dcsimg

Conheça a profissão Medicina

Entenda como funciona a carreira de Medicina, uma das mais desejadas pelos brasileiros!

Por que Medicina é uma profissão tão desejada no Brasil?

Os motivos são fáceis de entender. Trata-se de uma carreira de status elevado, oportunidades em todo o país e chances de faturar um bom dinheiro todos os meses – sem contar, claro, a nobre missão de salvar ou melhorar vidas humanas.

Quem pensa em ser médico precisa investir pesado nos estudos, muito antes do vestibular – uma rotina que irá se estender por toda a carreira e que vale muito a pena.

A seguir conheça a profissão Medicina e o que você precisa fazer para entrar nessa área tão prestigiada!

A profissão Medicina

Medicina é uma profissão bastante dinâmica, com dezenas de áreas de atuação diferentes – todas com grande procura.

Além da clínica geral, que é mais abrangente, os médicos podem investir em outras especialidades, que incluem:

  • Alergia e Imunologia
  • Anestesiologia
  • Cardiologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Plástica
  • Dermatologia
  • Endocrinologia e Metabologia
  • Gastroenterologia
  • Geriatria
  • Ginecologia e obstetrícia
  • Medicina de Família e Comunidade
  • Medicina do Trabalho
  • Medicina Esportiva
  • Nefrologia
  • Neurologia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia e Traumatologia
  • Otorrinolaringologia
  • Pediatria
  • Pneumologia
  • Psiquiatria
  • Reumatologia
  • Urologia

Eles podem trabalhar em hospitais públicos ou privados, clínicas, postos de saúde, pronto atendimento, clubes, eventos, organizações não-governamentais e muito mais.

É uma das profissões mais lucrativas do Brasil, segundo levantamento da Revista Exame e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Mas como chegar lá? Como realizar o sonho de ser médico? Descubra a seguir.

Como entrar na profissão Medicina

Sonha em ser médico? Então comece a se preparar desde já.

A começar pelo vestibular. O curso de Medicina é o mais difícil de conseguir vaga no Brasil, seja pelo vestibular tradicional ou pelos processos seletivos que usam a nota do Enem.

Passar em Medicina no Sisu exige pelo menos 850 pontos no Enem – mesmo em universidades menores. Já nos vestibulares tradicionais, a concorrência por vezes supera os 150 candidatos/vaga.

O ideal é começar a reforçar os estudos desde o primeiro ano do ensino médio, e seguir mergulhado nos livros até o último dia antes das provas do Enem ou do vestibular.

Há diversas oportunidades de conseguir vaga todos os anos.

Depois de superar o desafio de conquistar uma vaga, é preciso se dedicar a cada aspecto do curso, que é super dinâmico.

Veja mais detalhes a seguir.

O curso de Medicina

O curso de Medicina é um bacharelado com seis anos de duração – o mais longo do Brasil.

É uma graduação em tempo integral, que ocupa praticamente o dia todo do estudante.

Ainda assim, parece pouco para o que os estudantes precisam aprender: imagine conhecer todos os mínimos detalhes da anatomia humana, da composição celular ao funcionamento do cérebro até as causas e tratamento de todas as doenças que podem nos atingir!

Medicina está disponível em 268 faculdades pelo país, sendo 95 na rede pública e 173 na particular.

Hoje temos pelo menos 167 mil estudantes matriculados em todo o país. Por ano, são oferecidas mais de 45 mil vagas.

O curso de Medicina só pode ser feito na modalidade presencial.

Os mais procurados são aqueles oferecidos pelas instituições públicas que, além de boa qualidade de ensino, são gratuitas. Nas faculdades particulares, as mensalidades podem facilmente superar os R$ 8 mil mensais!

Além dos seis anos de graduação, a grande maioria dos médicos vai em busca de uma especialidade, o que pode aumentar o tempo de estudos em mais dois ou três anos.

A seguir, conheça algumas alternativas para fazer o seu curso de Medicina sem pagar nada ou com condições facilitadas.

Como fazer o curso de Medicina sem pagar nada

Quem não conseguir vaga em Medicina em universidade pública, seja pelo Sisu ou pelo vestibular tradicional, tem ainda a oportunidade de estudar de outras formas – com bolsas ou financiamentos estudantis.

Veja os mais comuns:

ProUni para Medicina – Duas vezes por ano, quem fez o Enem mais recente e atende aos requisitos de participação (desempenho nas provas + renda familiar + formação escolar do ensino médio) pode tentar uma bolsa de estudos em Medicina pelo Programa Universidade para Todos. Dependendo do perfil de renda do candidato, a bolsa pode ser integral (100%) ou parcial (que paga metade do valor). Mas aqui também será necessária uma boa pontuação no Enem, já que a média para passar é apenas um pouco mais baixa que no Sisu.

FIES para Medicina – Se não rolar vaga na universidade pública ou bolsa de estudos, ainda dá para financiar o curso de Medicina em condições facilitadas com a ajuda do FIES. Aqui a grande vantagem são os juros baixos e o longo prazo para pagamento da dívida, que só começa a ser cobrada depois da formatura. Considerando que o mercado para médicos está mais do que aquecido e as chances de ganhar bem são altas, pode ser uma alternativa interessante. Para tentar o benefício o candidato precisa ter feito qualquer Enem a partir de 2010 e atender aos critérios de desempenho no exame e renda familiar. O programa também tem duas edições por ano, sempre com algumas vagas para Medicina.

Onde fazer uma faculdade de Medicina

A maioria das faculdades de Medicina no Brasil estão presentes em cidades de grande ou médio porte.

Quem consegue vaga pelo Sisu, ProUni ou FIES já tem certeza, de antemão, de que a instituição é de qualidade – dado que esses programas só trabalham com boas faculdades.

Fora desses, escolher a faculdade ideal não é difícil: basta assegurar-se de que a instituição é reconhecida e bem avaliada pelo MEC.

E se não houver o curso de Medicina na sua cidade, dá para optar por outras formações na área, como Gestão Hospitalar, Radiologia, Fisioterapia, Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Odontologia, etc.

Nesse caso, o universo é bem mais amplo e você pode conquistar vaga com mais tranquilidade em faculdades como:

Veja também:

Qual é o salário de Medicina? 

Vai seguir pela profissão de Medicina? Pretende entrar no curso por qual processo seletivo? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin