dcsimg

Descubra o que faz um engenheiro agrônomo

Conheça a carreira do engenheiro agrônomo, ideal para quem gosta de trabalhar com produção agropecuária!

Como um dos maiores produtores agropecuários do planeta, o Brasil é um paraíso para os engenheiros agrônomos!

Há oportunidades pipocando em diversas áreas, principalmente nas cidades do interior do país.

Com bons salários, a procura pela profissão está despertando o interesse de um número cada vez maior de pessoas.

Está pensando em seguir esta carreira?

Então descubra o que faz um engenheiro agrônomo, quanto ganha e quais são os melhores cursos!

O que faz um engenheiro agrônomo

O engenheiro agrônomo cuida de tudo o que diz respeito à produção agrícola e pecuária: do planejamento e execução de projetos de tecnologia rural, passando pelo plantio ou abate, até a fiscalização de produtos para o consumo local ou internacional.

É um profissional que usa conhecimentos de biologia, química, matemática e engenharia, mais fatores como solo e clima, para utilizar da melhor forma os recursos e potencializar a criação de rebanhos, criação de peixes, crustáceos, animais exóticos e plantações.

Entre suas atividades diárias, destacamos:

  • Fiscalizar a produção para o mercado internacional.
  • Garantir o cumprimento das normas de manuseio e higiene.
  • Determinar os métodos ideais de adubação e recuperação do solo para plantio.
  • Indicar produtos para controle de pragas.
  • Acompanhar as principais técnicas para manutenção, alimentação, vacinação e abate de animais.
  • Desenvolver planos de prevenção de doenças de plantas e animais.
  • Supervisionar a construção de instalações rurais: estrutura geral do projeto, irrigação, drenagem e nivelação do solo.
  • Fazer controle de uso de sementes.
  • Explorar mercados agrícolas.
  • Estabelecer formas de conciliar plantio/pastos com preservação do meio ambiente.
  • Pesquisar novas tecnologias e práticas para o setor.
  • Fazer vistorias e perícias técnicas com emissão de laudos e pareceres.

Os engenheiros agrônomos normalmente trabalham com diversos outros profissionais: zootécnicos, médicos veterinários, gestores ambientais, fornecedores, etc.

Para se dar na profissão é preciso, portanto, comunicar-se bem e saber interagir com diferentes setores.

Onde trabalha o engenheiro agrônomo

Em grande parte, o trabalho dos engenheiros agrônomos acontece no campo, nas fazendas, abatedouros e cooperativas agrícolas pelo interior.

Com a tecnologia da informação, isso está se diversificando bastante.

Há muitos engenheiros agrônomos trabalhando de casa ou de outra cidade, assessorando o trabalho agrícola remotamente.

Eles encontram emprego com facilidade também na indústria, especialmente na de alimentos e de cosmética.

Também podem assumir trabalhos que envolvem gestão de pessoas em diferentes tipos de empresas.

Serviço público e institutos de pesquisa são outras boas opções para quem atua na área.

Por fim, o setor de ensino superior também tem crescido bastante, acompanhando a popularidade que o curso de Agronomia tem registrado no mercado educacional. A oferta do curso na modalidade a distância tem ajudado bastante na contratação de docentes formados na área.

Quanto ganha o engenheiro agrônomo

Os engenheiros agrônomos têm boas chances de ganhar um bom salário em seu mercado de trabalho.

No Brasil, a média salarial desse profissional está na casa dos R$ 6.700, mas frequentemente ultrapassa os R$ 10.000.

Tudo depende da experiência e da área de atuação do profissional.

Quem está em início de carreira encontra salários entre R$ 3.200 e R$ 5.400.

Cargos que exigem altas habilidades de gestão e negociação são ainda mais interessantes para os engenheiros agrônomos.

Nessa área, os salários variam entre R$ 15.000 (a média) e podem se aproximar de R$ 40.000! De encher os olhos (e o bolso), não é?

O curso de Agronomia

O curso de Agronomia, ou Engenharia Agronômica, é um bacharelado com duração de 5 anos.

Como qualquer curso de Engenharia, vai exigir bastante dedicação dos alunos. E por ser essencialmente prático, demanda também muitas horas de aulas em laboratório.

Você vai ver matérias como:

  • Zoologia Geral
  • Química Geral
  • Biologia Celular e Molecular
  • Fundamentos de Cálculo Aplicado
  • Química Orgânica
  • Bioquímica
  • Anatomia e Fisiologia Vegetal
  • Microbiologia Agrícola
  • Ciência do Solo: Morfologia e Gênese
  • Fertilidade do Solo e Nutrição Mineral de Plantas
  • Topografia e Georreferenciamento
  • Morfologia e Sistemática Vegetal
  • Fitopatologia Geral
  • Entomologia Aplicada à Agronomia
  • Construções Rurais
  • Agrometeorologia
  • Fruticultura
  • Genética e Melhoramento de Plantas e Animais
  • Paisagismo: Floricultura, Parques e Jardins
  • Hidráulica
  • Controle de Plantas Daninhas
  • Economia e Administração Rural
  • Máquinas e Mecanização Agrícola
  • Controle de Qualidade de Produtos Vegetais e Animais
  • Irrigação e Drenagem
  • Suinocultura e Avicultura
  • Produção, Tecnologia e Armazenamento de Sementes
  • Manejo e Produção Florestal
  • Bovinocultura

Quem preferir pode fazer o curso também no formato semipresencial, que acontece parte presencialmente e parte a distância.

A parte EAD acontece em uma plataforma acessada pela internet e é utilizada para as matérias mais teóricas. Os conteúdos são apresentados em vídeos, livros digitais, apostilas, etc. Nessa etapa o aluno conta com apanhamento online do professor e uma série de ferramentas de aprendizado.

A parte prática continua sendo feita ao vivo, de forma tradicional, em laboratórios específicos disponíveis nos polos de apoio.

Tanto no presencial quanto no EAD, o estágio curricular acontece na etapa final do curso e é obrigatório para todos os alunos.

Onde estudar Agronomia

No formato presencial, Agronomia pode ser encontrado em mais de 250 faculdades por todo o Brasil.

No semipresencial, o número é mais baixo: menos de 20 instituições.

A rede privada conta com um número maior de faculdades, cerca de 63% do total.

Para fazer um bom curso, atente-se à qualidade da instituição escolhida e do seu conceito junto ao mercado de trabalho. Uma formação de alto nível é essencial para se destacar nessa área, cada vez mais concorrida.

Você nem precisa ir tão longe para encontrar um bom curso de Agronomia. Nas faculdades que escolhemos abaixo é possível estudar presencialmente ou a distância em várias cidades pelo Brasil.

Confira:

Veja também:

Descubra quanto custa uma faculdade de Agronomia https://www.guiadacarreira.com.br/cursos/descubra-quanto-custa-uma-faculdade-de-agronomia/

O que achou do trabalho do engenheiro agrônomo? É o que você quer fazer? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin