dcsimg

Descubra quanto custa uma faculdade de Farmácia

Compare a mensalidade de Farmácia em faculdades de todas as regiões do Brasil. Confira também dicas para reduzir os custos e financiar seus estudos!

Farmácia

No Brasil, a faculdade de Farmácia tem uma variação de preços razoável. A mais cara pode custar até cinco vezes mais do que a mais barata!

A variação de preços acontece por vários fatores: a faculdade, a localização e a procura por vagas, por exemplo. Até na mesma instituição a graduação em Farmácia pode ter mensalidades diferentes. É o caso de cursos diurnos e noturnos, ou aqueles oferecidos em um campus da capital e outro do interior.

Por isso, é importante pesquisar. Para ajudar você nesta tarefa, fizemos um levantamento das mensalidades da faculdade de Farmácia em todas as regiões do País. Listamos também algumas dicas para reduzir os gastos mensais com a faculdade e formas de financiar os estudos!

Quanto custa uma faculdade de Farmácia Presencial

Em nossa pesquisa, encontramos faculdades de Farmácia começando em R$ 500 mensais e chegando a R$ 3.000.

Na Anhanguera, por exemplo, a mensalidade fica em torno de R$ 800, dependendo da unidade. Já na Cruzeiro do Sul, o valor da mensalidade de Farmácia na modalidade presencial fica próxima aos R$ 1.500. Mas esses valores ainda podem ser bem mais acessíveis (veja como mais adiante).

Quanto custa uma faculdade de Farmácia a distância

O curso de Farmácia a distância é, na verdade, semipresencial. Isso significa que o aluno deve frequentar a faculdade alguns dias por mês para realizar atividades práticas e de laboratório, fazer provas, apresentar trabalhos e ter algumas aulas.

O valor da mensalidade cai bastante em alguns casos, como na Cruzeiro do Sul Virtual, que fica em torno de R$ 600.

Como reduzir os custos mensais da faculdade de Farmácia

Agora que você já tem uma estimativa das mensalidades de Farmácia, aproveite para pesquisar junto à faculdade se existem incentivos para diminuir os custos, como por exemplo:

  • Desconto para pagamento em dia: este é um incentivo comum, em que as faculdades concedem descontos para quem paga os boletos até a data do vencimento.
  • Bolsas de estudo: muitas universidades mantêm programas próprios de bolsas de estudo e incentivo aos estudantes. Algumas até aumentam o percentual de desconto conforme os semestres vão avançando.
  • Enem: para atrair talentos para seus cursos, algumas universidades oferecem descontos para quem tem um bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

ProUni e FIES

O Governo Federal mantém dois programas de incentivo ao acesso ao ensino superior voltados a pessoas de baixa renda:

  • Programa Universidade para Todos (ProUni): oferece bolsas que cobrem 50% ou 100% da mensalidade. Para concorrer ao benefício, o candidato deve atender aos requisitos mínimos de renda e ter feito o Enem mais recente, com pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação.
  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): é um programa que financia a faculdade a juros baixos. O estudante começa a pagar somente depois de formado. Atualmente, o acesso ao FIES está cada vez mais limitado e por isso algumas áreas têm prioridade para receber as vagas. É o caso dos cursos ligados à Saúde, da qual Farmácia faz parte. Para participar é preciso atender aos requisitos de renda e ter realizado alguma prova do Enem a partir de 2010, com desempenho mínimo de 450 pontos na média geral das provas e nota maior que zero na redação.

Conheça algumas faculdades de Farmácia reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que oferecem bolsas, financiamentos e descontos:

Veja também:

Quanto ganha um Farmacêutico?

E então, você já encontrou uma faculdade de Farmácia com mensalidades que se encaixam no seu orçamento? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin