Contabilidade e Custos Industriais;
  • Desenho Técnico;
  • Dinâmica dos Sólidos;
  • Eletricidade Básica;
  • Engenharia da Qualidade;
  • Engenharia de Produção Mecânica Integrada;
  • Estática;
  • Fabricação Mecânica;
  • Fenômenos de Transporte;
  • Fundamentos de Circuitos Elétricos;
  • Fundamentos de Termodinâmica;
  • Manutenção Mecânica;
  • Materiais de Construção;
  • Mecânica Aplicada;
  • Processos de Fabricação;
  • Projetos de Máquinas;
  • Química Básica;
  • Resistência dos Materiais;
  • Termodinâmica Básica.

De acordo com a Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia, durante o curso, os estudantes são estimulados a desenvolver as habilidades de cooperação, comunicação e liderança por meio de atividades complementares, como trabalhos de iniciação científica, projetos multidisciplinares, visitas teóricas, trabalhos em equipe, desenvolvimento de protótipos, monitorias, participação em empresas juniores e outras atividades empreendedoras.

Para se formar, o estudante precisa apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e cumprir a carga horária de 160 horas de estágio supervisionado obrigatório. Para atuar profissionalmente, ainda é necessário se credenciar no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) de seu estado.

Quais as áreas de atuação da Engenharia de Produção Mecânica?

O principal campo de atuação do engenheiro de produção mecânica é o setor industrial, em indústrias elétricas, químicas, eletrônicas, alimentícias, entre outras. Muitos engenheiros também trabalham no desenvolvimentos de softwares específicos para a área industrial.

Além da indústria, outras áreas de atuação que estão em alta nos últimos anos são as áreas de finanças, telecomunicações e informática e agroindústria. Esses profissionais ainda podem ser encontrados em bancos, seguradoras, hospitais, redes de supermercados, administração pública e empresas de transportes aéreos, ferroviários, rodoviários, entre outros.

Quanto ganha um engenheiro de produção mecânica?

De acordo com os dados do Site Nacional de Empregos (SINE), o salário de um engenheiro de produção mecânica no Brasil varia de R$ 2.824,19 (a média salarial de um profissional trainee em pequena empresa) a R$ 11.652,55 (a média salarial de um profissional nível master em grande empresa).

Onde cursar Engenharia de Produção Mecânica?

Gostou de conhecer mais sobre o curso de Engenharia de Produção Mecânica? Ele ainda é oferecido em poucas instituições de ensino, mas é possível curar Engenharia Mecânica ou Engenharia de Produção e depois se especializar no ramo desejado.

Além de escolher o curso ideal para você, também é preciso optar por uma instituição de ensino. Para isso, é importante você pesquisar mais sobre a faculdade e ver suas avaliações no Ministério da Educação (MEC).

Existem faculdades privadas que oferecem bolsas de estudos, descontos nas mensalidades e ingresso sem burocracia, com ou sem a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Se interessou? Então, confira estas faculdades bem reconhecidas pelo MEC para você estudar pagando pouco, no ensino presencial ou a distância:

Leia mais: Conheça os vários tipos de Engenharia e o que cada uma delas estuda!

E você, já sabe onde irá cursar Engenharia de Produção Mecânica? Conta para a gente nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!