Conheça a profissão e o curso de Eletrotécnica Industrial

Você está pensando em cursar o tecnólogo em Eletrotécnica Industrial? Neste artigo, você conhece mais sobre o curso e essa área. Confira!

O profissional formado em Eletrotécnica Industrial, ou tecnólogo em eletricidade, é o responsável pelos processos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica no setor industrial.

Ele é quem planeja, projeta, gerencia, supervisiona e orienta a manutenção de máquinas

e dispositivos eletromecânicos em linhas de produção. Além disso, esse profissional atua na modernização dos processos produtivos da indústria, emite laudos técnicos e aplica medidas e procedimentos de segurança, sempre aliados à consciência ambiental.  

O tecnólogo em eletricidade também faz a gestão de processos de sistemas elétricos, qualidade e confiabilidade do sistema de produção, comercialização de produtos elétricos, utilização de materiais e equipamentos eletromecânicos.

Quais as diferenças entre Eletrotécnica Industrial e Eletrônica Industrial?

Muitos estudantes ficam em dúvida entre os curso de Eletrotécnica Industrial e de Eletrônica Industrial. Ambos cursos são tecnólogos do eixo de Controle e Processos Industriais. Mas, apesar das duas áreas envolverem energia e circuitos elétricos, suas atuações são diferentes. 

Enquanto a área de Eletrotécnica Industrial é responsável por gerar, transmitir e distribuir energia elétrica, o tecnólogo em Eletrônica Industrial foca na instalação e manutenção de equipamentos e sistemas eletrônicos; ele pode trabalhar na área de automação, controle e telecomunicação.

Como é o curso de Eletrotécnica Industrial?

O curso superior de Eletrotécnica Industrial é um tecnólogo, ou seja, um curso focado na atuação prática no mercado de trabalho e com formação mais curta. O tecnólogo em Eletrotécnica Industrial tem duração média de 3 anos.

A grade curricular do curso contempla conteúdos de leitura e produção de textos

técnicos, estatística e raciocínio lógico, ciência, tecnologia e inovação, empreendedorismo, tecnologias de comunicação e informação, entre outros.

Confira algumas disciplinas do curso:

  • Administração e Empreendedorismo;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Conservação de Energia;
  • Eletricidade Básica;
  • Hidráulica e Pneumática;
  • Controladores lógicos programáveis;
  • Controle de processos;
  • Comunicação de dados;
  • Instalação de sistemas de automação;
  • Microcontroladores;
  • Robótica e manufatura integrada;
  • Responsabilidade Social e Meio ambiente.

Além das aulas teóricas, os alunos também contam com aulas práticas em diversos laboratórios: de informática (com programas e equipamentos compatíveis com as atividades educacionais do curso), de acionamentos e máquinas elétricas, de eletroeletrônica e de instalações elétricas.

Os estudantes também podem colocar seu conhecimento em prática por meio de estágios, que não são obrigatórios, mas recomendados. Algumas instituições cobram apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para a formação do aluno. 

Quais as áreas de atuação da Eletrotécnica Industrial?

A principal área de atuação do tecnólogo em eletricidade é no setor industrial. Eles podem trabalhar nas indústrias dos mais variados portes, pequena, média ou grande, e setores: alimentícia, agrícola, automobilística, química, farmacêutica, metalúrgica e petroquímica.

Esses profissionais também podem ser encontrados em empresas de instalação elétrica, manutenção de máquinas, planejamento, desenvolvimento de projetos e assistência técnica, além de institutos, centros de pesquisa e faculdades (caso complemente sua formação).

Entre as atribuições do tecnólogo em eletricidade, listados na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), estão:

  • Executar serviços elétricos, eletrônicos e de telecomunicações, analisando propostas técnicas, instalando, configurando e inspecionando sistemas e equipamentos, executando testes e ensaios;
  • Projetar, planejar e especificar sistemas e equipamentos elétricos, eletrônicos e de telecomunicações e elaborar sua documentação técnica;
  • Coordenar empreendimentos;
  • Estudar processos elétricos, eletrônicos e de telecomunicações.

Quanto ganha um profissional de Eletrotécnica Industrial?

As remunerações do tecnólogo em eletricidades são muito vantajosas e atrativas. Segundo os últimos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), consultados pelo portal Salario.com.br, a média salarial de um tecnólogo em eletricidade no Brasil é de R$ 16.363,82.

Considerando os profissionais de carteira assinada em regime CLT, a faixa salarial desse profissional fica entre R$ 5.460,00 (salário mediana da pesquisa), R$ 14.935,07 (média do piso salarial) e R$ 49.953,98 (teto salarial).

Onde estudar Eletrotécnica Industrial?

Gostou de conhecer mais sobre o curso e a área de Eletrotécnica Industrial? Além de definir o curso que mais combina com você, também é preciso escolher bem a instituição de ensino em que pretende ingressar. Uma boa dica é ver suas avaliações no Ministério da Educação (MEC) e comparar as mensalidades.

Existem instituições privadas que oferecem bolsas de estudos, descontos nas mensalidades e ingresso sem burocracia, com ou sem a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Se interessou? Então, confira estas faculdades bem reconhecidas pelo MEC para você estudar pagando pouco, no ensino presencial ou a distância:

Leia mais: Saiba tudo sobre o curso de Eletrônica Industrial 

E você, já decidiu em que faculdade irá cursar o tecnólogo em Eletrotécnica Industrial? Conta para a gente nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin