dcsimg

Engenharia Sanitária: saiba tudo sobre o curso e mercado

Você já ouviu falar em Engenharia Sanitária? É uma das profissões que vêm ganhando muito destaque nos últimos anos. Confira!

Cuidar do planeta e preservar a natureza é importante para praticamente todo mundo. Entretanto, algumas pessoas resolvem fazer disso a sua profissão e criar formas de garantir a preservação do meio ambiente. 

Você acha importante e gosta de pensar em estratégias para conservar os recursos naturais do mundo? 

Então a Engenharia Sanitária pode ser o curso certo para você! Veja alguns detalhes sobre essa formação.

Sobre a área de Engenharia Sanitária

É a área da engenharia voltada para o projeto, a construção, a ampliação e a operação de sistemas de água e esgoto.

O engenheiro sanitário é fundamental para a preservação da natureza e de seus recursos. Ele cuida da manutenção da qualidade da água consumida pela população, do tratamento de esgoto, do lixo doméstico e industrial e do controle do lixo hospitalar. 

Ele é capaz de planejar, construir e ampliar sistemas de distribuição de água, estações de tratamento de esgoto (ETE), além de supervisionar a coleta e o descarte do lixo.

O profissional formado nessa área avalia o impacto de grandes obras sobre o meio ambiente, é responsável pela prevenção contra a poluição causada por indústrias e pelo tratamento de efluentes industriais. 

Em agências e nos polos industriais, ele controla, previne e trata a poluição atmosférica. Pode, ainda, monitorar o ambiente marinho e costeiro, atuando na prevenção e no controle de erosões de praias.

O curso de Engenharia Sanitária

O curso pode ser encontrado principalmente na modalidade de bacharelado.

O formado na área projeta, constrói e gerencia a operação de sistemas de obtenção e distribuição de água, de coleta e tratamento de esgoto e do descarte ou da reciclagem de resíduos sólidos. 

É responsável pelo diagnóstico, pela avaliação e prevenção da poluição do ar, do solo ou da água, causadas por indústrias e pela construção de residências em áreas vulneráveis, como encostas e mananciais. Pode trabalhar em secretarias municipais e estaduais ou em polos industriais.

A grade do curso

O curso bacharelado em Engenharia Sanitária tem uma duração média de cinco anos, sendo que ao longo desse período os estudantes irão aprender conteúdos das áreas das Ciências Exatas e Biológicas. 

Em uma divisão básica, em geral, o curso de graduação tem como principais disciplinas:

  • Cálculo I, II e III;
  • Geometria Analítica;
  • Física I e II;
  • Química Geral e Inorgânica;
  • Mecânica dos Materiais;
  • Química Ambiental;
  • Geotécnica Ambiental;
  • Saúde e Higiene Ambiental;
  • Planejamento e Gestão Ambiental;
  • Estatística Aplicada.

Para a conclusão do curso, é necessário fazer estágio obrigatório e entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Vale se atentar que algumas instituições oferecem a formação com o nome de Engenharia Ambiental e Sanitária.

Mercado de trabalho

Após receber o diploma e obter o registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), o profissional está apto para projetar e desenvolver soluções sustentáveis e investigar os impactos ambientais causados pela ação do homem.

O engenheiro sanitarista e ambiental atua em quatro grandes áreas:  

  • Tecnologia ambiental
  • Recursos hídricos
  • Geotecnia ambiental 
  • Gestão

Entre as funções de trabalho desse engenheiro estão:

  • Planejamento, gerenciamento e licenciamento ambiental
  • Estudos do clima
  • Tratamento de água e esgotos
  • Mineração
  • Gestão de recursos hídricos e energia renováveis
  • Remediação de áreas degradadas
  • Elaboração de tecnologias limpas
  • Cuidar da economia e educação ambiental
  • Auditorias 
  • Gerenciamento de resíduos sólidos

Com o aumento da conscientização ambiental e das legislações de preservação do meio ambiente, o mercado tem se tornado cada vez mais promissor.

Instituições públicas, empresas privadas e Organizações Não Governamentais (ONGs) empregam os profissionais do campo para planejamentos ambientais, recuperação de áreas e fiscalização da aplicação correta das leis vigentes.

Em relação ao salário médio do engenheiro sanitarista, a legislação federal fixa o pagamento mensal mínimo de seis salários mínimos, enquanto estudos de mercado apontam que o salário médio na área gira em torno dos R$ 5.500,00.

Onde estudar Engenharia Sanitária?

Para entrar nessa área, o estudante tem duas opções distintas, que vão depender dos seus objetivos profissionais. A primeira delas é simplesmente cursar Engenharia Sanitária e começar a trabalhar.

Porém, se você não conseguir encontrar uma instituição que ofereça esse curso específico em sua região, a segunda opção é se formar em Engenharia Ambiental e então se especializar na área Sanitária.

Nesses casos, o ideal é caprichar na hora de escolher uma boa faculdade. Para ajudar você, listamos algumas ótimas instituições que podem te ajudar a se tornar um engenheiro sanitário.

Além de contar com diversos benefícios financeiros (como usar sua pontuação do Enem para conseguir descontos nas mensalidades), elas também são bem avaliadas pelo Ministério da Educação. 

Isso significa que a qualidade do ensino é assegurada por um órgão federal e que seu diploma terá validade em todo o território nacional.

Confira:

Agora você já pode dar o próximo passo na sua formação acadêmica e profissional e começar a estudar para cuidar do meio ambiente.

Veja também:

Quanto ganha um engenheiro ambiental?

Teste vocacional de Engenharia Ambiental

O que achou da área de Engenharia Sanitária? Compartilhe conosco nos comentários.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin