Descubra se vale a pena fazer o curso de Ciências Econômicas

A área de Ciências Econômicas é voltada para o estudo da distribuição de bens e das atividades econômicas. A formação em um curso de graduação é necessária para exercer as funções do economista, o profissional formado no curso de Ciências Econômicas.

 Como é o curso de Ciências Econômicas?

A graduação de Ciências Econômicas ou Economia, como também é conhecida,  é oferecida no grau bacharelado e possui aproximadamente quatro anos de duração.

Ao longo da formação, os alunos aprendem a analisar e interpretar diferentes cenários econômicos, assim como pensar em alternativas de resolução para problemas e em projeções econômicas.

O curso pode ser encontrado nas modalidades presencial, semipresencial e de ensino a distância (EaD). A principal diferença entre as três está no formato. No ensino presencial, a maior parte da carga horária do curso é feita em sala de aula, na instituição de ensino, e até 40% pode ser feita on-line. Já no semipresencial, parte dos conteúdos do curso são realizados presencialmente e a outra parcela, de forma virtual. Nesse caso, os alunos vão apenas alguns dias da semana para a instituição. Por fim, na modalidade EaD até 100% do curso pode ser realizado on-line, por meio de plataformas virtuais, onde o aluno pode acessar aulas ao vivo e gravadas, atividades e materiais para estudo. As provas, por outro lado, normalmente acontecem de forma presencial, nos polos da instituição de ensino. 

É importante ressaltar que, independente da modalidade escolhida, o diploma recebido após a conclusão da graduação é o mesmo.

O que se estuda em Ciências Econômicas?

Embora seja um curso voltado para o estudo da economia e disciplinas relacionadas à matemática façam parte da grade curricular, também há uma concentração de conteúdos como história e psicologia aplicados à economia. 

Confira a seguir as principais matérias da grade curricular do curso de Ciências Econômicas:

  • Introdução à Economia
  • Matemática
  • Sociologia
  • Estatística
  • Macroeconomia
  • Microeconomia
  • Desenvolvimento econômico
  • Economia internacional
  • Economia brasileira contemporânea
  • Econometria
  • Economia política
  • Economia monetária
  • Economia e sustentabilidade
  • Indicadores econômicos
  • Mercado financeiro
  • Psicologia econômica

Ao final da graduação, é necessário realizar o estágio obrigatório e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), sujeito à aprovação, para se formar e retirar o diploma.

O que é preciso para atuar na área de Ciências Econômicas?

Além da formação, para atuar como economista é necessário ter registro no Conselho Regional de Economia (Corecon) mais próximo. Feito isso, o profissional está habilitado para exercer funções como análise de cenários, produção de relatórios, projeções econômicas, gestão de patrimônios, planejamento e execução de investimentos.

Quais são as áreas de atuação do profissional de Ciências Econômicas?

De acordo com o Conselho Federal de Economia (Cofecon), o economista pode trabalhar nas seguintes áreas:

  • Perícias judiciais e extrajudiciais
  • Avaliações
  • Auditoria
  • Planejamento, projeção e análise econômico-financeira de investimentos e financiamentos de qualquer natureza
  • Estudos, análises e pareceres pertinentes à Macro e Micro Economia
  • Magistério
  • Analista de Relações Internacionais
  • Políticas urbanas
  • Economia mineral
  • Consultoria econômico-financeira 
  • Economia solidária 
  • Economia da cultura e economia criativa 
  • Arbitragem
  • Mediação

Onde o profissional de Ciências Econômicas pode trabalhar?

Empresas de consultoria, bancos, comércios, empresas de pequeno e médio porte, assim como instituições de ensino superior são alguns dos lugares onde o economista pode atuar.

Além disso, também existe a possibilidade de atuar no setor público, em agências ou órgãos reguladores, assim como bancos que pertencem ao Estado, como a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil. Há, ainda, a oportunidade de trabalhar como autônomo, por meio da prestação de serviços como consultoria.

Vale a pena cursar Ciências Econômicas?

Para saber se vale a pena cursar Ciências Econômicas, é necessário antes de mais nada saber quais são os seus objetivos e interesses profissionais e verificar se eles são compatíveis com o curso. 

Do ponto de vista de formação, trata-se de um curso acessível, visto que é possível encontrá-lo nas três modalidades e por mensalidades a partir de R$ 80,00 no formato de EaD, segundo o site Quero Bolsa.

O retorno financeiro também tende a ser significativo, já que a média salarial do economista é R$ 5.549,71, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), relativos ao ano de 2019.

Onde estudar Ciências Econômicas?

O diploma de graduação é um pré-requisito para aqueles que desejam se tornar economistas. Porém, para que o documento seja válido em todo o país, é fundamental estar atento se o curso de Economia na instituição de ensino escolhida é autorizado e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

A seguir, há algumas opções de universidades e centro educacional que oferecem o curso de Ciências Econômicas de acordo com as diretrizes do MEC. Veja:

Leia também:
Como está o mercado de trabalho para Economia?

Preparado para ingressar na área? Responda nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin