dcsimg

Sistemas para Internet

Conheça a carreira em Sistemas para Internet e descubra onde estudar para se tornar um especialista nesta área promissora!

Sistemas para Internet

O cenário é promissor para pretende seguir carreira em Sistemas para Internet.

Segundo dados do IBOPE Media, o Brasil é o quinto país do mundo com maior número de conexões à Internet.

Quase a metade dos brasileiros tem acesso à Rede e a perspectiva é que este percentual aumente ainda mais nos próximos anos.

O comércio eletrônico e as redes sociais têm atraído cada vez mais a atenção dos usuários e a popularização do uso da internet móvel tem aquecido o mercado de criação de aplicativos para tablets e smartphones.

Para atender esse mercado em expansão, é fundamental contratar profissionais que aliem conhecimentos em comunicação, criação, tecnologia, programação, marketing e gerenciamento para planejar, implantar e manter Sistemas para Internet.

Veja algumas das áreas de atuação dessa profissão e onde estudar para entrar neste mercado com o pé direito!

Áreas de atuação de Sistemas para Internet

Especialistas em Sistemas para Internet são capazes de planejar, desenvolver, implantar e gerenciar programas, interfaces e aplicativos. Eles criam lojas virtuais, páginas e portais para internet e intranet, por exemplo.

A criação dos Sistemas para Internet é realizada em etapas e um especialista nesta área pode se concentrar em alguma delas ou gerenciar esses projetos como um todo.

Vamos conhecer algumas das áreas de atuação para quem se forma em Sistemas para Internet e entender melhor o trabalho deste especialista.

1. Web Design

Um dos motivos para preferirmos um site ao outro é a facilidade com que encontramos as informações ali apresentadas. A interface gráfica é importante para fazer com que o usuário tenha uma boa experiência de navegação e queira acessar novamente o site. No comércio eletrônico, essa experiência é ainda mais importante, pois impacta diretamente nas vendas.

A área de web design é responsável pela criação da interface gráfica onde acontece toda interação do usuário com aquele sistema. O profissional desta área, conhecido por web designer, desenha o layout de sites e blogs e também cria banners e outros tipos de mídias digitais.

As cores, o tamanho das letras e o formato das galerias de imagens são exemplos de elementos que fazem parte da arte gráfica do site. Além dos aspectos estéticos, o web designer preocupa-se com a acessibilidade e usabilidade das páginas na Internet.

2. Desenvolvimento e Manutenção de Sites

O desenvolvedor web utiliza códigos de programação para criar sites, portais, aplicativos, lojas virtuais, fóruns, e outras aplicações.

Um desenvolvedor web precisa conhecer diversas linguagens de programação e também entender sobre os procedimentos de criação do layout.

O trabalho deste profissional não termina quando o site está no ar. Ele também realiza sua manutenção, criando novas ferramentas, atualizando informações ou inserindo outras novas.

 

3. Administração de Websites

O trabalho de um webmaster, como são chamados os administradores de sites, inicia depois que o site já está no ar.

Para que um portal, blog, loja virtual ou qualquer outra página da internet consiga bons números de acesso é importante que exista um gerenciamento de suas atividades.

O webmaster controla o fluxo diário de acessos, analisa o perfil dos usuários e confronta com o perfil dos clientes que o site deseja atingir, controla a venda de anúncios selecionando os mais relevantes, entre outras atividades.

A administração de um website também engloba o controle das atualizações que são realizadas, como a definição da frequência de publicação, entre outros aspectos.

4. Segurança da Informação na Web

Com a grande quantidade de informações inseridas na web, por meio de formulários, cadastros e compras on-line, é preciso desenvolver maneiras de proteger os bancos de dados e preservar  conteúdos sigilosos.

Lojas virtuais, sites de bancos e outras páginas em que o usuário insere informações financeiras são os primeiros a buscarem profissionais de segurança da informação para proteger a empresa e seus clientes.

Como se especializar em Sistemas para Internet

Quem pretende trabalhar no mercado de Sistemas para Internet pode fazer um curso de tecnólogo. Trata-se de uma graduação de curta duração (média de dois anos) que tem o objetivo de suprir a demanda do mercado de trabalho por profissionais qualificados de nível superior.

Os cursos de tecnólogo costumam ter grande concentração de disciplinas práticas e oferecem alta taxa de empregabilidade.

Na área de Sistemas para Internet, os principais cursos de tecnólogo são:

  • Comunicação para Web
  • Web Design
  • Desenvolvimento de Sistemas para Internet

Confira algumas universidades reconhecidas pelo MEC que possuem cursos na área de Sistemas para Internet:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Quanto ganha um web designer?

Você tem vontade de seguir carreira na área de Sistemas para Internet? Já atua em alguma área relacionada? Compartilhe suas experiências conosco e deixe seu comentário aqui.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin