dcsimg
Engenharia de Telecomunicações – Saiba mais sobre esse curso

Engenharia de Telecomunicações – Saiba mais sobre esse curso

Engenharia de Telecomunicações é responsável pelo planejamento, projeto, operação e manutenção dos sistemas eletrônicos e de telecomunicações. Se você tem interesse em saber como funciona a transmissão dos sinais que interligam todo o planeta, essa é a sua área ideal!

Este engenheiro tem o objetivo de garantir a comunicação por meio de sistemas de telefonia, rádio e televisão, além da transmissão de dados em redes de computadores.

O primeiro curso superior nesta área no Brasil foi lançado em 1965 pelo Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel). Hoje, mais de 30 universidades oferecem esta formação com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

Saiba como é o curso de Engenharia de Telecomunicações, as principais atribuições deste profissional e onde estudar para entrar nesta carreira promissora!

Como é o curso de Engenharia de Telecomunicações

O curso de Engenharia de Telecomunicações tem duração média de cinco anos, é de grau bacharelado e oferecido apenas na modalidade presencial. Em algumas universidades pode ser encontrado como uma habilitação do curso de Engenharia Elétrica.

Como todos os cursos da área de Engenharia, a graduação em Telecomunicações também conta com um ciclo básico de formação em Ciências Exatas nos primeiros anos. Nestes semestres, os alunos têm disciplinas ligadas às áreas de Matemática, Física e Química.

A partir do segundo ano, aumenta o contato com o conteúdo mais específico da área de Telecomunicações – os alunos conhecem de perto como funcionam as transmissões digitais, analógicas, via satélite, fibras óticas e telefonia. É comum encontrar também programas que envolvem disciplinas relacionadas à Engenharia Elétrica, como Eletrônica e Eletromagnetismo.

O estágio é obrigatório, assim como a apresentação de um trabalho de conclusão ao final do curso.

É possível ainda trabalhar na área com formação no curso superior de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações. Ele é mais curto que o bacharelado, com duração média de 3 anos. A grande diferença é que o curso superior de tecnologia forma tecnólogos, enquanto o bacharelado forma engenheiros.

O que se estuda no curso de Engenharia de Telecomunicações

As disciplinas do curso de Engenharia de Telecomunicações podem variar um pouco em função da ênfase de cada programa. No geral, a estrutura curricular deste curso é composta pelas seguintes matérias:

  • Algoritmos
  • Cálculo
  • Circuitos Elétricos
  • Comunicação Móvel
  • Eletromagnetismo
  • Eletrônica
  • Física
  • Geometria Analítica
  • Linhas de Transmissão
  • Probabilidade e Estatística
  • Química
  • Radiofrequência
  • Redes
  • Sinais Analógicos
  • Sinais Digitais
  • Sinais Óticos
  • Telecomunicações

O que faz o engenheiro de telecomunicações

O profissional formado em Engenharia de Telecomunicações está apto a exercer diversas funções estratégicas. No dia a dia da profissão, este engenheiro atua no desenvolvimento de sistemas e instalações de telecomunicações e manutenção dos seus equipamentos.

Ele é responsável pelo desenvolvimento do projeto e a operação de redes de comunicação com e sem fio, além de cabeamentos aéreos e subterrâneos. É preparado também para criar aparelhos e equipamentos utilizados em telecomunicações e dar suporte às redes implantadas.

Este engenheiro pode trabalhar em empresas de serviços de telecomunicações, de telefonia, de fibra ótica e de tecnologia da informação. Pode atuar ainda na indústria eletroeletrônica, em órgãos reguladores e em empresas de pesquisa tecnológica e científica.

Principais áreas de atuação do engenheiro de telecomunicações

  • Infraestrutura de sistemas de telecomunicações
  • Suporte em tecnologias de mobilidade
  • Projeto de sistemas de transmissão de dados
  • Gestão de serviços na área de telecomunicações
  • Vendas de equipamentos

Mercado de trabalho para o engenheiro de telecomunicações

O mercado na área de Engenharia de Telecomunicações está aquecido e a oferta de emprego é grande em todas as regiões do País. A previsão é que o mercado continue oferecendo boas oportunidades a estes profissionais nos próximos anos, já que as tecnologias na área são cada vez mais difundidas e utilizadas.

A adequação das empresas às normas da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), assim como a implantação da rede 4G em todo o Brasil, são fatores que impulsionam a procura por profissionais. O engenheiro de telecomunicações também é muito requisitado para ajudar na montagem de eventos de grande porte, a exemplo das Olimpíadas em 2016, que exigem infraestrutura e suporte técnico qualificado.

Onde estudar Engenharia de Telecomunicações

Há diversas instituições públicas e privadas que oferecem o curso superior de Engenharia de Telecomunicações com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). Conheça algumas das principais:

Veja também

Conheça os cursos de Engenharia mais baratos do Brasil

Você se identificou com a profissão do engenheiro de telecomunicações? Está pensando em fazer este curso? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin