dcsimg

Conheça a profissão Engenharia de Inovação

Saiba o que faz o engenheiro de Inovação, como seguir essa profissão e onde estudar para ter uma carreira na área. 

Ao longo das últimas décadas, o mundo e a tecnologia têm se tornado cada vez mais complexos. O campo da Engenharia, que antes se dividia em poucas especialidades, hoje comporta quase 40 subáreas de formação: Civil, Mecatrônica, Elétrica, da Computação etc. 

Uma das possibilidades de formação mais recentes é a Engenharia de Inovação. Quer saber mais sobre essa carreira? Veja todos os detalhes da profissão a seguir.

O que faz o engenheiro de Inovação?

O engenheiro de Inovação atua na elaboração, no planejamento e na implantação de novos processos e técnicas em indústrias, laboratórios de pesquisa, empresas de serviço e outras organizações. Portanto, é um profissional que está sempre na vanguarda de seu campo de atuação.

O profissional da Engenharia de Inovação domina conhecimentos de diferentes áreas e pode atuar em diversos setores, normalmente com foco em Tecnologia. Veja algumas das organizações que contratam esses profissionais:

  • Empresas públicas e privadas que atuam em diferentes setores da Engenharia: Civil, Mecatrônica, Elétrica, de Produção etc.
  • Instituições de pesquisa e desenvolvimento (universidades, institutos de pesquisa etc.).
  • Laboratórios e organizações da área médica.
  • Bancos e outras empresas da área financeira.
  • Consultorias de inovação.

Perfil do engenheiro de Inovação

A carreira em Engenharia de Inovação pode ser uma ótima opção para quem gosta de Exatas (especialmente de Matemática e Física), é curioso, criativo e tem um perfil “mão na massa”. 

É para aquelas pessoas que gostam não apenas de imaginar soluções, mas de tirá-las do papel, vê-las em funcionamento e ajustar o que for necessário. 

Em resumo, geralmente não basta ter uma ideia genial: é preciso torná-la viável sob todos os aspectos (financeiro, produtivo, gerencial etc.).

Salário e futuro da profissão

De acordo com dados do Sistema Nacional de Empregos (SINE), o salário de um engenheiro de Inovação em início de carreira varia entre R$ 4.500,00 e R$ 7.700,00, dependendo do porte da empresa. Profissionais mais experientes costumam ter salários acima de R$ 15.000,00 em grandes organizações.

Com a tecnologia avançando de maneira cada vez mais rápida, toda empresa precisa investir em inovações para se manter relevante. Com isso, profissionais qualificados para isso tendem a ser cada vez mais necessários e valorizados.

Como se tornar um engenheiro de Inovação?

A formação em Engenharia de Inovação está disponível tanto como graduação quanto como pós-graduação (especialização). Veja mais detalhes abaixo:

A faculdade de Engenharia de Inovação

Já existe a graduação em Engenharia de Inovação, mas ainda é raro encontrá-la nas instituições brasileiras de ensino superior. 

De acordo com o portal e-MEC, do governo federal, apenas o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), em São Paulo, oferece essa faculdade. O curso dura 5 anos e é ofertado no grau de bacharelado (formação longa e abrangente).

O currículo inclui disciplinas comuns a todas as graduações de Engenharia – como Cálculo, Geometria, Mecânica, Estatística e Modelagem – e tópicos de suas diferentes subáreas (Elétrica, Computação, Eletrônica, Química etc.). 

A grade traz, ainda, disciplinas de Gestão de Projetos, Planejamento Estratégico, Design, Liderança e Marketing.

Pós-graduação em Engenharia de Inovação

Outro caminho possível – e sem dúvida o mais frequente – é fazer uma graduação em outra área de Engenharia e, depois, cursar uma pós em Inovação.

Uma vantagem de optar por essa alternativa é se tornar um profissional versátil, com diversas possibilidades de atuação. 

Por exemplo: um engenheiro de Produção com especialização na área de Inovação estará apto tanto a ocupar cargos mais tradicionais do setor de Produção quanto a atuar em departamentos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Se você está se preparando para entrar na faculdade, aqui vai uma dica: dê uma olhada nos cursos de Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica e Engenharia Mecatrônica. 

Onde estudar

Você acha que a profissão e a carreira em Engenharia de Inovação têm tudo a ver com seu perfil? 

Para começar com o pé direito, procure uma universidade que seja reconhecida e bem avaliada pelo MEC – dessa forma, você tem a garantia de que o seu diploma será válido e aceito em todo o território nacional.

Aqui está uma lista de faculdades particulares que atendem a todos os requisitos do MEC e possuem diversas opções de graduação em Engenharia:

Clique nos links acima e navegue pelos sites das instituições para saber mais sobre cursos, processos seletivos, modalidades de ensino, bolsas e descontos. Bons estudos e boa sorte!

Leia também:

O que faz um Engenheiro de Produção?

Conheça os principais cursos superiores em Exatas

Você gostaria de trabalhar com Engenharia de Inovação? Que faculdade pensa em fazer? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin