Descubra o que faz um analista financeiro

Entenda por que o analista financeiro é uma das profissões mais promissoras do momento!

Empresa que quer fazer sucesso no mercado de trabalho não abre mão de um bom analista financeiro.

Esse profissional tem sido apontado por consultorias especializadas como um dos mais importantes do momento.

Isso porque ele tem uma função essencial no que diz respeito a investimentos e aconselhamento financeiro da empresa.

Quer saber mais?

Descubra o que faz um analista financeiro e como se tornar um!

O que faz um analista financeiro

O analista financeiro é o profissional que tem uma visão incrível de mercado, sabe tudo sobre trâmites financeiros, tributos, investimentos, contas a pagar e planejamento.

No Brasil, sua presença é imprescindível.

A nossa economia instável, que ora dá sinais de crescimento, ora de recessão, requer alguém que esteja de olho no movimento dos mercados nacionais e internacionais, saiba controlar gastos, desenhar estratégias financeiras e, principalmente, identificar (e aproveitar) oportunidades que se abrem.

O perfil mais buscado de analista financeiro é de pessoas com excelentes habilidades de comunicação, iniciativa, boa rede de contatos (o famoso “networking”) e conhecimento profundo de sua área de atuação, além de ser organizado, ser bom de negociação e manjar tudo de planilhas, indicadores, estatística, gráficos e sistemas de contabilidade.

Os analistas financeiros podem buscar especialização em algumas áreas, como:

  • Faturamento
  • Contabilidade
  • Análise de Crédito
  • Faturamento
  • Processos
  • Custos

Em seu dia a dia, desenvolvem as seguintes atividades:

  • Organizar os processos financeiros da empresa (documentação, notas fiscais, fluxo de caixa, transações internacionais, etc.)
  • Estudar o perfil financeiro de clientes e fornecedores.
  • Definir limites de crédito.
  • Estabelecer métodos e processo de trabalho em sua área.
  • Buscar soluções para problemas financeiros da empresa para a qual trabalha.
  • Elaborar e acompanhar orçamentos.
  • Administrar inventários.
  • Determinar procedimentos para redução de gastos.
  • Analisar valores recebidos e investidos em negociações de todos os tipos.
  • Fazer balanço financeiro e prestar auditorias.
  • Gerenciar capital de giro.
  • Desenvolver plano de negócios.

Analistas financeiros trabalham em todos os tipos de empresas: indústrias, comércio, tecnologia, multinacionais, prestadoras de serviços, empresas públicas, organizações não governamentais e várias outras.

Empresas que prestam consultorias e fazem auditorias fiscais também são grandes empregadoras.

Nos últimos tempos, o analista tem sido chamado para prestar assessoria a pessoas físicas que precisam ajustar suas finanças ou saber onde investir seu dinheiro – um filão de mercado que só tem crescido nos últimos anos (fica a dica!).

Quanto ganha um analista financeiro

Levando em conta a média nacional, o salário de um analista financeiro está em torno de R$ 4 mil.

Esse valor é só uma referência, dado que os ganhos podem mudar bastante de acordo com o tipo de empresa e o tempo de experiência do profissional.

Quem está iniciando na carreira recebe entre R$ 2 mil e R$ 3,2 mil.

Já os mais experientes estão embolsando entre R$ 4,8 mil e R$ 8 mil.

Quem conseguir vagas em posições mais elevadas, especialmente nas empresas de grande porte, pode receber salários substancialmente mais generosos, principalmente em funções que envolvem gestão.

Estudos da consultoria Robert Half apontam que gerentes financeiros podem receber salários de até R$ 26 mil; coordenadores, R$ 14 mil; e analistas financeiros, R$ 10 mil.

Para chegar lá, no entanto, é preciso investir nos estudos.

Veja algumas dicas de como se dar bem a seguir.

Melhores cursos para quem quer ser analista financeiro

Quer ser um analista financeiro de sucesso? Pois saiba que tudo começa com um bom curso superior.

Na área de Finanças há quatro opções recomendadas:

  • Ciências Contábeis, com quatro anos de duração.
  • Gestão Financeira, tecnólogo com dois anos de duração.
  • Administração, com quatro anos de duração.
  • Economia, com quatro anos de duração.

Todos esses cursos oferecem os insumos que os analistas precisam para poder trabalhar: conhecimento aprofundado em contabilidade, tributos, finanças, investimentos, etc.

Dois deles, no entanto, são mais específicos: Ciências Contábeis e Gestão Financeira.

O curso superior de tecnologia em Gestão Financeira é indicado para quem tem pressa de entrar no mercado, já que tem apenas dois anos de duração.

Ciências Contábeis é mais amplo e se aprofunda melhor nos temas. É perfeito para quem quer ter mais possibilidades de atuação na área e chances de ganhar bons salários. Somente quem tem essa formação pode, por exemplo, trabalhar como contador.

O mercado está aquecido, mas as vagas são bastante concorridas, especialmente em grandes centros urbanos.

Por isso é fundamental investir em pós-graduações e MBAs depois que terminar a graduação. Esses cursos fornecem conhecimentos mais aprofundados em gestão, finanças corporativas, análise de mercado, planejamento estratégico e empreendedorismo. Fique de olho.

Por sorte, tanto os cursos de graduação quanto os de pós podem ser facilmente encontrados em faculdades da rede pública e particular.

Os alunos ainda têm a facilidade de poder fazer tudo a distância, já que os cursos estão disponíveis também nesse formato. É uma boa pedida para quem precisa conciliar estudo com trabalho.

Independentemente se você pretende estudar numa instituição pública ou privada, é importante verificar se a faculdade é reconhecida pelo MEC e se recebeu uma boa avaliação.

Em meio a tanta concorrência, qualidade de ensino faz toda diferença.

Por isso a gente separou algumas faculdades presenciais e EAD onde você encontra o curso ideal para ser analista financeiro.

Clique e conheça:

Veja também:

Ciências Contábeis: carreira e mercado de trabalho

Pensando em ser analista financeiro? Conte para a gente qual desses cursos você está pensando em fazer!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin