dcsimg

Engenharia Física: saiba tudo sobre o curso e mercado

O curso de Engenharia Física é para aqueles que são vidrados nas novas tecnologias e se destacam nas Ciências Exatas.

A Física é uma disciplina que assusta e que também fascina a muitos nas escolas do mundo todo. Os fenômenos da natureza podem ser observados e recriados pelas mãos de estudiosos para o bem de nossa sociedade.

Enquanto muitos pesquisadores na área observam e se voltam para atividades teóricas, os profissionais de Engenharia Física colocam esses conhecimentos em prática, para resolver problemas e desenvolver novas tecnologias.

Esse é um curso bastante desafiador, mas que, ao mesmo tempo, entrega grandes oportunidades em uma carreira ainda nova no nosso país. Conheça agora tudo sobre ela!

Sobre o curso de Engenharia Física

Dentre as engenharias, esse é um curso bastante abrangente e que foca nas tendências tecnológicas. Usa a aplicação dos fenômenos físicos e as ferramentas matemáticas para implementar essas novas tecnologias em diversos setores. 

Agrega conhecimentos provenientes de quase todas as engenharias, mas o curso talvez seja o mais prático de todos, já que os alunos passam boa parte de seu tempo em laboratórios com recursos avançados em Informática e Eletrônica, monitorados pelos professores ou alunos de anos mais avançados.

O perfil do ingressante, portanto, exige uma boa base em Ciências Exatas, já que são muitos cálculos a serem feitos e aplicados. 

Grade curricular do curso de Engenharia Física

A cidade de São Carlos, no interior de São Paulo, abriga um grande campo tecnológico e isso se dá por causa da variedade de cursos de Engenharia em suas universidades. 

A UFSCar foi uma das primeiras a oferecer o curso de Engenharia Física no Brasil e a sua grade curricular conta com as seguintes disciplinas obrigatórias:

  • Química Tecnológica Geral 
  • Geometria Analítica 
  • Cálculo Diferencial e Integral 
  • Física Experimental
  • Física 
  • Química Analítica Experimental 
  • Equações Diferenciais e aplicações 
  • Cálculo Diferencial e Séries
  • Introdução à Eng. Física 
  • Desenho e Tecnologia Mecânica
  • Mecânica dos Sólidos 
  • Álgebra Linear 
  • Física Computacional 
  • Eletrônica 
  • Física Matemática 
  • Fenômenos de Transporte 
  • Lógica Digital 
  • Laboratório de Lógica Digital 
  • Circuitos Elétricos
  • Mecânica Clássica 
  • Física Moderna 
  • Microprocessadores e Microcontroladores 
  • Física Moderna Experimental 
  • Eletromagnetismo 
  • Termodinâmica 
  • Mecânica Quântica 
  • Estatística Tecnológica
  • Controle e Servomecanismos 
  • Engenharia Eletroquímica 
  • Estado sólido
  • Ciências do Ambiente para Engenharia Física 
  • Estrutura e propriedades dos sólidos 
  • Métodos de caracterização
  • Desenvolvimento de Projeto 

A duração do curso é de 5 anos e os alunos também precisam cumprir: 

  • Optativa(s) da área de Ciências Básicas, Computação/Eletrônica e Engenharia 
  • Optativa(s) da área de Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania
  • Optativa(s) da área de Administração, Finanças e Gestão de Produção
  • Eletiva(s)
  • Atividades complementares
  • Estágio curricular 

Faculdades que oferecem o curso de Engenharia Física

Atualmente as faculdades que oferecem o curso de Engenharia Física são todas federais ou estaduais: 

  • Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
  • Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Universidade Federal do Oeste do Pará (Santarém – Pará) (UFOPA)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) 
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Foz do Iguaçu – Paraná) (UNILA)
  • Universidade de São Paulo (Lorena – São Paulo) (USP)

Um caminho para começar, caso nenhuma delas esteja perto de você, é tentar um curso na área de Exatas e Tecnologia como:

Com esses cursos, você pode fazer uma segunda graduação em Engenharia Física, eliminando algumas matérias, ou se especializar em uma pós-graduação para o setor que mais o interesse.

Mercado de trabalho para quem faz Engenharia Física

A formação ampla do engenheiro físico permite que ele atue em muitos setores, já que a necessidade de novas tecnologias e novos materiais é muito valorizada para o avanço da sociedade em geral.

O profissional pode utilizar, portanto, seus conhecimentos em eletrônica, acústica, biotecnologia, ótica linear e não linear, novos materiais, física médica, computação quântica e automação, em campos com alta empregabilidade.

Na área médica e hospitalar, por exemplo, ele pode desenvolver dispositivos que utilizam raios laser ou cerâmicas supercondutoras.

As indústrias químicas e petroquímicas procuram esses profissionais para projetar e testar equipamentos. 

A biotecnologia e a nanotecnologia têm demandado novos pesquisadores a cada dia. 

O setor energético busca por novas formas de energia e esses engenheiros podem contribuir nesta missão, criando alternativas de fontes limpas como a energia solar e a energia eólica.

Até bancos e corretoras, assim como empresas do mercado financeiro, têm aberto suas portas para um especialista que tem amplo conhecimento em cálculos e postura analítica diante das situações cotidianas. 

Salário de um profissional de Engenharia Física

Os salários nas engenharias se definem pelo tempo de experiência do profissional. Até 4 anos, ele é considerado júnior, entre 4 e 6 anos, pleno e acima de 6 anos, sênior

Por essa razão, a remuneração varia bastante entre os setores contratantes e os estados brasileiros, mas o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA) fixou um piso para o número de horas trabalhadas pelos engenheiros:

  • 6 horas: 6 salários mínimos
  • 7 horas: 7,25 salários mínimos
  • 8 horas: 8,5 salários mínimos

Considerando-se o salário mínimo atual é de R$ 998, o piso da categoria é de R$ 6.986. 

Onde estudar

Você pode começar o ensino superior em diversas faculdades, mas antes de decidir, veja se ela oferece um curso de qualidade, reconhecido pelo MEC. Dessa forma, você não perde dinheiro e seu diploma tem validade em todo o território nacional.

Temos algumas sugestões para os cursos que citamos acima. Dentre bacharelados, licenciaturas e cursos tecnológicos, nas modalidades presencial e a distância, você não vai se arrepender de escolher:

Confira também os descontos e a possibilidade de bolsas de estudos de até 100%. Só entrar no site de cada uma delas e fazer a sua matrícula! 

Veja também: 

Conheça o curso a distância de Engenharia Mecânica

Conheça 12 cursos para quem gosta de Exatas

Ficou interessado por essa profissão? Comente se alguma dessas faculdades de Engenharia Física está perto de você e se vai concorrer a uma vaga! 

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin