dcsimg

Conheça a profissão Eletrônica Industrial

Saiba agora tudo sobre a profissão de Eletrônica Industrial: curso, grade curricular, mercado de trabalho e onde estudar! 

O trabalho do Eletrônico Industrial é mais importante do que você imagina. Esses profissionais são responsáveis nas diversas fases do processo de fabricação de produtos, equipamentos e máquinas, sendo assim essencial dentro das grandes indústrias.

Se interessou? Então veja agora tudo sobre o curso de Eletrônica Industrial e veja onde estudar! 

A profissão de Eletrônico Industrial e o seu mercado de trabalho 

O Eletrônico Industrial além de ser o profissional responsável por diversas fases do processo de fabricação de produtos, equipamentos e máquinas, ele também dá  manutenção a processos industriais, como equipamentos, sistemas eletroeletrônicos, circuitos entre outras automações e instalações. 

O mercado de trabalho para os formados no curso de Eletrônica Industrial é considerado amplo. Estes profissionais podem atuar em:

  • Indústrias gráficas, têxteis, químicas, energéticas, metalúrgicas e de informática. 
  • Empresas de segmento eletroeletrônico.
  • Empresas de planejamento, desenvolvimento de projetos e assistência técnica.
  • Laboratórios e centros de desenvolvimento e pesquisa. 
  • Montadoras automobilísticas e de aviões. 

O salário médio do Eletrônico Industrial também é considerado alto, comparado a outras profissões do ramo. 

Segundo o SINE (Site Nacional de Empregos) em uma média empresa o salário inicial deste profissional pode iniciar com o valor R$2224, aumentando de acordo com o nível de experiência, chegando em até R$3256.

Como funciona o curso de Eletrônica Industrial

Esse curso está disponível no formato de superior tecnológico, na modalidade presencial e possui a duração de 6 semestres (3 anos). 

A graduação de Eletrônica Industrial habilita profissionais para: 

  • Controlar a qualidade de produção de máquinas e dispositivos eletrônicos
  • Vistoriar, periciar, avaliar, emitir laudos e pareceres técnicos de Eletrônica Industrial
  • Projetar circuitos eletrônicos 
  • planejar e supervisionar a instalação de sistemas e dispositivos eletrônicos usados na indústria
  • Supervisionar a manutenção de sistemas e dispositivos eletrônicos industriais

Grade curricular do curso de Eletrônica Industrial 

Durante toda a formação, o estudante verá disciplinas relacionadas a diversos assuntos da área, mas o que predomina na sua grade curricular são as matérias relacionadas com a matemática. 

Veja algumas disciplinas que estão presentes nesta graduação:

  • Acionamentos e Motores Elétricos
  • Algoritmos e Programação
  • Antropologia e Cultura
  • Automação e Instrumentação
  • Cálculo I e II
  • Circuitos Elétricos I e II
  • Comunicação
  • Controle
  • Desafios Contemporâneos
  • Desenvolvimento Humano e Social
  • Eletrônica Analógica
  • Eletrônica de Potência
  • Eletrotécnica
  • Expressão Gráfica
  • Física: Eletricidade
  • Fundamentos de Ciências Exatas (Matemática + Física Mecânica)
  • Gestão de Projetos
  • Instalações e Equipamentos Elétricos Industriais
  • Laboratório de Eletrônica
  • Laboratório de Projetos e Inovação
  • Manutenção e Inspeção
  • Metrologia
  • Microcontroladores
  • Probabilidade e Estatística
  • Programação de Controladores Lógicos
  • Projetos de Engenharia
  • Redes Industriais
  • Segurança do Trabalho
  • Sistemas Digitais
  • Técnicas de Programação
  • Tecnologia dos Equipamentos Elétricos
  • Tópicos Avançados em Eletrônica

Onde estudar tecnólogo em Eletrônica Industrial 

Por ser uma profissão considerada bastante nova, é difícil encontrar instituições que oferecem este curso, mas ele é visto em algumas instituições federais do país, como:

  • Instituto Federal de Educação CIência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)
  • Instituto Federal de Educação CIência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)
  • Instituto Federal de Educação CIência e Tecnologia do Amazonas (IFAM)
  • Instituto Federal de Educação CIência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC)

Para ingressar nessas instituições, é necessário realizar o Enem e tentar uma vaga pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada). 

Existe outra alternativa para quem deseja iniciar logo uma graduação, que é realizar o curso de Engenharia Elétrica

Esse curso é no formato de bacharelado, com 10 semestres para a formação e pode ser feito nas modalidades presencial e a distância.

Com a formação em Engenharia Elétrica, as oportunidades no mercado de trabalho aumentam, pois este é um curso mais amplo, que habilita o estudante para atuar em diversos setores, como:

  • Geração, transmissão, distribuição e utilização de energia elétrica.
  • Automação de equipamentos eletrônicos para as indústrias elétrica, automobilística, têxtil, gráfica, química, metalúrgica, entre outras.
  • Eletrônica, elaborando circuitos para obter e transmitir informações por radiofrequência.
  • Eletrotécnica, planejando e operando sistemas elétricos.
  • Microeletrônica, projetando e desenvolvendo circuitos integrados para sistemas computacionais.
  • Telecomunicações, projetando e elaborando sistemas e serviços de expansão de telefonia e transmissão de dados por som e imagem.

Gostou? Trouxemos uma lista de instituições reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de Engenharia Elétrica e ainda dispõem de bolsas de estudos, descontos e financiamentos próprios, sem burocracia. Confira:

Veja mais:

Engenharia Elétrica: carreira e mercado de trabalho 

Melhores cursos EAD do Brasil  

Já escolheu qual será a sua profissão? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin