Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque o curso

    Busque, compare e escolha o curso que vai mudar sua vida.


  2. Garanta sua vaga

    Pague a adesão para garantir sua vaga.


  3. Na direção do seu sucesso

    Faça o processo seletivo e depois se matrIcule na faculdade.


Salários

Salários em TI: Veja 7 profissões que ganham a partir de R$10 mil

profissional masculino de ti trabalhando em um escritório, com foco em suas mãos e no teclado do computador. na tela, códigos de programação sendo construídos.

Atualizado em 17/03/2024

A área da Tecnologia da Informação (TI) está em alta e a tendência é que a busca por profissionais dessa área aumente, sobretudo devido a remuneração, que alcança bons salários.

+ Encontre bolsas de estudo de até 80%
Não sabe qual carreira seguir? Faça um teste vocacional!

A remuneração dos profissionais em TI são bastante atrativos e chamam a atenção de quem quer mudar de carreira ou apenas tem gosta da área.

Por isso que, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), até 2024 essa procura será de 70 mil por ano.

Confira, a seguir, os 7 salários em TI a partir de R$10 mil e conheça mais sobre cada profissão.

Confira também:
+ Descubra o que se estuda em Tecnologia da Informação
+ Conheça 8 cursos para quem gosta de tecnologia



Áreas de TI que pagam mais de R$10 mil

Os dados foram retirados do Guia Salarial 2024 da Robert Half. Todos os salários são de cargo nível pleno ou sênior e que, segundo a instituição, tem experiência necessária e conta com a maioria das habilidades relevantes para o desenvolvimento do trabalho.

É importante lembrar que os salários em TI podem variar conforme a região do país, a empresa contratante e até mesmo a região do país.

Analista de Segurança Sênior: R$11.450

O Analista de Segurança realiza ações de proteção aos sistemas e dados sensíveis de uma organização. O profissional é responsável por desenvolver, implementar e monitorar estratégias abrangentes de segurança cibernética.

Além disso, ele conduz análises de riscos detalhadas e avalia a eficácia das medidas de segurança existentes, propondo melhorias sempre que necessário.

Com um salário médio de R$11.450, esse profissional geralmente possui certificações reconhecidas no campo da segurança cibernética e está sempre atualizado com as últimas tendências e ameaças em evolução no cenário digital.

Analista de BI Sênior: R$11.500

O analista de Business Intelligence (BI) é responsável por transformar em dados em informações acessíveis e relevantes para determinada empresa. Todo esse trabalho é fundamental para definição de estratégias da instituição e tomada de decisões.

Especialista de Cloud: R$12.000

O Especialista em Cloud é um profissional responsável por gerenciar e otimizar ambientes de computação em nuvem para empresas. Sua função abrange desde a concepção e implementação de soluções na nuvem até a manutenção e monitoramento desses ambientes.

Esse especialista deve possuir conhecimento técnico das principais plataformas de nuvem, como AWS, Azure e Google Cloud, além de dominar ferramentas de automação e orquestração como Kubernetes e Terraform.

Gerente de Projetos: R$13.800

O gerente de projetos é o profissional responsável por liderar equipes e garantir um bom desenvolvimento das equipes. É ele quem deve montar um cronograma de atividades dos desenvolvedores e priorizar as ações do time.

Cientista de Dados: R$14.400

Esse profissional trabalha na análise e interpretação de grandes volumes de dados para extrair insights valiosos e informação significativa.

Sua função envolve uma variedade de tarefas, desde a coleta e limpeza de dados até a aplicação de algoritmos de machine learning e estatística avançada para resolver problemas complexos.

Os cientistas de dados também ajudam as organizações a tomar decisões baseadas em dados, identificar tendências e padrões, prever resultados futuros e otimizar processos.

Analista DevOps: R$14.650

O Analista DevOps tem a função de otimizar e automatizar processos para melhorar a colaboração e eficiência entre equipes de desenvolvimento e operações.

Este profissional implementa e gerencia ferramentas de integração contínua, entrega contínua e automação de infraestrutura, facilitando a entrega rápida e confiável de software.

Além disso, é responsável por monitorar o desempenho do sistema e garantir sua estabilidade, através da configuração e manutenção de sistemas de monitoramento e gerenciamento de logs.

Arquiteto de Software: R$15.350

O arquiteto de software é uma peça importante no desenvolvimento de um projeto de tecnologia. Ele é responsável por criar padrões de programação e orientar o trabalho dos desenvolvedores e programadores.

Por isso, para trabalhar nessa área o profissional precisa ter um vasto conhecimento e experiência no desenvolvimento de softwares. Além disso, precisa ter um pensamento estratégico para garantir um projeto que seja bom para os usuários e que atenda as expectativas dos clientes.

Qual área de TI que paga mais?

Da tabela da pesquisa, o cargo com maior salário é o de CIO (Chief Information Officer), responsável por liderar a estratégia de tecnologia da informação de uma organização.

Sua função principal é alinhar os objetivos de negócios com as iniciativas de TI, garantindo que a tecnologia seja utilizada de maneira eficaz para impulsionar o crescimento e a inovação da empresa.

E, por isso, seu salário pode chegar a mais de R$50 mil reais.

Ainda de acordo com o Guia Salarial 2024 da Robert Half, as profissões da área de TI com mais demandas permanentes são Engenheiro de Dados, Analista de Segurança da Informação, Gerente de TI e outros.

Agora, as áreas com demandas por projetos são de Desenvolvedor Front-End e Back-End, Analista de Suporte, Analista de BI, Analista de Dados e Analista de Infraestrutura.

Essas áreas também recebem uma boa remuneração, sendo trabalho permanente ou não.


Gostando dessa matéria? Inscreva-se para receber as principais matérias no seu e-mail
Imagem do coletor de lead


Qual curso fazer para trabalhar na área de TI?

Os salários em TI chamaram a sua atenção e quer seguir carreira na área de Tecnologia da Informação?

O primeiro passo para se desenvolver profissionalmente é buscar por um urso de graduação reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Como as possibilidades de cursos para trabalhar com TI são diversas, separamos uma listagem de graduações para você conhecer e escolher a que mais se encaixa em seu perfil. Confira:

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas é do tipo tecnólogo, uma graduação de curta duração para quem deseja ingressar rapidamente no mercado de trabalho.

Quem deseja ingressar nessa graduação pode obter o diploma do ensino superior em até 2 anos. É possível fazer o curso na modalidade presencial ou a distância.

O curso mescla teoria e prática para que o estudante possa desenvolver as habilidades e competências para atuar em diversas frentes da área de TI. Conheça algumas disciplinas que compõem a grade curricular dessa graduação:

  • Algoritmos e Programação;
  • Banco de Dados;
  • Conceitos básicos de Redes de Computadores e Segurança da Informação;
  • Conceitos básicos de Arquitetura de Computadores;
  • Manutenção de Software.

Ciência da Computação

Essa é uma graduação do tipo bacharelado e tem a duração média de 4 anos. Entre tantas carreiras, o curso prepara os profissionais para ocupar cargos de arquiteto de software e desenvolvedor.

Conheça algumas disciplinas do curso:

  • Computação gráfica;
  • Empreendedorismo;
  • Probabilidade e estatística;
  • Realidade virtual;
  • Robótica.

Para conseguir o diploma de bacharel em Ciência da Computação é necessário ser aprovado em todas as disciplinas e fazer o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O estágio não é obrigatório em todas as instituições de ensino superior do país, porém é uma ótima oportunidade para ter contato com o mercado de trabalho e se desenvolver ainda mais.

Engenharia da Computação

A graduação prepara o estudante para projetar computadores e desenvolver softwares e hardwares. O curso é do tipo bacharelado e dura em média 5 anos.

Veja algumas disciplinas que os estudantes de Engenharia da Computação têm contato ao longo da formação:

  • Banco de Dados;
  • Cálculo;
  • Computação Gráfica;
  • Introdução a Economia;
  • Sistemas Operacionais.

Engenharia de Software

O curso tem a duração de 4 anos e é do tipo bacharelado. A graduação prepara o estudante para desenvolver programas, aplicativos e até mesmo jogos digitais.

A graduação em Engenharia de Software é composta por conteúdos que envolvem matemática e raciocínio lógico. Confira algumas disciplinas que compõem a grade curricular:

  • Análise de Algoritmos;
  • Arquitetura de Software;
  • Banco de Dados;
  • Projeto de Sistemas de Informação;
  • Redes de Computadores;
  • Sistemas Operacionais.

Para conseguir o diploma, o estudante precisa fazer o TCC e também cumprir o estágio obrigatório.

Gestão da Tecnologia da Informação

A graduação em Gestão da Tecnologia da Informação tem a duração de 2 a 3 anos, a depender da faculdade, porque se trata de um curso tecnólogo.

A formação é focada em preparar os estudantes para o mercado de trabalho, por isso os alunos têm contato com conteúdos práticos, como Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação. Conheça algumas disciplinas presentes nesse curso:

  • Banco de Dados;
  • Gestão de Infraestrutura de Datacenter;
  • Gestão de Serviços de Ti;
  • Modelagem de Processos;
  • Paradigmas de Linguagens de Programação em Python.

Sistemas de Informação

Em média, essa graduação dura 4 anos e é do tipo bacharelado. Ao longo do curso, o estudante será preparado para atuar com a criação e desenvolvimento de programas para armazenamento de dados.

Assim como os outros cursos da área de tecnologia, este também envolve cálculos e raciocínio lógico. Conheça algumas das disciplinas:

  • Gestão da Informação;
  • Introdução à Computação;
  • Linguagens de Programação;
  • Matemática Discreta;
  • Tecnologias Web.

Bolsas de estudo na área de TI

Que tal estudar pagando um preço que cabe no seu bolso? Isso é possível com as bolsas de estudo do Guia da Carreira. No site é possível encontrar ofertas de até 80%.

Todas as instituições são reconhecidas pelo MEC e ofertam cursos presenciais e a distância. Conheça algumas universidades parceiras e veja qual é a melhor opção para você:

Veja também:
+ Conheça tudo sobre o bacharelado em Sistemas de Informação
+ Gestão da Tecnologia da Informação: saiba tudo sobre o curso

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.