O que faz um Engenheiro Civil?

Você conhece as funções de um engenheiro civil? E quais são as melhores faculdades? Confira isso em nossa matéria a seguir.

O curso de Engenharia Civil

Engenharia Civil é a área da Engenharia responsável pelo atendimento de funções básicas visando o bem-estar, a proteção ambiental e o desenvolvimento da sociedade, através de sua atuação científica, tecnológica e administrativa, em obras e serviços tais como: pontes, barragens, estruturas portuárias, estradas, aeroportos, sistema de água e esgoto, edificações, etc, tendo como parâmetros a qualidade, segurança, funcionalidade e economia.

O egresso do Curso de Engenharia Civil deverá apresentar sólida formação técnico-científica e que o capacite a absorver e desenvolver novas tecnologias, de modo que o profissional possa elaborar, coordenar e fiscalizar projetos de Engenharia Civil; planejar e gerenciar obras de edificação e de infraestrutura rural e urbana; realizar avaliação e perícia na sua área de atuação; planejar e gerenciar atividades dentro da Engenharia de Transporte e realizar atividades na área de controle tecnológico de materiais utilizados na Engenharia Civil, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística.

Atribuições de um engenheiro civil

O engenheiro civil projeta, gerencia e acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma. Sua atuação inclui a análise das características do solo, o estudo da insolação e da ventilação do local e a definição dos tipos de fundação. Com base nesses dados, o profissional desenvolve o projeto, especificando as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e definindo o material que será usado. No canteiro de obras, chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais usados na construção. Esse profissional também pode dedicar-se à administração de recursos prediais, gerenciando a infraestrutura e a ocupação de um edifício.

Mercado de trabalho para o curso de Engenharia Civil

A construção civil é tão sensível às oscilações da economia do país que é usada como indicador de crescimento ou retração. Assim, enquanto o ano de 2013 foi considerado muito bom, 2014 não prometeu muito – em agosto, entidades do setor previam crescimento próximo de zero no ano. Esse quadro, é claro, afeta a empregabilidade do engenheiro civil. No entanto, esse setor é um dos primeiros a reagir quando a economia se aquece e o governo retoma os investimentos em infraestrutura e programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida. A Região Sudeste continua sendo o principal mercado.

As principais áreas que empregam o engenheiro civil são: construtoras, empresas de engenharia civil, escritórios de elaboração de projetos de construção, assessoria, órgãos públicos e indústrias.

Setor público

O local de trabalho de um engenheiro varia conforme a especialidade escolhida, embora a maioria trabalhe em firmas de consultoria, que criam projetos e soluções para construção de determinada estrutura. Existem ainda muitas possibilidades no setor público, desde o âmbito municipal até federal, além da possibilidade de atuar na carreira militar ou no setor industrial.

Setor Privado

Trata-se de um mercado muito promissor e com muito mais oportunidade, considerando-se principalmente a construção civil, porque há um grande interesse do setor privado em construções de estradas, portos, hidrelétricas, etc. E em qualquer obra, por menor que seja, aconselha-se buscar as orientações de um engenheiro civil, o qual muitas vezes consegue efetivar-se em uma empresa a partir de seu estágio inicial, de acordo com o seu interesse e seus conhecimentos.

Exterior

Para estar preparado para oportunidades de empregos em obras tão grandiosas como estas, um curso no exterior pode ser a melhor pedida. Estudar em outro país é sempre um diferencial no currículo. Para ingressar em um curso de Engenharia Civil no exterior, as regras de admissão variam entre as instituições. Normalmente, é cobrado um bom histórico escolar nas matérias básicas do curso (matemática e física – algumas exigem também em inglês) e apresentar o diploma de conclusão do Ensino Médio. O estudante que tem o inglês como segunda língua (ESL – English as Second Language) precisa passar por um exame (como, por exemplo, o IELTS ou o TOEFL) e atingir a nota mínima exigida pela instituição para ser admitido.

Saiba mais sobre o curso de Engenharia Civil!

Gostou da nossa matéria? Tem alguma experiência para compartilhar? Escreva nos comentários.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin