dcsimg

Intercâmbio e Ciência sem Fronteiras

Conheça o Ciência sem Fronteiras, programa do Governo Federal que oferece cursos, estágios e mobilidade estudantil no exterior!

intercambio-ciencia-sem-fronteirasPromovido pelo Governo Federal, o Ciência sem Fronteiras é uma ótima oportunidade para os alunos de graduação e pós-graduação participarem de uma intercambio e mobilidade internacional estudantil. O Ciência sem Fronteiras é uma iniciativa conjunta do MEC, Ministério da Educação e MCTI, Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação através do CNPq, e Capes, que são instituições de fomento e das Secretarias do MCTI.

O programa pretende em quatro anos disponibilizar 101 mil bolsas de estágio no exterior com a finalidade de que os alunos tenham uma experiência em instituições ensino e sistemas educacionais mais conceituados e competitivos de todo o mundo.

Objetivos do Intercâmbio

Os principais objetivos do programa do Governo Federal são o investimento pessoal dos candidatos para desenvolverem habilidades que promovam o progresso da sociedade do conhecimento, fazer um paralelo com instituições estrangeiras que tenham objetivos de pesquisas e estudos em instituições brasileiras, melhorar e aumentar a capacitação inovadora das instituições tecnológicas e atrair mão de obra cientifica jovem e talentosa para o mercado de trabalho brasileiro.

Bolsas Oferecidas

Até 2015, o Ciência sem Fronteiras pretende oferecer 101 mil bolsas a estudantes e pesquisadores. Por volta de 75 mil serão do Governo Federal e 24 mil de iniciativas privadas.

  • Para a Graduação, serão disponibilizadas 27.100 bolsas.
  • Para alunos de Doutorado, 24.600 bolsas e para os alunos que desejam realizar todo o doutorado no exterior (Doutorado pleno), serão 9.790 bolsas.
  • Para os que pretendem o Pós-doutorado, serão 11.560 bolsas.
  • Em empresas, para Treinamento de Especialista no exterior terão 700 vagas com bolsas.
  • Para Jovem Cientista de Grande Talento (no Brasil) serão oferecidas 860 bolsas.
  • Para Pesquisador Visitante Especial (no Brasil) serão oferecidas 390 bolsas.

Graduação

A Bolsa para graduação tem duração de 12 meses e no caso de o aluno precisar de um curso de inglês extra o curso poderá ser de até 15 meses. O aluno selecionado para participar do programa terá direito a uma mensalidade, auxilio para instalação, passagens aéreas e o seguro saúde.

A preferência de bolsas será dada aos alunos que já participaram ou estiverem participando de alguma iniciação científica ou tecnológica do CNPq ou do PIBID da CAPES, e terem alguma participação em Olimpíadas cientificas nacional ou internacional e que tenha conseguido alguma premiação.

Para participar o aluno deve atender alguns requisitos como estar matriculado em alguma instituição de ensino superior brasileira em cursos que se relacionam com as áreas prioritárias do programa, ter atingido nota mínima de 600 pontos no ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, possuírem uma atuação acadêmica boa e ter concluído ao menos 20% do curso.

Áreas Prioritárias

As áreas prioritárias são as áreas de preferencia em que a graduação cursada pelo aluno deve relacionar. São elas:

  • Ciências Exatas e da Terra;
  • Computação e Tecnologias da Informação;
  • Biotecnologia;
  • Energias Renováveis;
  • Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;
  • Tecnologia Mineral;
  • Formação de Tecnólogos;
  • Nanotecnologia e Novos Materiais;
  • Engenharias e demais áreas tecnológicas;
  • Petróleo, Gás e Carvão Mineral;
  • Ciências do Mar;
  • Produção Agrícola Sustentável;
  • Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;
  • Fármacos;
  • Biodiversidade e Bioprospecção;
  • Tecnologia Aeroespacial;
  • Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação);
  • Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde;

Tecnólogo

A bolsa possui 12 meses de duração podendo se estender no caso do aluno necessitar estudar o idioma. Do total, 3 meses são destinados para estágios em empresas. O aluno selecionado para participar do programa terá direito a uma mensalidade, auxilio para instalação, passagens aéreas e o seguro saúde.

Os alunos que tiverem interesse em participar terão prioridade na seleção aqueles que foram premiados em alguma olimpíada científica nacional ou internacional e que conseguiram atingir uma nota acima de 600 pontos no ENEM. O aluno deve estar matriculado em um curso que referencia uma das áreas prioritárias e deve estar cursando entre o segundo ao penúltimo semestre. O aluno precisa ser brasileiro e ter um bom desempenho escolar e no idioma do país que irá recebe-lo.

Áreas Prioritárias

  • Controle e Processos Industriais;
  • Produção Industrial;
  • Produção Alimentícia;
  • Infraestrutura;
  • Produção Alimentícia;
  • Tecnologia de Defesa;
  • Informação e Comunicação;
  • Recursos Naturais;
  • Design de Produto; e
  • Saúde.

Treinamento no exterior

A duração do treinamento pode ser de 4 a 12 meses e tem o objetivo de aperfeiçoar e reciclar profissionais que trabalham com pesquisas como pesquisadores, técnicos e especialistas, através de cursos e estágios.
Poderá participar do programa os candidatos que tiverem algum vínculo empregatício, formação escolar que relacione com o curso ou estágio, não poderão ser aposentados e possuir experiência profissional.

Os benefícios concedidos para o treinamento no exterior serão as passagens aéreas, bolsa mensal e seguro saúde.

Doutorado

Para participar do programa de Doutorado é necessário, primeiramente, que o candidato seja aceito pela instituição que pretende estudar no exterior e só assim fazer a inscrição. O candidato poderá realizar o doutorado parcialmente (Sanduiche) ou totalmente (pleno) no exterior.

Doutorado Sanduíche

A bolsa de doutorado possui uma duração de 3 a 12 meses. O período de intercambio incluirá no total de meses do Doutorado, ou seja, dos 48 meses.
Os benefícios os quais o bolsista tem direito é uma mensalidade, seguro saúde, auxilio para instalação e as passagens aéreas.

Para se inscrever no Doutorado Sanduiche além de ter que ser aceito pela instituição no exterior, o aluno deverá ter concluído no mínimo um ano do curso no Brasil.

Doutorado Pleno

A bolsa de estudos do Doutorado Pleno tem no máximo 48 meses de duração e o candidato deve ter proficiência na língua do país que irá realizar e concluir o curso e ter o projeto analisado e aceito pela instituição que disponibilizará a vaga para fazer Doutorado.

O candidato terá direito à benefícios como seguro saúde, bolsa de estudos, auxilio para instalação, passagens aéreas e as taxas exigidas pela instituição.

Pós-Doutorado

Para concorrer a uma vaga e conseguir uma bolsa de Pós-Doutorado o candidato deverá ser aceito pela instituição no exterior que pretende cursar antes de realizar a inscrição no programa. A bolsa terá duração entre 6 e 12 meses e poderá ser estendida conforme a necessidade ate 24 meses.

Os benefícios que serão concedidos aos candidatos doutores são: as passagens, a mensalidade da bolsa de estudos, seguro saúde e o auxilio para instalação. Poderão participar do Ciência sem fronteiras os Doutores formados que atuam como professores e ou pesquisadores em instituições brasileiras.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin