dcsimg

Conheça as principais bolsas de estudos disponíveis no Brasil

Saiba como funcionam os principais programas privados e públicos de bolsas de estudos do País!

Bolsas de Estudos

Não é novidade que ter diploma de nível superior aumenta muito as chances de conseguir um bom emprego. Se você está com o orçamento apertado e não tem condições de bancar a faculdade, uma bolsa de estudo pode ser a ajuda que faltava para conquistar esse sonho e construir uma carreira de sucesso.

Existem diversos programas de bolsas no Brasil. Alguns são promovidos por instituições privadas e outros são iniciativas do Governo Federal.

O auxílio pode vir na forma de desconto nas mensalidades ou no pagamento em dinheiro. Existem bolsas para quem está no ensino médio, curso técnico, graduação, pós-graduação e até cursos livres como de idiomas, preparatórios para concursos, etc.

Veja a seguir um guia que preparamos com os principais programas de bolsas de estudos do Brasil. Saiba como funcionam e como garantir uma vaga!

Programas de bolsas de estudo de instituições privadas

Quero Bolsa

O Quero Bolsa é um site que oferece até 75% de desconto nas mensalidades de faculdades privadas. Já são mais de 700 universidades participantes em todo o Brasil.

O procedimento para ganhar a bolsa é simples e sem burocracia. Tudo é feito pela internet.

O interessado deve fazer uma busca no site informando qual curso deseja, se tem preferência por alguma universidade ou modalidade de ensino (presencial ou a distância). O sistema mostra todas as opções onde há vagas disponíveis.

O site do Quero Bolsa traz informações sobre os cursos e os requisitos para entrar em cada universidade. Para cada vaga o sistema informa o valor da mensalidade e o percentual de desconto que será oferecido até o final do curso.

Assim que você escolher a melhor opção, basta clicar em “quero essa bolsa”, pagar uma taxa de pré-matrícula e imprimir o comprovante para apresentar na universidade.

Educa Mais Brasil

O Educa Mais Brasil oferece bolsas de estudo para cursos de graduação, pós-graduação, técnicos, educação básica, preparatórios para concursos, etc.

São mais de 15 mil instituições participantes, entre universidades, escolas profissionalizantes e colégios.

As bolsas podem cobrir até 70% dos custos e a inscrição é gratuita. No site o interessado pode fazer uma busca por curso, localização ou universidade. O sistema informa os detalhes de cada vaga em aberto (duração do curso, período, se é presencial ou a distância, mensalidade e percentual de desconto).

Após escolher a melhor opção, o candidato deve pagar o valor referente à primeira mensalidade. Com o comprovante de pagamento em mãos, o próximo passo é efetivar a matrícula.

Se por alguma razão o candidato não se matricular no curso, o Educa Mais Brasil devolve o valor pago.

Fundação Estudar

A Fundação Estudar oferece bolsas de estudo por mérito acadêmico – selecionando os melhores estudantes para receberem o benefício. Além do auxílio financeiro, o programa ajuda jovens a acelerarem seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Para participar é obrigatório ser brasileiro e ter até 34 anos. Outra exigência é estar matriculado em uma universidade ou em processo de aceitação.

As bolsas podem ser usadas para fazer a graduação completa no Brasil, no exterior ou com intercâmbio.

Uma das grandes vantagens da Fundação Estudar é que o candidato pode usar a bolsa em qualquer universidade brasileira, em qualquer curso. Só há restrições para as instituições estrangeiras.

O processo seletivo é feito em sete etapas, todas elas eliminatórias. Veja quais são:

  1. Inscrição
  2. Testes de perfil e lógica
  3. Vídeo e questionário
  4. Entrevista online
  5. Dinâmica de grupo
  6. Painel com ex-bolsistas
  7. Entrevista final

As primeiras quatro etapas são realizadas pela internet. As últimas três são presenciais.

O valor da bolsa depende do curso e da instituição em que o estudante está matriculado.

Neora

O programa Neora oferece bolsas de estudo em turmas que não preencheram todas as vagas. As universidades particulares disponibilizam vagas depois de realizarem os processos seletivos tradicionais.

O procedimento é simples e feito pela internet. Quem tiver interesse deve acessar o site e fazer uma busca por curso ou universidade.

Após escolher a melhor opção, o candidato deve pagar uma taxa referente à pré-matrícula. Depois é só seguir as instruções do site para efetivar a matrícula e garantir a bolsa. Não é necessário comprovar renda.

Programas de bolsas de estudo de instituições públicas

ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é uma iniciativa do Governo Federal. O objetivo é ajudar o aluno de baixa renda a pagar uma faculdade particular.

As bolsas são de dois tipos: integrais (que cobrem 100% dos custos) e parciais (que cobrem 50% dos custos e o estudante paga a outra metade).

A concorrência para entrar no ProUni é grande. Para se inscrever é obrigatório ter feito a última edição do Enem. O desempenho mínimo exigido é de 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação.

Além disso, o candidato deve cumprir alguns requisitos de renda e escolaridade.

O processo seletivo acontece duas vezes ao ano (normalmente em janeiro e junho).

Capes

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) é um órgão do Ministério da Educação (MEC) que mantém diversos programas de bolsas destinados a estudantes de graduação, mestrado e doutorado, tanto no Brasil como no exterior.

Entre as principais bolsas de graduação está o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), uma iniciativa para aperfeiçoar e valorizar a educação básica. As universidades desenvolvem projetos e os estudantes de licenciatura recebem uma bolsa da Capes para implementá-los em escolas da rede pública.

CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) está vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O CNPq tem diversos programas de apoio à pesquisa e oferece bolsas a estudantes do ensino médio, graduação e pós-graduação.

Um dos principais programas é o de Iniciação Científica (IC) para estudantes de graduação. O aluno recebe um auxílio financeiro para desenvolver um projeto de pesquisa junto a um professor orientador. A bolsa tem duração de um ano e pode ser renovada por mais um ano.

Universidades que participam de programas de bolsas

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC que oferecem bolsas de estudos:

Veja também:

O que é ProUni?

Vai tentar uma bolsa de estudo? Já sabe qual curso quer fazer? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin