dcsimg

Descubra o valor da faculdade de Jornalismo

Há excelentes faculdades de Jornalismo com preços mais acessíveis. Aqui você vai ficar sabendo de tudo!

Jornalismo é um curso de bacharelado que dura em média quatro anos. As mensalidades podem variar de acordo com a região do país e fatores como o número de vagas disponíveis e a procura local.

Às vezes, a mesma universidade pode ter preços diferentes conforme a unidade e o período de estudos – alguns cursos noturnos são mais caros do que os diurnos ou vespertinos, por exemplo.

De todo modo, pode-se dizer que o preço médio para fazer Jornalismo fica em torno de R$ 900. É claro que há faculdades bem mais caras do que isso, mas são exceções.

Confira agora mesmo o valor de faculdades de Jornalismo de todo o Brasil, confira oportunidades de estudar Jornalismo pagando menos e conheça a opção do curso a distância!

Preços das faculdades de Jornalismo

Veja como ficou nossa pesquisa em instituições do país inteiro. Ela está baseada em valores médios e foi organizada em faixas de preços. Acompanhe:

Onde estudar Jornalismo por menos de R$ 700

  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
  • Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP)
  • Faculdade Anchieta de Ensino Superior do Paraná (FAESP)
  • Faculdade Cearense (FAC)
  • Faculdade da Cidade do Salvador
  • Faculdade das Américas (FAM)
  • Instituto Paraibano de Ensino Renovado (INPER)
  • Universidade de Santo Amaro (UNISA)
  • Universidade Nove de Julho (UNINOVE)

Onde estudar Jornalismo entre R$ 701 e R$ 900

Onde estudar Jornalismo entre R$ 901 e R$ 1.100

Onde estudar Jornalismo por mais de R$ 1.100

  • Centro Universitário de Maringá (UNICESUMAR)
  • Centro Universitário UniBrasil (UNIBRASIL)
  • Faculdade Cásper Líbero (FCL)
  • Faculdades Integradas Teresa D’Ávila (UNIFATEA)
  • Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FAPCOM)
  • Faculdade Promove (PROMOVE)
  • IBMR Centro Universitário (IBMR)
  • Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP)
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE)
  • Universidade Veiga de Almeida (UVA)

Valor da faculdade de Jornalismo a distância

Os cursos a distância são hoje em dia uma alternativa mais cômoda, prática e econômica de fazer uma faculdade. No caso do Jornalismo, há algumas instituições credenciadas pelo MEC cobrando por volta de R$ 400.

O principal motivo dos valores serem mais baixos é o seguinte: por não precisar receber centenas de alunos todos os dias, a faculdade pode economizar em infraestrutura, repassando essa economia para as mensalidades.

Além disso, é claro, você acaba economizando bastante também com alimentação e transporte.

O conteúdo do curso de Jornalismo a distância é equivalente ao do presencial, o nível de exigência é o mesmo e – importantíssimo! – os diplomas são iguais e têm a mesma validade.

A dificuldade maior aqui vai ser encontrar o curso de Jornalismo EAD. Ainda são bem poucas as opções reconhecidas pelo MEC em atividade no Brasil.

Formas de estudar Jornalismo pagando menos

Se os preços de Jornalismo ficam pesados para o seu orçamento, você pode pesquisar alguns programas de benefícios financeiros oferecidos pelo governo.

Eles são voltados a estudantes de baixa renda que, sem esse tipo de apoio, não teriam como conquistar o sonho do diploma universitário. Vamos falar sobre dois deles: o FIES e o ProUni.

FIES

Essa é a sigla para Fundo de Financiamento Estudantil. Como o próprio nome diz, trata-se de um programa que financia as mensalidades durante o curso. A dívida adquirida pelo estudante só começa a ser paga depois da conclusão da faculdade. Os juros são baixos (podem chegar a zero em alguns casos) e o prazo para o pagamento é bastante longo.

Para participar, é preciso se encaixar nos critérios de renda e de desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.

ProUni

ProUni é o Programa Universidade para Todos. Ele distribui bolsas de estudo (podem ser parciais ou integrais) em cursos presenciais e a distância, em faculdades do Brasil inteiro. O foco também são os estudantes mais vulneráveis financeiramente, e por isso é preciso obedecer aos critérios de renda estabelecidos pelo programa.

Para concorrer a uma vaga no ProUni é necessário ter feito o Enem mais recente e atingido no mínimo 450 pontos na média geral das provas, sem ter zerado na redação.

Além dessas iniciativas governamentais, uma boa dica é verificar na faculdade de seu interesse quais os programas privados que ela oferece.

É comum que as instituições trabalhem com um ou mais tipos de planos de descontos, financiamentos e bolsas de estudo. Conheça alguns exemplos de faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde você pode estudar Jornalismo com qualidade pagando menos:

Veja também:

Jornalismo: saiba tudo sobre o curso e o mercado de trabalho

Dá para encarar os preços de Jornalismo numa boa? Ou está pensando em tentar algum programa de benefícios? Conte tudo aqui para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin