dcsimg

Paleontologia

Entenda como é a carreira em Paleontologia, as principais possibilidades de atuação deste profissional e onde estudar para trabalhar na área!

Paleontologia

A Paleontologia é a ciência que estuda fósseis e registros pré-históricos de seres vivos que já habitaram a Terra. Sua principal função é reconstituir espécies animais e vegetais com a ajuda de elementos encontrados em escavações, descobrir suas características físicas, identificar seus hábitos e relações com o meio ambiente.

É uma viagem fascinante ao passado da Terra. O Brasil ainda não oferece graduação em Paleontologia. Por aqui, esta ciência anda de mãos dadas com a Geologia e a Biologia.

Felizmente, este campo de conhecimento vem aos poucos se expandindo e ganhando mercado no País.

Descubra como é o dia a dia de um paleontólogo, quais os caminhos para ingressar nesta carreira e como está o mercado de trabalho para esses profissionais!

Sobre a Paleontologia

A Paleontologia costuma ser a carreira dos sonhos de muitas crianças com espírito aventureiro. Nos desenhos animados, filmes e séries, frequentemente identificamos na figura do paleontólogo aquele personagem que vive metido em aventuras, cruzando diversos lugares do mundo, descobrindo impressionantes ossadas de dinossauros e, vez ou outra, embarcando na máquina do tempo para voltar ao período jurássico e encarar as criaturas de perto.

Na verdade, a Paleontologia é muito mais do que isso. Trata-se da ciência que estuda a evolução geológica da Terra e como seus primeiros habitantes viviam nesse ambiente. É uma área ampla, que envolve o estudo de formas pré-históricas de vida através do exame de fósseis animais e vegetais. Ao contrário do que costumamos crer, não é a ciência que estuda apenas os dinossauros. Pelo contrário: sua amplitude inclui conhecimentos de Biologia, Geologia, Botânica, Zoologia, Geografia e muitos outros campos de conhecimento.

Embora a Paleontologia na vida real esteja mais ligada a trabalhos de pesquisa, catalogação e cruzamento de referências, ela tem o seu componente aventureiro. Afinal, é uma atividade que requer muitas viagens e trabalhos de campo.

O Brasil possui dez importantes sítios paleontológicos, localizados principalmente nos estados do Rio Grande do Sul, Piauí, Minas Gerais e Paraíba. Este último, inclusive, é sede do Vale dos Dinossauros, um dos maiores parques paleontológicos do Brasil, onde é possível encontrar a maior quantidade de pegadas fossilizadas de dinossauros do mundo!

A Paleontologia no Brasil se desenvolve principalmente no ambiente acadêmico, em centros de pesquisa universitários. Como o Brasil não possui graduação superior nessa área, o profissional precisa optar por uma pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado) para ampliar seus conhecimentos.

Mercado e áreas de atuação da Paleontologia

No Brasil, o paleontólogo atua principalmente com desenvolvimento de pesquisas no ambiente acadêmico. Há, no entanto, alguns setores em que este profissional pode trabalhar – e são áreas que, felizmente, têm crescido bastante:

  • Museus (história natural, zoologia)
  • Parques paleontológicos
  • Empresas da área de geologia
  • Empresas da área de biologia
  • Laboratórios de análises de fósseis
  • Universidades e institutos de pesquisa
  • Divulgação científica
  • Consultoria e assessoria a produções audiovisuais

É um campo que, apesar do crescimento, ainda é bastante restrito por aqui. Dependendo do seu interesse pela área, é possível crescer e obter bons frutos – tanto financeiros como profissionais. O segredo é gostar de estudar, pesquisar e investir em formações de alto nível. O Brasil oferece uma razoável quantidade de concursos públicos para a área de pesquisa acadêmica, com salários interessantes.

Por outro lado, cresceu a demanda para paleontólogos especializados em micropaleontologia – ou seja, o estudo de micro fósseis. A indústria de petróleo tem contratado esses profissionais para a realização de estudos nas camadas do pré-sal, para definir se existe petróleo em determinada região e se ele é de boa qualidade.

Diferenças entre Paleontologia e Arqueologia

De vez em quando pensamos que o paleontólogo e o arqueólogo são o mesmo profissional, pois ambos investigam o que aconteceu no passado. Na verdade, são carreiras bem diferentes!

A diferença entre eles é o tempo cronológico dos objetos de estudo. Enquanto a Paleontologia lida com elementos muito antigos, com muito mais de 10 mil anos de idade, a Arqueologia estuda a evolução das culturas e civilizações desde que o homem passou a se organizar em sociedade. Entenda melhor:

  • Paleontologia: estuda fósseis e restos dos seres vivos para descobrir hábitos, idade e a que tipo de animal pertence aquele pedaço de osso ou matéria biológica encontrada. Sua principal função é reconstituir o animal ou vegetal e o meio em que vivia. Exemplo: ossadas de animais, plantas petrificadas, matéria orgânica fossilizada.
  • Arqueologia: estuda os componentes sociais e culturais de civilizações antigas a partir de elementos históricos. Exemplo: os hábitos do antigo Egito, a cultura da Grécia antiga, rituais do Império Romano, etc.

Onde estudar para se especializar em Paleontologia

A Paleontologia é uma carreira que exige muita pesquisa! O direcionamento dessas pesquisas virá do curso escolhido como graduação. No Brasil, a maioria dos paleontólogos vem da Geologia ou da Biologia, cada um com enfoque diferenciado:

  • Na Geologia, a base será o estudo das rochas, processos de fossilização, conservação, sedimentação, ciclos geológicos do planeta, etc.
  • Na Biologia, o profissional entenderá melhor dos componentes naturais das espécies animais e vegetais, evolução biológica, meio ambiente, etc.

Uma terceira opção, para quem tem o espírito aventureiro, é buscar uma graduação em Paleontologia no exterior. Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Austrália possuem universidades que são referência nessa formação.

A Universidade Federal do Ceará (UFC) é a única do Brasil reconhecida pelo MEC a oferecer um curso de especialização em Paleontologia e Geologia Histórica.

Quem quiser iniciar nesta área por uma das graduações recomendadas (Geologia ou Biologia), o universo de faculdades é imenso – e provavelmente você encontrará alguma perto da sua casa para fazer.

Ambas são graduações com quatro a cinco anos de duração nos graus de Bacharelado e Licenciatura.

Conheça algumas universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem os cursos de Ciências Biológicas ou Geologia:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Arqueologia

Está interessado em seguir a carreira de Paleontologia? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin