dcsimg

Conheça as faculdades de Gastronomia em SP

Tem dezenas de opções para estudar Gastronomia em São Paulo! Veja como escolher a ideal!

Gastronomia é o curso da vez: tem atraído mais e mais estudantes às salas de aula em todo o país.

São Paulo, que é reconhecidamente o maior polo gastronômico do Brasil – e um dos maiores do mundo – é onde tudo acontece. O estado abriga vários restaurantes estrelados e outros tantos totalmente inovadores. A área de trabalho está fervilhando de oportunidades e à espera de novos talentos.

Aqui tem espaço para todo mundo: desde aquele que quer produzir marmitas até quem pretende abrir um restaurante de alto padrão.

Se você também está pensando em cursar Gastronomia em SP, preste bastante atenção nos próximos tópicos. Neles, a gente apresenta as principais faculdades, as diferentes maneiras de estudar e como fazer o curso sem pagar nada!

As faculdades de Gastronomia em SP

Quem quer fazer Gastronomia em SP não pode reclamar de falta de opção. O estado conta com mais de 60 instituições autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) a oferecer o curso.

Tem opções na capital e no interior, nas modalidades presencial e a distância, em grau de bacharelado e tecnológico – está bom ou quer mais?

Vamos entender melhor um pouco dessa diversidade toda.

O curso de bacharelado em Gastronomia é mais longo, tem em média quatro anos de duração. A formação também é mais ampla, habilitando o profissional a trabalhar em uma gama maior de atividades relacionadas à área. É ideal para quem pensa em lidar com gestão de empreendimentos. Em SP, está disponível em apenas três faculdades, somente na modalidade presencial.

A maioria é mesmo de nível superior de tecnologia, ou tecnólogo, com média de dois anos de duração. São graduações mais rápidas, mais focadas na atividade em si e que ensinam o aluno a cozinhar, cuidar de restaurantes e trabalhar com serviços de alimentação em geral.

Os cursos de tecnólogo são mais versáteis, de forma que o estudante pode optar pelo formato tradicional ou a distância.

A graduação no modelo a distância acontece de forma semipresencial, com aulas práticas em laboratórios (nos polos ou nas próprias unidades da instituição) e aulas online na plataforma digital de aprendizagem.

Aqui, a parte prática é como sempre foi: em dias e horários previamente agendados, na presença de professores e instrutores, lidando com panelas, ingredientes e equipamentos.

A parte online é a mais flexível. O estudante pode escolher o melhor horário para estudar – e faz isso acompanhando as disciplinas em formato multimídia: aulas em vídeo, livros digitais, gráficos, animações e muito mais.

Tanto o curso presencial quanto o online rendem diploma de nível superior reconhecido no mercado de trabalho – desde que feitos em uma faculdade credenciada pelo MEC.

Embora não seja obrigatório ter diploma para trabalhar com Gastronomia, o mercado cada vez mais competitivo e profissionalizado tem exigido formação de qualidade de seus profissionais. Portanto, é bom ficar ligado e escolher uma faculdade bem avaliada.

Vamos apresentar algumas mais adiante.

As matérias do curso de Gastronomia em SP

Veja como pode ser empolgante estudar Gastronomia! Os exemplos de matérias que mostramos abaixo foram retirados do curso da Universidade de Franca (UNIFRAN):

  • Panificação
  • Empreendedorismo
  • Confeitaria
  • Cozinha Internacional
  • Fundamentos de Bebidas
  • Cozinha Brasileira
  • Fundamentos em Eventos e Buffet
  • Higiene e Segurança Alimentar
  • História da Gastronomia
  • Técnicas e Práticas de Cozinha
  • Gestão e Formação de Preços
  • Manuseio de Carnes
  • Aves e Pescados
  • Administração de Recursos Humanos
  • Cozinha Clássica e Contemporânea
  • Cozinha Fria
  • Ciência dos Alimentos e Nutrição
  • Gestão de Serviços de Alimentação e Cardápio

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia em SP

Como todo curso que exige muita aula prática, Gastronomia não está entre os mais baratos do mercado.

O valor médio das mensalidades da graduação presencial está na casa dos R$ 800, com variações para mais ou para um pouco menos.

A versão online é bem mais acessível. Na Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), custa praticamente a metade: R$ 440.

As mensalidades podem ser ainda mais baixas se o interessado buscar programas que facilitam o acesso ao ensino superior.

Para os cursos presenciais, o carro-chefe é o FIES – o fundo estudantil do governo federal que permite financiar os estudos a juros baixos e prazo longo.

Para presenciais e a distância, tem o ProUni – o programa de bolsas de estudos, também do governo federal, que permite estudar sem pagar nada ou tendo que bancar apenas metade do valor das mensalidades.

Em ambos é necessário ter feito o Enem (no ProUni é preciso o mais recente; pro FIES, vale qualquer um a partir de 2010) e atender ao perfil socioeconômico determinado pelo MEC.

Tem também outras dezenas de alternativas, como programas de parcelamento e financiamento das próprias faculdades, convênios com empresas, descontos por pontualidade e bolsas por desempenho, só pra citar algumas.

Onde estudar Gastronomia em SP

De todas as instituições que oferecem o curso de Gastronomia em SP, só uma pertence à rede pública de ensino: o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), na cidade de Avaré.

O restante está mesmo na rede particular.

Escolher uma boa faculdade de Gastronomia em SP não tem segredo. Basta verificar se a instituição é bem avaliada pelo MEC e se tem a abordagem que você procura – algumas são mais voltadas para a administração, outras para a prática gastronômica em si. Fique atento.

A gente tem algumas sugestões bem interessantes de faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que estão em SP para você já colocar no seu radar. Dê uma olhada:

Veja também:

Qual é o salário de Gastronomia?

E aí, está pensando em fazer Gastronomia em SP? Conte para a gente qual seria a faculdade ideal para você!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin