dcsimg

Vale a pena fazer o Sisu? Entenda

Descubra se vale a pena participar do Sistema de Seleção Unificada, que oferece vagas em universidades públicas para quem fez o Enem!

Sisu, ProUni, FIES

Cursar uma faculdade de prestígio para dar aquela guinada na carreira é o sonho de muita gente. Se a instituição de ensino for pública e você não precisar pagar nada por isso, melhor ainda!

Há quem abandone esse plano simplesmente pelo medo de encarar o vestibular. Outros nem tentam uma vaga por acharem que não darão conta da concorrência.

Se você se encaixa em um desses perfis e pensa em abandonar a meta de cursar uma universidade pública, não desista ainda!

Conheça o Sisu, uma forma de entrar em instituições públicas sem fazer Vestibular, e veja se vale a pena encarar esse desafio.

O que é o Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do Governo Federal de acesso ao ensino superior que preenche vagas em universidades públicas usando exclusivamente a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para classificar os candidatos.

Isso significa que quem participa do Sisu não precisa fazer vestibular.

O Sisu é um sistema totalmente informatizado e gratuito que acontece duas vezes por ano: em janeiro (para ingresso no primeiro semestre) e em junho (para ingresso no segundo semestre).

Para participar do Sisu, basta ter feito a edição mais recente do Enem e não ter zerado na redação. O Sisu não tem requisitos de renda, escolaridade e nem limite de idade!

Durante todo o período de inscrições é possível consultar as notas de corte e mudar as opções de curso para aumentar suas chances de passar.

Vantagens de fazer o Sisu

Conheça a seguir algumas vantagens de fazer o Sisu e descubra se vale a pena participar desse processo seletivo:

1. Basta fazer o Enem mais recente

O Sisu usa a nota da última edição do Enem. Você não vai precisar fazer mais nenhuma prova e poderá tentar vaga em universidades de todo o Brasil. Também não precisará comprovar renda nem o tipo de escola onde fez o ensino médio.

2. É totalmente gratuito

O Sisu não cobra nenhuma taxa de inscrição. Ou seja, não custa nada tentar, não é mesmo?

E vale lembrar também que as vagas são para cursos superiores gratuitos em instituições públicas.

3. Universidades Top

Todas as universidades participantes do Sisu são reconhecidas pelo MEC e têm nota positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). No Sisu você encontra vagas em grandes e renomadas instituições, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade de São Paulo (USP). O sistema permite acesso a mais de 130 instituições em todas as regiões do País.

4. Com a mesma edição do Enem dá para concorrer duas vezes no Sisu

Ao fazer o Enem, você consegue participar duas vezes do Sisu: no primeiro e no segundo semestre do ano seguinte. Por exemplo: com o Enem 2016 dá para participar duas vezes do Sisu em 2017: em janeiro e, caso não passe, em junho.

5. Centenas de milhares de vagas

Com mais e mais universidades públicas aderindo ao Sisu como forma de ingresso, o número de vagas também aumenta a cada ano. Na edição do primeiro semestre, que oferece um número maior de opções, são mais de duzentas mil oportunidades!

6. Cursos de bacharelado, licenciatura e tecnológicos em todas as áreas

Em qual área de conhecimento você quer se especializar? Ciências Exatas? Humanas? Biológicas? No Sisu você encontra cursos para todas as vocações e ainda pode escolher entre licenciatura, bacharelado e tecnológicos (faculdade de curta duração).

Como se inscrever no Sisu

Se você se animou para fazer o Sisu, fique de olho nas dicas:

  • As inscrições acontecem em janeiro e junho e duram poucos dias. Geralmente abrem em uma segunda-feira e encerram na quinta-feira da mesma semana. Fique atento às datas divulgadas pelo MEC.
  • Para se inscrever, você usa o número de inscrição e senha do Enem do ano anterior. Caso não lembre sua senha, pode recuperá-la seguindo as orientações da tela.
  • Só é possível se inscrever pela internet, na página oficial do Sisu http://sisu.mec.gov.br.
  • Fique de olho nas notas de corte divulgadas diariamente durante o período de inscrição. Avalie se você consegue passar no curso desejado com sua nota do Enem. Você poderá mudar suas opções quantas vezes quiser para aumentar suas chances de conseguir uma vaga. Para a seleção final, o sistema vai considerar a última alteração que você salvou.
  • Não passou? Não se desespere! Você pode se cadastrar na lista de espera!

Veja também:

O que é Sisu?

E aí, qual foi sua conclusão? Acha que vale a pena fazer o Sisu? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin