Conheça a profissão de assistente de recursos humanos

Se você está pesquisando sobre um assistente de recursos humanos deve estar interessado em saber como esse profissional trabalha no dia a dia e entender um pouco mais do que ele faz no departamento de Recursos Humanos de uma empresa.

Neste texto, você vai tirar as suas principais dúvidas sobre a carreira, entender como é a remuneração média da área e entender as melhores maneiras de começar a trilhar o caminho nessa profissão. Confira!

O que faz um assistente de recursos humanos?

Profissional que trabalha diretamente e praticamente o tempo todo com pessoas. Essa é uma das principais características não apenas do assistente de recursos humanos, mas de toda a equipe do departamento pessoal de uma empresa, também mais chamado por muitos de “RH”.

O assistente sempre está envolvido na ponte entre a empresa e seus colaboradores e também entre candidatos às vagas abertas em processos seletivos para novas contratações. É ele que dá diversos tipos de suporte aos funcionários e participa da seleção de futuros empregados.

No seu dia a dia, são diversas as formas de trabalho. Entre as principais, vale destacar as seguintes:

  • Elaboração de programas de capacitação e treinamento para funcionários;
  • Controle e organização de benefícios, como férias, vale-alimentação, transporte e convênio de saúde;
  • Busca e promoção de novos benefícios;
  • Participação do processo seletivo, com dinâmicas, entrevistas e recrutamento;
  • Controle financeiro de salários e bonificações dos colaboradores;
  • Interação com funcionários para informações e questões sobre empresa;
  • Avaliações de desempenho;
  • Desenvolvimento de equipes.

O assistente de recursos humanos está envolvido em diversos desses processos e possui uma das funções em fazer com que a experiência profissional dos colaboradores da empresa seja sempre construtiva para a carreira.

Além disso, por estar em contato com gente de fora da companhia que estão interessados em processos seletivos, cabe a esse cargo uma responsabilidade de ajudar na seleção dos profissionais mais qualificados e de acordo com as diretrizes e cultura de trabalho da empresa.

Com as equipes da empresa montadas, o assistente de recursos humanos também trabalha na promoção de programas de capacitação, para que os funcionários sigam se desenvolvendo na carreira. Assim, tanto pessoas como a empresa ganham mais destaque.

Como é o mercado de trabalho para um assistente de recursos humanos?

Por ser um cargo importante no departamento pessoal das empresas, há muito espaço para o assistente de recursos humanos no mercado de trabalho nacional.

Ele geralmente prioriza a participação de profissionais que possuem formação no ensino superior e o idioma inglês em nível intermediário pode ser um diferencial.

Qual é o salário de assistente de recursos humanos?

Em levantamento publicado pelo Guia de Profissões e Salários da Catho, é possível identificar o salário médio do assistente de recursos humanos no Brasil: em média, ele recebe R$ 1.788,96 por mês.

A Catho ainda mostra que os cinco estados onde os profissionais recebem as melhores remunerações médias são São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Espírito Santo, respectivamente.

O curso de Gestão de Recursos Humanos

Voltando a usar o Guia de Carreiras e Salários da Catho, o levantamento da trilha da carreira de assistente de recursos humanos mostra que 89% desses profissionais possui uma graduação.

Isso quer dizer que praticamente nove em cada dez desses profissionais no Brasil têm um diploma em uma faculdade. Dessa forma, é possível identificar praticamente uma exigência do mercado de trabalho por um curso superior na área.

E o curso que prepara os estudantes para exercer as atividades de um assistente de recursos humanos e outros profissionais da área é o tecnológico em Gestão de Recursos Humanos.

A grade curricular desse curso é bastante focada nos processos práticos do dia a dia, com disciplinas que até lembram a lista das funções de um assistente de recursos humanos.

Veja alguma das matérias mais importantes que o estudante terá na faculdade: 

  • Administração de Recursos Humanos;
  • Análise de Desempenho;
  • Gestão de Cargos e Salários;
  • Gestão Organizacional;
  • Recrutamento e Seleção;
  • Saúde, Segurança & Qualidade de Vida no Trabalho;
  • Treinamento e Desenvolvimento.

Por ser um curso tecnológico, é uma graduação que dura menos tempo que os bacharelados e licenciaturas. Em média, um estudante se forma tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos em dois anos.

O curso pode ainda ser realizado nas modalidades presencial e a distância (EaD), sem que haja alguma distinção no diploma emitido – ambos têm a mesma validade para o mercado de trabalho e não trazem nenhuma distinção.

Onde estudar Recursos Humanos?

A oferta de cursos de Gestão de Recursos Humanos é muito ampla em todas as regiões do Brasil. Por isso, depois que o estudante escolheu fazer esse curso, outro desafio que demanda algum tempo e pesquisa é decidir em qual faculdade estudar.

Essa procura deve ser feita com calma, uma vez que o investimento para um curso superior requer certas atenções. Uma delas é estar atento se a faculdade é regulamentada pelo Ministério da Educação (MEC).

Para facilitar a sua busca, selecionamos cinco universidades que, além de credenciadas, são bem avaliadas pelo MEC e são bem vistas por empresas na hora de fazer contratações. Essa é a lista:

Essas universidades possuem unidades espalhadas por todo o país e contam com cursos presenciais e a distância.

Veja mais: Descubra quanto ganha um Profissional de RH?

Pronto para cursar Gestão de Recursos Humanos e iniciar sua carreira no RH? Conte quais são seus planos nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin