Conheça as faculdades que têm curso de Engenharia Mecânica

O curso de Engenharia Mecânica está em alta, por isso é preciso saber escolher onde estudar. A gente ajuda você agora mesmo. Veja como!

Sabia que Engenharia Mecânica é a terceira engenharia mais procurada do país?

Pois é, perde apenas para Engenharia Civil e de Produção e supera inclusive até as populares Engenharia Elétrica e Agronomia!

Isso mostra que há um grande interesse na atividade, provavelmente impulsionado pela alta empregabilidade, pelo potencial de crescimento da área e pela possibilidade de ganhar salários elevados.

Você, que pensa em estudar Engenharia Mecânica, já começou a procurar o curso?

A seguir, conheça as faculdades que têm o curso de Engenharia Mecânica e veja como escolher as melhores!

As faculdades que têm o curso de Engenharia Mecânica

Por todo o Brasil, centenas de faculdades oferecem o curso de Engenharia Mecânica.

São precisamente 422 instituições: 76 em universidades públicas e 346 na rede privada de ensino.

Naturalmente, as faculdades privadas também concentram a maior oferta de vagas: mais de 100 mil por ano.

Elas também são soberanas nas opções EAD, que mais do que triplicam o alcance do curso.

Mas o que, afinal, uma boa faculdade de Engenharia Mecânica precisa oferecer para valer a pena?

Em primeiro lugar, o local precisa ter laboratórios bem equipados. Engenharia Mecânica é um curso que demanda muita aula prática, e os melhores cursos são feitos com maquinário de ponta.

Por isso, verifique se a faculdade escolhida dispõe de bons equipamentos para realização de práticas como, por exemplo, Aerodinâmica, Mecatrônica, Robótica, Projetos Mecânicos, Computação Avançada e Motores.

Na sequência, verifique o nível de formação dos professores: quanto mais mestres e doutores envolvidos, melhor!

Observe também a qualidade da infraestrutura de sala de aula, as bibliotecas, a localização.

Não se esqueça de dar também aquela olhada na grade curricular, para ver se as matérias casam com suas expectativas.

A avaliação realizada pelo Ministério da Educação (MEC) é a melhor referência para identificar faculdades que têm cursos de qualidade.

Periodicamente, os técnicos do MEC analisam todos os pontos que citamos aqui: infraestrutura, laboratórios, bibliotecas, etc. Esses pontos são agrupados em indicadores e recebem notas que vão de 1 a 5 – sendo o 1 considerado insuficiente, e o 5, top de linha.

Os bons cursos de Engenharia Mecânica, portanto, devem ter notas que variam entre 3 (bom) e 5 (excelente). Quanto mais notas 4 e 5, melhor!

Faculdades que têm o curso de Engenharia Mecânica a distância

O curso de Engenharia Mecânica também está bombando no formato a distância.

Quem gosta da ideia de estudar com ajuda da internet pode encontrar a graduação em cerca de 50 faculdades.

O modelo, na verdade, é semipresencial. Ou seja, os alunos terão um equilíbrio entre aulas online e presenciais.

Na parte online, os conteúdos são apresentados em uma plataforma digital de aprendizagem que pode ser acessada de qualquer lugar. Aqui dá para estudar a qualquer hora, no ritmo do aluno, mas é preciso estar sempre de olho nos prazos para entrega de trabalhos e participar ativamente das discussões em grupo.

A parte presencial ocorre nos polos de apoio ou nas próprias unidades da faculdade. A frequência varia de acordo com o curso e pode ir de duas vezes por semana a uma vez a cada quinze dias. Nesses encontros os alunos vão fazer as atividades práticas do curso, que são muitas.

O formato tem reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) – ou seja, diploma válido no mercado de trabalho – e é aceito pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

Os critérios para escolha do curso a distância deve ser a mesma do presencial: avaliando a infra e a qualidade da faculdade.

Entre algumas boas opções de Engenharia Mecânica EAD, indicamos:

O curso de Engenharia Mecânica

Engenharia Mecânica é um bacharelado com cinco anos de duração.

O curso segue o ritmo comum a todas as engenharias, com formação de base nos primeiros anos e, nos seguintes, passa a mergulhar na concepção, projeção e construção de máquinas e equipamentos para automação industrial.

Os fundamentos incluem matemática, probabilidade e estatística, cálculo, química, física, programação, ciência dos materiais e desenho técnico, entre outras disciplinas.

As matérias específicas incluem construção mecânica, metrologia, mecânica dos fluidos, manufatura, máquinas de fluxo, resistência dos materiais, soldagem, geração de vapor, projeto de máquinas, manutenção, instalações mecânicas industriais, comerciais e prediais.

Há também uma considerável carga de matérias voltadas à gestão em Engenharia Mecânica, que possibilitam ao aluno descobrir como fazer o planejamento e o controle de todas as etapas do processo produtivo, escolher ferramentas, supervisionar equipes e aplicar estudos de viabilidade técnica e econômica.

Tudo isso forma profissionais muito disputados na indústria (especialmente na automobilística, na de equipamentos e na metalúrgica), em empresas de controle e automação (automação predial, por exemplo), empresas de desenvolvimento tecnológico, no agronegócio, empresas de planejamento, manutenção técnica e consultorias.

Hoje, o curso conta com aproximadamente 130 mil matriculados. Eles devem tornar a profissão ainda mais competitiva nos próximos anos.

Veja também:

Veja como é e onde fazer faculdade de Engenharia a distância

Qual é a faculdade de Engenharia Mecânica dos seus sonhos? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin